681818171876702
Loading...

O DIABO É O PAI DO ROCK!

Dani Marques

Já perdi as contas de quantas vezes escutei essa afirmação. Alguns justificam a 'teoria' utilizando o texto de Romanos 12.2: "Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." Ok, concordo com o versículo, mas o que ele tem a ver com ritmo musical?

Confesso que nunca fui chegada em rock. Sou adepta de ritmos mais tranquilos, como as canções de Jorge Camargo e Stenio Marcius, por exemplo. Elas me fazem "subir ao céu", mas nem por isso posso afirmar que são músicas mais santas que as outras. Nossas preferências musicais não podem virar regra pra vida de ninguém. Meu caçulinha, por exemplo, sempre foi chegado num barulho. Desde os dois anos demonstra preferência por ritmos mais agitados e volumes mais altos, e a pouco tempo, descobrimos que ele tem uma queda por rock. E ninguém precisou forçar a barra, é nítido que faz parte da sua personalidade.

E o que fizemos? Meu esposo, que tem um gosto musical mais variado, apresentou à ele uma banda que curtia muito na época de sua adolescência, o Resgate. Ele delirou! Até a mamãe teve que entrar na dança (e confesso que estou curtindo!). Papai no vocal, o caçula na bateria, a mais velha no teclado e a mamãe na guitarra. Zé Bruno que se cuide! As letras são profundas, repletas de verdades Bíblicas e falaram muito ao meu coração.

Pronto, aí está o "x" da questão! O que faz uma música ser 'diabólica' ou não, é sua letra, não o ritmo!

Crente tem uma mania muito ruim de dar posses ao diabo. Quem foi que disse pra você que rock é coisa do capeta? Um profeta da sua igreja? E por acaso você se preocupou em saber se esta profecia passa pelo crivo de Jesus? Os cristãos, no geral, andam com um botão de automático ligado nas costas, como verdadeiros zumbis. Se o cara lá na frente diz que rock é do demônio, a "zumbizada gospel" sai pelas ruas repetindo a frase: "Rock é do demônio, rock é do demônio, rock é do demônio..." Meu irmão, acho que chegou a hora de desligar esse botãozinho e começar a raciocinar. Quando ouvir alguma afirmação dentro da igreja, a primeira pergunta a se fazer é: "Será que isso realmente tem base Bíblica? Está de acordo com os dois principais mandamentos deixados por Cristo em Mateus 22:37-39?" E pesquise sobre o assunto!

E outra coisa, é muito mais provável um roqueiro sentir Deus falando ao seu coração através da Banda Resgate, Palavrantiga ou Oficina G3, do que ouvindo Aline Barros ou Cassiane, por exemplo. Sem contar as muitas bandas de Rock não cristãs que possuem letras profundas e inteligentes, e que transmitem muito mais do amor de Deus do que boa parte das músicas ditas cristãs. Temos que aprender a respeitar os gostos musicais dos que nos cercam, pois isso faz parte do segundo maior mandamento deixado por Cristo: "amar ao próximo como a nós mesmos"! Não podemos demonizar tudo aquilo que está fora da nossa lista de "moralmente correto".

"A cultura, em grande parte, é o presente de Deus para as nações. É o jeito de Deus de nos encher de alegria em meio a tanta dor e desespero. Deus comunica alegria, amor e esperança através da arte, da dança, da música e das diferentes culturas. O demônio não cria nada, não gera nada e não canta nada, coloque isso na sua cabeça de uma vez por todas! O diabo tenta roubar todo o tipo de manifestação de arte, tenta fazer com que todas as músicas cantem pra ele, mas ele não é dono de nada. Deus é o único criador da música, e se utiliza dessa linguagem para falar com o ser humano. Foi Ele quem nos encheu de sabedoria para criarmos acordes, ritmos, batidas e instrumentos."¹ Deus manifesta seu amor dessa forma, o único problema, é que muitos ainda não descobriram esse "segredinho".

Mas vamos supor que realmente o diabo tenha criado o rock (o que acho uma grande besteira). O que fazer? Simples, aplique a esse ritmo uma letra que fale do amor de Deus e das verdades reveladas em sua palavra. Pronto, virou uma música de Deus. Que me desculpem os religiosos, mas quanto estamos cheios de Deus, demônio nenhum tem poder de tocar ou tomar posse das coisas que oferecemos à Ele.

Agora, cá pra nós, com heresia, até hino da harpa cristã vira "filho do diabo"!

"Pois não é dos ritmos musicais que saem os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as imoralidades sexuais, os roubos, os falsos testemunhos e as calúnias, mas sim do coração!" Mateus 15:19-20 (adaptado)




"Demoníaco mesmo é dizer que um rock como este não vem de Deus!"


Dani Marques é colunista do  Genizah





 

Louvor e Música 1014524375525074244

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail