681818171876702
Loading...

Filho de Benny Hinn agride com socos e pontapés um deficiente que assistia ao culto celebrado por seu pai e Renê Terra Nova em Manaus

A dupla de falsos profetas realizou "culto"neste último sábado (16-02) em Manaus



PORTAL DO HOLANDA

Manaus - Joshua Benjamin Hinn, filho do pastor norte-americano Benny Hinn, juntamente com os seguranças Caleb Andrew Shirk e Konstantins Konstantinovs foram presos em flagrante por policiais militares, acusados de agredirem com socos e pontapés o deficiente auditivo Hestepheson Marques Araujo.

A prisão ocorreu no sábado por volta de por volta das 22h, quando Hestepheson tentou chegar perto do pastor Benny Hinn, para abraçá-lo, durante uma programação na arena Povos da Amazônia (antiga Bola da Suframa), da igreja do apóstolo Renê Terra Nova.

De acordo com os policiais, o filho do pastor, juntamente com os seguranças americanos Caleb e Konstantins, ao perceberam a aproximação de Hestepheson, que é surdo e mudo, o imobilizaram e o espancaram dentro de container / trailler que foi instalado no local do evento.

Seguranças, Caleb e Konstantins terminam na Delegacia em Manaus. Falsos profetas precisam de seguranças...

A Polícia Militar foi acionada e prendeu em flagrante os seguranças e o filho do pastor, que afirmaram que não sabiam que rapaz era surdo e mudo, e queriam que ele falasse porque queria abraçar o pastor.

Hestepheson deixou o local em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e deu entrada no Pronto-Socorro 28 de Agosto.

Os seguranças foram apresentados no 3ª Distrito Integrado de Polícia, no bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus. O consulado americano em Manaus foi acionado e acompanhou os depoimentos dos acusados, que negaram a acusação, e afirmaram que dentro do container estavam apenas tentando conversar com a vítima.

João Batista Costa de Araújo, pai de Hestepheson, juntamente com o seu filho e uma tradutora de sinais, estiveram na delegacia, onde os responsáveis da programação com Benny Hin tentaram convencer a vítima a não prestar queixa.

Joshua Benjamin Hinn e os seguranças Caleb Andrew Shirk e Konstantins Konstantinovs na Delegacia


Fontes do Portal do Holanda informaram que foi feito um acordo, com um alto valor, para não ocorrer divulgação do fato e a vítima esquecer o incidente.

De acordo com a fonte, diante da negativa de representação, o delegado plantonista, Arnon Barbosa Queiroz, registrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência e liberou todos os acusados.

Da delegacia, o filho de Hinn e os seguranças, seguiram direto para o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, para deixar Manaus rumo aos Estados Unidos.


Em tempo


Recebemos (*) o link de um blog dedicado ao Benny Hinn editado por um rapaz de Manaus de nome Hestepheson Marques de Araujo. [CONFIRA] Salvo suprema coincidência, o blog pertence à vitima da agressão. A fotografia ao lado está no perfil do blogger de Hestephenson. 

sonho de menino do jovem Hestepheson era ser como o seu ídolo Benny Hinn. O rapaz se vestia como o pregador e, provavelmente, se via derrubando milhares de fiéis em shows  de "unção e poder", como os realizados por Benny. 

Assim como a roupa, deve ter imitado os gestos teatrais do mestre e o seu andar triunfal no palco. Como qualquer menino que um dia correu para a bola como Pelé  ou dirigiu um carrinho de brinquedo como Sena ou Fitipaldi, a ilusão do super-herói perseguiu Hestepheson. Contudo, a grande tristeza é o ocaso de Cristo e do Evangelho neste sonho infantil. Jesus é coadjuvante no espetáculo de idolatria e horror evangélico que forma multidões seguindo heróis de mentirinha, mas que ao contrário dos personagens de capa e espada, mais dia, menos dia, depois de lhes afanar todo o dinheiro, os destroçarão também a alma. Se não lhes encherem também o corpo de porrada!

Grotesco. A idolatria evangélica chegou a limites inimagináveis. Será que este menino foi liberto pela dor? Imagine ser violentamente agredido pelo filho do próprio ídolo no dia em que se vai conhecê-lo de perto? 

O leitor do Genizah, Gleidson, que nos deu a dica deste blog dedicado a Benny Hinn, pondera: "imagino quanto o corpo e o coração dele estão quebrados, mas oremos para ele encontrar em Cristo a cura de ambos". 




Em tempo 2



Como atesta este LINK e imagem a seguir, não é a primeira vez que o filho de Benny Hinn é preso.


Codigo Penal da Florida 316.193 Driving under the influence.  (Dirigir sob influencia de alcool ou drogas).


Em tempo 3



E o pai também se enrola todo!




(*) Dica do Gleidson

Dica do Renato Almeida

Genizah




 
Matérias 2950822038887668282

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail