681818171876702
Loading...

Belo exemplo! Heim Pastor Lucinho Barreto? Crianças imitando drogados em nome de Gizuz!



Há alguns meses o pastor de jovens da Lagoinha, Pr. Lucinho Barreto, cujo trabalho em geral não vou julgar e, quero quer, contribua para o Reino, produziu uma foto em que aparecia cheirando uma bíblia, tal como se cheira cocaína. A foto e as suas declarações em razão da polêmica foram alvo de duras críticas nas redes sociais e sites em geral (este inclusive). Em seguida, Lucinho Barreto teve seus  15 minutos de fama (má fama) até mesmo na mídia secular. 

Claro que nem todos criticaram o pastor. Os amigos vivendo da seiva amarga escorrendo da Lagoinha saíram em defesa do colega. Além, claro, do porta voz do lado negro da força,  Darth  Silas Malafaia Vader

Leia as matérias a seguir:







Desde então, de agenda mais cheia, pois o que não falta é gente néscia na igreja evangélica atrás de modismos, Lucinho produziu mais uma série de “factoides” envolvendo “loucuras” por Jesus com a bíblia. Nem vou aqui entrar no mérito do que venha a ser o entendimento do Lucio sobre o sentido dado pelos apóstolos acerca da loucura e o escândalo da Cruz. Até porque, já o disse nas matérias acima de umas trocentas formas diferentes, inclusive desenhando com lápis de colorido, para a melhor compreensão geral.

Também vale ressaltar que ao contrário da maioria das criticas feitas ao pastor Lucinho, mais focadas na indignação generalizada em torno da “sacralidade” do objeto bíblia e sua infame associação com o uso de entorpecentes, não foi este o ponto da minha indignação, embora respeite o pudor dos irmãos que lhes teceram criticas neste sentido.


O meu aborrecer, até porque já trabalhei com viciados, se deveu à reação negativa – repulsiva mesmo – de ex-viciados libertos pelo Senhor ao se deparar com o gesto tresloucado. Foi um ex-viciado quem me alertou acerca do acontecido e me enviou a imagem tão polêmica e foi ele mesmo que se disse profundamente indignado com a associação entre a mensagem que lhe salvou e o pó que lhe escravizava: A bíblia não vicia, a bíblia contém a mensagem que liberta! Não sou viciado, mas dependente de Jesus.


O apresentador Datena, ele próprio um vencedor na guerra contra as drogas e pai de um filho na luta, certamente, sentiu o mesmo - matéria acima - e não dá para ser diferente! 

Ora, por mais que se compreenda as boas intenções do pastor Lucinho, distantes da intenção -quero crer- de causar escândalo aos irmãos débeis na fé e recém libertos das drogas, não há como não admoestar o referido pastor a se retratar com tais irmãos pela associação infeliz. Contudo, como todos sabem, não foi isto que aconteceu. Lucinho seguiu insistindo nas jogadas de marketing, buscando a sua defesa, sem acusar o erro.

Chegou a orquestrar entre o seu rebanho de jovens um projeto de solidariedade na imbecilidade (foto acima). As imitações começaram ai e se repetiram várias vezes com personagens diversos e até políticos em campanha.

Tudo tem consequência. Tudo. O exemplo negativo para os novos na fé e para os néscios desejosos de  ter a atenção de famosos do panteão gospel para os seus projetos acaba prevalecendo sobre as boas intenções.

Foi o caso aqui, recentíssimo: 


O cidadão Leandro Borges –o missionário na foto ao lado– colaborador de um projeto meritório -como se vê no vídeo abaixo-  busca chamar a atenção do pastor Lucinho Barreto tentando interagir por dias  com o perfil de twitter - @Prlucinho-, sempre sem resposta. Insistente, oferece retuittes para as gracinhas de Lucinho, chama a atenção para o vídeo do seu projeto e, por fim, num golpe infantil, junta crianças inocentes, que provavelmente nunca viram uma carreira de cocaína na vida, para simular o gesto tresloucado do líder de jovens cool Pastor Lucinho Barreto. Resultado: Crianças inocentes fotografadas a cheirar cocaína imaginária usando o gestual, tal e qual, dos usuários mais contumazes. Leandro Borges deve ter pensado: Agora o ungido irá me voltar a sua face...

Será que ele ganhou a atenção do astro gospel? 

E o juizado de menores viu?





Não sei qual será a atitude do Lucinho. Não quero crer que ele vá apoiar tal gesto. Penso que irá admoestar o missionário insensato. 

Já as crianças não tem nada com isto e estão sendo ajudadas e cuidadas. O missionário da foto é só um colaborador. Há uma igreja à frente do projeto AMAR. 

Lucinho, mano, é a hora de engolir o orgulho e se retratar! Aproveita a deixa e reconheça que o mal usa estas nossas pequenas tolices para ferir o Corpo!

Eu vou te ajudar: Vou começar comigo mesmo. As vezes brinco no twitter:  Quero o meu Rivotril... Assim acaba o meu Rivotril e coisas assim, por que não topo mais os absurdos e ventos de doutrina da nossa igreja. Virou bordão para quem se cansou de tanta apostasia. Legal e tal, mas, o Rivotril é um ansiolítico tarja preta. Refleti e vou parar de brincar assim, pois tem muita gente por ai que é dependente deste remédio e o usa de forma imprópria. Mesmo que o remédio não seja um mal em si, mas para a saúde e o bem de muitos, penso agora que não faço o bem dando a conhecer o nome de um remédio que pode causar dependência a um néscio qualquer que não precisa da droga para a sua saúde, mas, ao contrário, poderá vir usá-la de forma ilícita. Tão pouco, ajudo aqueles que usaram o remédio por prescrição e necessidade real e ficaram dependentes pelo uso prolongado. Estes irão se escandalizar.

Se Deus me ajudar a não esquecer, não brinco mais assim! 

- Vou trocar por cana, cerveja vinho, caipirinha ungida ou qualquer outra coisa fora da lista da ANVISA, risos. 


Beleza assim, mano?


Agora, desafio os leitores do Genizah a contribuírem com o projeto AMAR e o façam com uma admoestação à direção do projeto que busque disciplinar este missionário insensato. Os dados estão no vídeo e no link abaixo. As crianças merecem bons exemplos.







Vamos fazer o BEM?


Imagem / comentário / lamentário do Thiago Surian de Ospedreiros.com que nos enviou o material:




FOTOGRAFIA RETIRADA POR DECISÃO DOS EDITORES

RAZÕES  AQUI: 




Ontem o missionário Leandro Borges entrou em contato conosco pedindo para enviar uma carta de retratação, onde se mostra arrependido pelo ato que causou prejuízos a sua imagem e a do projeto e nos pede para publicar a sua carta – a seguir – e retirar a matéria do ar. Genizah irá atender ao pedido do missionário e pela primeira vez em sua história irá retirar deletar um post, com todos os prejuízos que isto nos causa nas buscas do Google. Isto será feito após o período necessário para que boa parte dos 130.000 leitores que tiveram acesso ao post original tomem ciência da retratação.


Leitores do Genizah,

Sou o Leandro Borges, o missionário do projeto amar, que alguns dias publiquei uma foto das crianças aqui do projeto “Cheirando a Bíblia”.
Gostaria, de me retratar com os irmãos e se possível que o conteúdo deste e-mail fosse publicado, ou enviado de alguma forma para que todos possam saber da retratação.
Não vou gastar o tempo de vocês como explicações ou justificativas, apenas quero que os irmãos saibam que eu agi de forma impulsiva com as crianças e não medi exatamente a proporção que poderia tomar. A Palavra nos ensina que não devemos servir de escândalo e gostaria que os irmãos em Cristo pudessem acalmar o coração e saber que a foto foi retirada do meu twitter e que eu não ensino nada de mim mesmo, mas da palavra de Deus e utilizo livros e suportes como “Pescadores de criança” do C. Spurgeon. Tenho convicção de que as crianças estão aprendendo a sã doutrina aqui no projeto, pois elas estão aprendendo a amar a Bíblia e os ensinamentos de Cristo e podemos ver a mudança de postura de cada uma delas apesar das dificuldades que a vida lhes impôs.
Gostaria de pedir também, que se possível, fosse retirado o conteúdo do site, apenas para não prejudicar o projeto que existe a mais tempo do que eu estou nele. E para ninguém pensar que estou me retratando apenas com medo disso, acredito, que se quiser pode ser deixada a nota sobre mim, sem citar outras pessoas pois o que fiz, eu fiz sozinho.
Deixo aqui meu pedido de desculpa aos irmãos por tirar tal foto.
A quem interessar: As crianças aprendem no Projeto Amar a palavra de Deus e a sã doutrina em princípios como Salvação pela graça, santidade em todos os aspectos de sua vida, histórias missionárias de pessoas como Amy Carmichael, vida de sacrifícios por Cristo e não um evangelho fácil. Decoram versículos, aprendem histórias Bíblicas e praticamente todas as crianças do projeto entenderam o evangelho de salvação e já confessaram a Cristo como único Senhor e Salvador de suas vidas.
Estou aberto a tirar mais dúvidas sobre o Projeto Amar e também para aqueles que quiserem conhecer um pouco mais o que nós fazemos. E como fui citado de forma pessoal, aqueles que quiserem saber algo sobre mim também terei prazer em responder.
Agradeço a atenção de todos
Que a graça e a paz de Jesus esteja sobre todos
Leandro Borges



























Danilo Fernandes para o Genizah




 
Heresias 5726695643538367849

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail