681818171876702
Loading...

O gospel é POP! O Evangelho é para poucos.




Vivemos em meio a um fenômeno: Ser crente está na moda! Note que ser crente está na moda, mas ser cristão continua sendo tarefa para poucos.

Enquanto cada vez mais o gospel atinge personalidades e ganha espaço na mídia, mais o verdadeiro Evangelho se restringe aos guetos, às pequenas comunidades, aos que buscam uma espiritualidade sadia. Ser gospel e cristão ao mesmo tempo é impossível, pelo simples fato de que o gospel pouco ou nada tem a ver com o Evangelho.

Vamos falar do gospel, propriamente dito. A palavra gospel em inglês significa Evangelho, mas em nossas terras tupiniquins essa tradução não pode ser considerada válida. A única vez que vejo o Evangelho ser relativado para agradar as pessoas é em Gálatas 2:11-21, quando Pedro se deixava levar por aqueles que o cercavam e por conta disso levou uma bela bronca de Paulo, que diz que Pedro se tornou repreensível por sua dissimulação.

Na esmagadora maioria dos programas que os cantores ou pregadores gospel participam, o verdadeiro Evangelho não é pregado. Não fazem exigências de ter um tempo para poder falar o que quiser, de não haver edição com relação ao que é dito, de poder cantar ao vivo com tempo para ministrar. Não exigem porque tem medo de a emissora não aceitar e fechar o espaço para a divulgação do trabalho, até porque na maioria dos casos é trabalho mesmo e não ministério, como alguns insistem em defender.

A Globo tem aberto espaço ao gospel e alguns cristãos acreditam que isso é bom, que Deus está dando a emissora nas mãos deles para que o Evangelho seja pregado, mas na prática isso é só uma estratégia dela para ganhar um público que sempre a demonizou. Quando um cantor gospel se dispõe a participar de seus programas ele já sabe que terá de cumprir uma pauta, que só vai cantar com playback e que a conversa vai ser direcionada pelo apresentador. Em alguns casos ainda tem de engolir uma frase como a da Regina Casé: “Agora que já adoramos a Deus, vamos adorar ao deus samba”, depois de um dos mais famosos cantores gospel ter se apresentado em seu programa. Programa esse, alias, que é conduzido ao som de samba e tem fortes influencias das religiões afro.

Além disso a Globo também nos dá o Troféu Promessas de esmola. O evento consiste em `premiar`os melhores do gospel. Isso seria inadmissível há alguns anos, quando tínhamos adoradores e não artistas.

O mais curioso é que só são premiados os artistas da Som Livre (gravadora da Globo). Artistas esses que fazem campanhas em suas redes sociais. Não basta ter o ego do tamanho de um bonde, ainda tem que mendigar votos pra ganhar um premiozinho mediocre e tentar barganhar um reajuste na renovação do contrato.


O gospel tem produzido algumas coisas que não condizem com o Evangelho pregado por Jesus e difundido por seus apóstolos, vejamos algumas:

  • Artistas: Eu cresci em uma igreja pequena, com no máximo 100 membros e tive a oportunidade de assistir ao vivo muitos dos cantores cristãos dos anos 90. A maior parte do membros eram de condição humilde e moradores de uma favela próxima. A única exigência que esses cantores faziam era que pudessem vender suas fitas K7 após o culto e que a igreja bancasse o transporte. A hospedagem normalmente era a casa do pastor ou de um irmão que se oferecesse. Hoje em dia além do cachê, ainda exigem hotel pelo menos 4 estrelas, passagens em classe executiva, um veículo confortável para se deslocar do hotel para a igreja e um camarim com alguns mimos. Os artistas só entram para o culto no momento de se apresentar e saem de fininho logo em seguida. Quando ficam no templo esperando a sua oportunidade as pessoas pedem autógrafos, querem tirar fotos e atrapalham os que desejam cultuar o Senhor.
  • Show gospel: Até bem pouco tempo isso não era aceito nas igrejas, pois o entendimento comum dos crentes era de que não existe show em nome de Deus, mas que todas as reuniões dos santos era para cultuar a Deus e louvá-lo, sem levar qualquer honra por isso. Além do que nesses shows raramente se tem uma pregação e quando tem é só para tentar dar base a uma música egocêntrica que vai ser cantada em seguida.
  • Fã Clube: Esta anomalia está intimamente ligada aos shows gospel. Não é raro ver pessoas defendendo seus artistas favoritos nas redes sociais. Sabem todas as letras de cór, conhecem todos os gostos e mimos do seu artista, mas nunca leram sequer o novo testamento todo. Faça o teste, jogue o nome de um artista gospel no Google acompanhado da palavra “fã-clube” que certamente retornará ao menos um resultado. Isso é culpa dos próprios artistas e dos pastores omissos que incentivam essa idolatria.
  • Cachês: Não é de hoje que os cantores vivem da música cristã ou gospel e sou totalmente a favor de que a igreja que os convida lhes dê uma oferta, afinal a maioria tem família para sustentar e largou tudo para se dedicar ao ministério, direcionados por Deus. O problema é que o gospel igualou os artistas gospel aos seculares. Agora eles só sobem no palco se todas as exigências forem atendidas, inclusive e, principalmente, as financeiras. O valor da oferta é combinado com antecedência e a data só é confirmada após o pagamento integral. Me desculpem, mas isso é cachê sim! Oferta não tem valor estipulado, não pode ser determinada por quem recebe, mas por quem a dá. Mas só existe quem cobra cachê porque existem aqueles que pagam. Pastores vendidos e vendilhões esvaziam os cofres da igreja para trazer esses artistas, simplesmente para lotá-la em um culto e quem sabe arrecadar mais que investiu através das ofertas do povo, venda de CDs, cantina e etc,
  • Prepotência: Posso estar usando uma dose grande de saudosismo, mas os louvores antigos exaltavam ao Senhor, tinham letras bíblicas e edificantes. Apesar de não terem os arranjos e nem a harmônia musical que as músicas atuais tem, tocavam no profundo da alma. As músicas atuais exaltam o homem, deixam bem claro que aqueles que atravessarem seu caminho vão ser fulminados pelo poder do nosso Deus. Que Deus vai ter que te exaltar e abençoar para que a ralé veja que você é escolhido pra vencer e se arrependa de terem tentado te barrar. Falam só de vitória, bênçãos, prosperidade e de cruz, arrependimento, volta de Cristo nada!
  • Idolatria: Esse é o resumo de tudo o que foi citado acima. Só existem os ídolos porque há aqueles que os colocam nessa posição. Reconheço que muitos dos artistas atuais se propõe a adorar a Deus e não buscam a glória para si, mas também não fazem nada para que essa idolatria acabe. Não tem coragem de corrigir os fãs por medo de perdê-los e consequentemente diminuir a quantidade de shows, vendas de CDs, aparições em programas de TV e rádio. Os pastores e líderes também são culpados por terem medo de discipular essas pessoas em amor e na verdade. Se negam a mostrar para a pessoas que estão no erro, porque o gospel prega um evangelho politicamente correto, que releva e relativiza tudo.

Infelizmente muitos tem se perdido e lançado mão de artifícios mundanos pra tentar atrair as pessoas para a Igreja, acreditando que a pregação não é suficiente. Em vez de a Igreja influenciar o mundo, ela que está sendo influenciada por ele. Hoje temos UFC, Capoeira, festa junina, amuletos (flor, sal, óleo de Israel), venda de indulgências, dentre outras nojeiras. Os fins estão justificando os meios. Se as pessoas estão vindo para a Igreja o objetivo foi alcançado. Não importa se vão se converter ou não, o que vale é o templo lotado para satisfazer o ego da liderança. A rotatividade nessas igrejas é inacreditável, as pessoas vão quando precisam de algo, ou quando estão se sentindo mal, necessitando ouvir palavras de auto-ajuda.

A solução para isso mudar começa em nós. Temos de conhecer ao nosso Deus cada dia mais, devemos ter intimidade com a Sua Palavra para podermos julgar se o que está sendo cantado é realmente de Deus ou se é uma letra humana e egoísta. Os cultos de ensino, como as escolas dominicais são de extrema importância.

Que Deus nos ajude a voltar aos cultos simples, com adoradores que louvam ao Senhor em espírito e em verdade!


Enviado por  Thiago Schadeck








 
música gospel 2795721519051678062

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail