681818171876702
Loading...

Fé e Batismo



Rev. Ronald Hanko


Desejamos lidar agora com o importante argumento Batista de que a fé deve necessariamente preceder o batismo. Assim, os Batistas falam do batismo como “batismo de crentes”.

A primeira coisa que deve ser dita é que a posição Batista é uma impossibilidade. Como temos apontado,2 os Batistas podem, na melhor das hipóteses, batizar somente aqueles que fazem profissão (confissão) de fé. Porque ninguém pode conhecer o coração, não há forma de assegurar que todas as pessoas batizadas são de fato crentes.

A resposta Batista comum, como explicamos anteriormente, é que eles batizam bem menos incrédulos do que aqueles que praticam o batismo infantil ou de famílias. Isso, sem dúvida, não poder ser provado, mas o fato é que se uma igreja Batista batiza ao menos um hipócrita ou incrédulo, ela não está mais praticando o “batismo de crentes”.

Mas esse não é o ponto principal. As palavras de Jesus em Marcos 16:16 declaram: “Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado”. Esse versículo precisa ser explicado, especialmente como suas palavras são o mandamento e a garantia para a igreja do Novo Testamento ser batizadora.

Primeiro, o versículo não diz (embora todo Batista leia dessa forma): “Quer crer e então for batizado será salvo”. Apenas diz que fé e batismo são necessários para a salvação.

Segundo, simplesmente porque fé e arrependimento são listados nessa ordem não significa que elas devam necessariamente acontecer nessa ordem. Em 2 Pedro 1:103 a vocação é listada antes da eleição, mas a vocação não acontece antes da eleição, como todo calvinista sabe.

A ordem em Marcos 16:16 é simplesmente a ordem de importância. A fé é lista antes do batismo porque é muito mais importante. Vemos isso na última parte do versículo, onde o batismo sequer é mencionado novamente, embora a fé seja.

Se a ordem em Mateus 16:16 é a ordem temporal, ou a ordem na qual as coisas devem acontecer, então a ordem é fé, batismo, salvação: “Quem crer e for batizado será salvo”. Ninguém deseja tal ordem!

Em adição a isso, existem passagens no Novo Testamento sugerindo que pelo menos em alguns casos, a fé não precede o batismo. Atos 19:45 nos fala sobre o batismo de João e como este dizia às pessoas quando as batizava que elas deveriam crer naquele que haveria de vir após ele. João não as batizou devido ao fato de já terem crido em Cristo!

Com respeito ao versículo 4, o Batista tem duas opções. Ele pode dizer que o batismo de João não era o verdadeiro batismo do Novo Testamento, embora mais da metade das referências a batismo no Novo Testamento sejam ao batismo de João (e então, nenhuma conclusão pode ser extraída delas para a prática neo-testamentária), ou pode admitir que a fé nem sempre precisa preceder o batismo.




Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto1
Fonte: Doctrine according to Godliness, Ronald Hanko, Reformed Free Publishing Association









 

Teologia 1974918302508611800

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail