681818171876702
Loading...

Justiça determina que Genizah retire do ar ofensas contra o bispo da Universal e ministro de estado Marcelo Crivella


Revista Época
Felipe Patury

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro deteminou a exclusão das ofensas publicadas no blog Genizah Virtual contra o ministro da Pesca, Marcelo Crivella. Se a ordem judicial não for acatada, o réu terá de pagar multa diária de R$ 1.000 até cumprir a decisão do tribunal. A ação foi movida contra José Danilo Silvestre Fernandes Filho, um dos responsáveis pela página na internet. Em maio do ano passado, o blog divulgou um texto que dizia o seguinte: "Crivella é 100 vergonha (logo) Marcelo Crivella usa dinheiro público para beneficiar ONG ligada à Universal". A página Genizah Virtual sobe ainda mais o tom no final do texto: "Prever que um pastor da IURD vai roubar é como prever que o Vasco vai terminar em vice". A Justiça acolheu os argumentos dos advogados da União, que sustentaram que o direito à liberdade de expressão não pode se sobrepor a outros valores garantidos pela Constituição, como a honra e a imagem das pessoas.


Comentários do site Amigos do Crivella

 Sobre a decisão da justiça, um site de apoiadores do ministro e senador comentou em tom de ameaça a todos os blogueiros:

Que esta resposta do Tribunal de Justiça sirva de alerta para os “infelizes” que maliciosamente publicam ou divulgam inverdades, calúnias e difamações. Liberdade de imprensa não é libertinagem! Os Amigos do Crivella estão atentos ao que é publicado nas redes sociais. E um lembrete: Amigos do Crivella são os editores e milhares espalhados no Brasil e exterior que mantém contato com o blog e nos ajudam com alertas e publicações “suspeitas”.

Comentários do Editor de Genizah

A matéria em questão incluía comentários da autoria do editor de Genizah acerca  de uma matéria da revista IstoÉ (reproduzida aqui) denunciando que Marcelo Crivella usa a estrutura do ministério que comanda para desenvolver projeto de criação de peixe em ONG fundada e dirigida por ele.

Fomos informados extraoficialmente, na data de hoje, da decisão da justiça. Genizah se antecipou a eventual citação e retirou a matéria do ar.

A desembargadora Ana Sardas foi relatora do agravo foi no sentido de NEGAR o provimento do recurso de Marcelo Crivella. Seu voto foi  vencido. Disse a desembargadora: "Ousei discordar da maioria por entender que o recurso não merecia provimento."  

Ao contrário de outras oportunidades, não pretendo seguir com a disputa. Recebo tudo com serenidade e entendo que o Senhor está com este acontecimento mandando uma mensagem para a sua igreja a respeito dos que se dizem seus líderes. Entendo que receber um processo do líder da seita Universal e ainda ministro de estado do governo do PT é um galardão que o Senhor me permite antecipar ainda nesta vida. Oro para que este sinal não seja acompanhado de soberba e que somente sirva para alertar a Igreja acerca da ação do mal.  

 Quanto ao processo em si, recebo o acontecimento como mais um testemunho acerca da Universal, nos termos de  1 Coríntios 6:1-8, concluo: São ímpios.



política 8887180421444122063

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail