681818171876702
Loading...

Fazer humor com crente só dá aporrinhação...



O comediante Marvio Lucio, o Carioca, do “Pânico na Band”, desistiu do quadro “A Turma do Didi Maiscedo”, embora viesse obtendo boa audiência. “Eu me antecipei [às pressões]”, disse ele.

O quadro, que estava no ar havia quatro semanas, se inspirava no Edir Macedo, chefe da Universal, e no programa “Fala que eu te Escuto”, que a mesma igreja apresenta na TV Record.

O personagem foi substituído por “Marcelo Sem Dente”, que se inspira no repórter policial Marcelo Rezende, também da Record.

“Didi Maiscedo” tinha o jeitinho de falar do Macedo [ver vídeo abaixo]. O personagem tirava demônios de aparelhos domésticos, além de dar conselhos a fiéis que telefonavam para o programa. Demonstrava avidez pelo dinheiro dos fiéis.

O quadro não se resumia a parodiar Edir Macedo, porque fazia referências às outras religiões. Em um episódio, por exemplo, “Maiscedo” recomendou a um proctologista que perdera seu anel de casamento em um paciente a rezar para madre Tereza de Calcutá.

Carioca se queixou: “Eu estava com freio de mão puxado. Religião é difícil. Meu conteúdo estava restrito”.

Pesou na decisão pela desistência do quadro a polêmica em torno do pastor e deputado Marco Feliciano, presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minoria.

“Esse clima de incitação religiosa assusta”, disse. “Não vale a pena fazer humor com preocupação.”





"Joga dinheiro, joga agora!"

humor 2745963571829351163

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail