681818171876702
Loading...

Obama revolta evangélicos e católicos ao convidar bispo gay para oração de Páscoa na Casa Branca

No twitter,  o bispo gay Robinson revelou-se surpreendido com a escolha de Obama.

O presidente Barack Obama causa polêmica durante o tradicional café da manhã de Páscoa da Casa Branca ao escolher o bispo episcopal  Gene Robinson para fazer a oração de encerramento da solenidade. O bispo Robinson é assumidamente gay.

Entre 150 clérigos cristãos presentes, Obama escolheu o gay.
Todos os anos a Casa Branca convida representantes de diversas denominações para participar de um café da manhã de Páscoa. Em geral, apenas um ou dois religiosos são anunciados como eventuais preletores. Não raro, outros são convidados, antecipadamente, para fazer orações. A oração de encerramento costuma ser da escolha pessoal do presidente. A surpresa é que entre os mais de 150  clérigos presentes Obama tenha escolhido justamente um bispo assumidamente gay e militante das causas LGBT.



A escolha supreendeu até o próprio Robinson que estranhou ter sido escolhido para protagonizar um dos momentos mais visíveis do evento e publicou em seu twitter que foi obrigado a improvisar diante do inesperado convite.

Analistas da Casa Branca concordam que Robinson e os demais convidados foram, de fato,  pegos de surpresa. Até porque, se  o nome de Robinson tivesse sido antecipado, para além das críticas e desagravos, a cerimônia dificilmente contaria com os mesmos convidados presentes. Obama quis mandar um recado aos religiosos da nação. Foi ouvido. 

Para muitos, Obama foi o covarde ladino de sempre. Jamais faria a mesma coisa se tivesse na posição de buscar a sua reeleição.

Nas redes sociais, cristãos evangélicos e católicos repudiam a atitude escarnecedora do presidente.



Com informações de The Washington Times, Twitter e The White House









 
gays 8290662538429691520

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail