681818171876702
Loading...

O escândalo na Renascer continua. Mentiras de Estevam Hernandes desmascaradas.



No vídeo a seguir, Estevam Hernandes informa que o imóvel na Bahia é próprio e que não deve nada e as que as informações relativas a alugueis atrasados e fraudes financeiras vistas no vídeo postado no Genizah  (CONFIRA AQUI) ontem não são verdadeiras.

O vídeo a seguir desmascara mais esta mentira de Estevam (apóstolo só para os otários dele) Hernandes. Há alugueis atrasados e a Renascer não cumpre com suas obrigações e negociações do imóvel do templo Costa Azul em Salvador.







A crise na Renascer Bahia é profunda. Nos últimos anos, desde a exposição maior das falcatruas de Estevam e Sônia Hernandes as coisas vão de mal a pior com o questionamento da teologia da sede e das práticas gerenciais da Renascer (leia-se malversação e safadeza generalizada).

No auge do imbróglio, a pressão das dívidas em templos esvaziados e o descontentamento entre os ainda com sobrevida. Aos poucos, parte da liderança passa a seguir outra orientação doutrinária. Insatisfeito, Estevam Hernandes decide retirar o bispo Fernando Campos Oliveira, o responsável pela regional Bahia, e ainda a pessoa capaz de segurar as pontas frouxas e colocar um “homem seu” no lugar. No caso, o bispo Vini, remanejado do Recife. A ideia era degredar o bispo Fernando para uma congregação inexpressiva. O bispo Bispo Leandro Miglioli Hernandes, o mini me de Estevam Hernandes foi deslocado para a tarefa de cuidar do bota-fora do bispo rebelde e fazer o pau mandado tomar posse. O culto do dia de transmissão do cargo parecia tranquilo. O bispo Fernando iria se despedir da sua comunidade. No meio da mensagem, começa a lavar a roupa suja e chuta o pau da barraca.  Boa parte da comunidade se manda do circo da Renascer 

Parte desta “despedida” foi gravada. Iremos disponibilizar a pérola em breve. Vai ser PUNK!

A lona do circo cai na cabeça de mini me, o autor do discurso racista revelando as contradições e mentiras da versão oficial.





 

Notícias 7395053921774517610

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail