681818171876702
Loading...

Fiel de 103 anos bota pastor pentecostal para correr depois de ter sido expulsa da igreja batista que frequentou a vida toda

Esta senhora é da turma do Genizah, hehe.


Genora Hamm Biggs, de 103 anos, frequentou assiduamente a comunidade Batista em Elberton, Geórgia (EUA) desde sua infância. Ela se tornou membro da comunidade aos 11 anos de idade após ser batizada. Seu pai foi um dos fundadores da comunidade e pastor por muitos anos. Genora trabalhou na secretaria da congregação por 40 anos.

Há alguns meses, Genora recebeu o comunicado do atual pastor, Tim Mattox, (no cargo a seis anos) informando de seu desligamento sumario do rol de membros além de proibir a sua presença na congregação, seja a que título for.



As desavenças entre o pastor Mattox e a centenária fiel iniciaram-se quando Genora passou a questionar o estilo de pregação e a doutrina defendida pelo novo pastor. Segundo Genora, o estilo a que ela se refere como "Holiness" (na verdade, segundo apurado, não exatamente seguindo o movimento Holiness, mas uma proposta pentecostal ) não condiz com a confissão de fé batista e, muito menos, com a os princípios da convenção Batista do Sul dos Estados Unidos e da tradição centenária da congregação Batista de Elberton. 

Após um debate acalorado, no último dia 2 de agosto, o pastor - que como sabemos é geralmente um ser que tem dificuldade de ser questionado - enviou missiva informando: 

"Esta carta é para informá-la que, de acordo com o Estatuto Social da Union Grove Baptist Church, e pelo voto dos membros ativos, qualquer associação ou associações que você já teve com esta igreja estão agora oficialmente revogadas". A senhora não pode retornar à congregação, seja a que titulo for."

Dona Genora que pode ser velha mas não é boba, contratou advogado e reverteu a situação. Segundo o seu defensor: "Esta é a única igreja que ela já conheceu", foi o avô dela quem começou a igreja. Genora Hamm Biggs está agora autorizada a regressar à Union Grove Baptist Church em Elberton, Ga. – E o pastor que a expulsou é o único que não vai estar de volta, disse o advogado."

Genora Hamm Biggs agora tem a chave da igreja e é responsável, junto com os outros membros da igreja, para a eleição de um novo pastor.

Comentários do Editor


Pastor não é rei. É servo de toalha na mão. Serve à Igreja, segundo a ordem de Cristo e nos moldes da Confissão de Fé à qual a sua congregação pertence. Os membros da congregação fizeram profissão de fé e estas declarações públicas diante do Senhor e da comunidade precisam ser respeitadas. Os anciões das comunidades são parte fundamental da comunidade e, desde a Igreja Primitiva, recebem o respeito devido pelo serviço à comunidade. Pastor consagrado a estar zelando por um rebanho em uma denominação precisa respeitar a Confissão de Fé da mesma. Se, por qualquer razão, espiritual ou pessoal o pastor julgar que deve mudar a direção espiritual que até então seguia, que se retire da congregação atual como entrou: Só. E, daí, siga o seu caminho. Qualquer outra posição é rebeldia e traição.


Com informações de FoxNews e Daily Co.

Matérias 2806858229847012984

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail