681818171876702
Loading...

Sinceridade relativamente gospel de Rodolfo Abrantes na Lagoinha. Ou rebeldia Coca-Cola.

O comentário é impagável. E não há como não concordar que se trata mesmo de rebeldia de menudo, apesar da alegria de poder ouvir, especialmente naquele local, aquilo que já se fala por aqui desde sempre...






Disse José Barbosa Junior:


Sobre o tal vídeo do Rodolfo Abrantes na Lagoinha...

  • Cena 1 (take no artista): Um artista gospel, numa igreja gospel, lotada de fãs gospel, "profetiza", com um linguajar gospel, contra a cultura gospel, a música gospel, os fãs gospel que, por exemplo, ficam com seus celulares durante o culto fotografando/filmando o seu ídolo.


  • Cena 2 (take na plateia): o povo vibra com as palavras do seu ídolo, e saca seus celulares para filmar/fotografar esse momento "de Deus".


  • Cena 3 (sem take): eu saio pela casa cantando Léo Jaime: "Ô, ô, ô, ô, nada mudou"


  • Fim do primeiro ato.








 

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail