681818171876702
Loading...

Marco Feliciano se abre na revista Playboy. Confira!




O pastor e deputado federal Marco Feliciano concedeu entrevista à revista Playboy. A edição foi para as bancas nesta terça-feira (8/04). O pastor falou de sexo anal, confessou ter usado cocaína e chamou Marina SIlva de engodo.


Na matéria o pastor deputado faz revelações surpreedentes: Informa que fez uso de cocaína aos 12 anos de idade e que imagina ser possível que um homem tenha prazer na relação homossexual, conjecturando que o sexo anal deve ser gostoso, já que quem faz não volta mais (sic).

A entrevista está recheada de pontos polêmicos, mas a discussão tomando conta das redes sociais está no fato do pastor ter concedido entrevista a um veículo baseado na exploração da pornografia, vida mundana e obscenidades.

Crentes de todas as denominações questionam seriamente as motivações desta decisão do pastor-deputado, para a qual, não se encontram justificativas plausíveis para um cristão, tanto mais, em se tratando de um pastor tido por conservador e defensor dos valores familiares. 

Muitos internautas cristãos argumentam nas redes sociais que a Playboy não é um veículo jornalístico, mas um negócio de pornografia com matérias jornalísticas e ao oferecer a sua imagem a este veículo o pastor contribui diretamente para a lucro de um negócio baseado no pecado da luxuria, na exploração da imagem de mulheres e contra os valores cristãos.



Julio Vitório, internauta de Minas Gerais afirmou em seu perfil do Facebook: Estou decepcionado. O pastor Marco ao aparecer na Playboy não pode dizer que está ali defendendo o evangelho. Ora, então, podemos e devemos pregar a prostitutas, mas não faz sentido ir pregar em puteiros (sic) Pra mim Feliciano caiu (sic).

Mariana F, cristã pentecostal, escreveu: Muito triste isto. Feliciano quer aparecer a qualquer custo, mas para tudo a (sic) um limite. Ele não precisava falar ali. A bíblia não aprova o uso da mulher desta forma e tirar a roupa na revista é se prostituir e as pessoas compram aquilo para indessencias (sic). Não voto mais neste libertario (sic. Seria libertino?)

Feliciano também falou de seu sonho de ser presidente e aproveitou para criticar ( ofender?) Marina Silva: "Marina Silva é um engodo. Com aquele jeitinho de cristã, a roupa de crente, ela foi muito inteligente."

O leitor Wagner Paixão comentou na página deste site no Facebook: "Me parece que o alvo do Marco Feliciano é diferente do alvo que o crente simples, membro do corpo de Cristo têm em vista enquanto estes almejam encontrarem-se com o seu Salvador o Marco Feliciano a qualquer custo busca a fama e o dinheiro. Cabe à CGADB exigir explicação do mesmo e aplicar a ele uma medida disciplinar!", opinou.

Marco Feliciano responde

Genizah entrou em contato com o deputado para que este oferecesse a seus eleitores e admiradores explicações sobre a sua decisão de conceder entrevista a uma revista pornográfica. Feliciano iniciou recorrendo à Bíblia: 

"Que mérito há em ser luz na luz? Preciso ser luz nas trevas?", perguntou o pastor e depois informou que o alvo daquela entrevista são os leitores da revista que conheceriam o seu testemunho e não os crentes:  " e os crentes que fiquem em oração. Quanto a dizer que que estimularei os evangélicos a comprar a revista é no mínimo hilário e no máximo revelará o caráter dos que precisam liberar seus instintos reprimidos.", alfinetou, se esquecendo que o fundamento das críticas não se baseia no fato  da entrevista vir a estimular crentes a comprar a revista, mas no benefício financeiro que a revista venha a ter com a entrevista do pastor e o testemunho dado por um pastor ao dar espaço e relevância a um veículo explorando a pornografia.

Feliciano informou que se sentiu estimulado a usar o mesmo veículo para devolver as críticas feita a ele por um membro do canal de comédia Porta dos Fundos: "Na edição anterior da revista, o Duvivier destruiu a minha imagem e minha fé […]  A revista perguntou se eu queria falar e eu jamais perderia esta oportunidade." e completou: "Pregar é a minha chamada. A tempo e a fora de tempo (sic)˜.











 
Notícias 8723507153039468009

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail