681818171876702
Loading...

Filho de Silas Malafaia trolla o Genizah e depois papai vem defender



No último dia 11 de junho, o Malinha (filho do Malafaia), que me segue no twitter, resolveu argumentar em favor do MalaCHEIA acerca do post abaixo, uma republicação do portal Gospel+:




Está no direito dele. Contudo, observem o argumento:

MALINHA diz: da uma olhada  no twitter dele!!


Fui ver.

Lá está o desagravo de grande expressão midiática do senhor Silas Malafaia em razão do protesto de muitos crentes ao uso contumaz pela dramaturgia da Rede Globo de um estereotipo de mulher evangélica feito na medida para ridicularizar as nossas irmãs:

- Uma twittada, um e-mail (cujo teor desconhecemos) e o fato do mesmo ter reproduzido em seu portal A Verdade (dele) Gospel matéria chapa-branca de outro portal sobre o ocorrido. 


Matéria, diga-se, mais neutra do que cor bege, limitando-se a relatar que alguns evangélicos protestaram nas redes sociais contra a caracterização preconceituosa da mulher evangélica nas novelas globais. 

Se estivéssemos falando de uma pessoa comedida, não polemista, piedosa e puritana, esta reação à provocação da TV Globo faria até algum sentido, estaria na medida. Mas não é assim!

Malafaia, como disse o autor do texto, o pastor Marcio de Souza não é um camarada de reações comedidas e, tão pouco um modelo de temperança. Ao contrário, Silas Malafaia usa de qualquer pretexto minimamente relacionado com a comunidade evangélica para buscar a mídia e polemizar. Malafaia vive disto. Polêmica é o negócio dele desde os tempos do programa vigésima quinta hora.

Já o Pastor Paulo Siqueira, em artigo reproduzido no mesmo post desmascara a retórica de Silas Malafaia e aponta os enganos da teologia da prosperidade.


Malafaia, o temperante. Quando interessa!


Ana Paulo Valadão se recusa a participar da campanha malafaiana envolvendo a PL122. Malafaia passa três dias trollando a cantora no twitter, detona Ana Paula no seu programa, faz reprise e detona novamente, dá entrevista esculachando a Lagoinha e vai por ai.

Edir Macedo faz o programa do cai-cai na Record.  Silas dedica três programas inteiros a atacar Macedo, garante que o cai-cai é bíblico, diz que testemunhou, ele mesmo, um estádio inteiro de gospelentos caindo, em viagem que fez com o Jabes Robin Alencar  ao exterior e que,  ele mesmo, só não caiu porque é Batman, mas foi preciso segurar o Robin pelo cinto de utilidades...

Crentes protestam contra o troféu imprensa. Malafaia passa uma semana chamando os que não apoiam o troféu da TV Globo de babacas, burros, santarrões... Faz programa especial e se dedica a defender o prêmio como sendo uma porta aberta por Deus na TV Globo, faz anúncio de página inteira em jornal e mais não sei o que...

Blogueiros. A estes inimigos poderosos, Malafaia já dedicou cinco programas, sendo um inteiro, isto sem contar este último desafio paraguaio. Em um deles, em uma caravana ao Maranhão, deu endereço e tudo. Chamou o Genizah e o Gospel + de filhos do diabo. Em outras oportunidades, foi mais genérico e destratou geral, inclusive pastores que se pronunciaram contra as suas companhas da prosperidade com Cerullo e Murdock de: vagabundos, fracassados, otários, babacas e coisa pior. 

Vereadores Maranhenses Vereadores questionam as motivações da Cruzada para Genézio em São Luís do Maranhão e ainda fazem críticas à homofobia de Silas Malafaia. Silas chama veradores de frouxos, safados, recalcados e outros mimos... Na TV, na rádio, revistas... Uma novela que durou duas semanas.

Funicação. Isto sem falar na gente que ele disse que ia funicar, meter o porrete, descer a marmota e sabe lá mais o que...




Isto tudo e mais alguma coisa só nos últimos meses!


Agora, na hora de protestar contra a TV Globo – que bancou a última micareta para Gizuz no Rio de Janeiro, onde o MalaFAIL foi a estrela – o nosso defensor dos frascos e comprimidos gospel faz o que?

- Manda um e-mail de desagravo e da uma twittada.


O povo grita: -Vai Malacraia, vai!
E o MalaFAIL FALHA!



Fala sério! 

Nem um único comentário sobre o assunto em seus programas de TV.
Nada nas revistas que ele manda para milhares de lares cristãos.
Nada no rádio, no jornal...
Nem mesmo um artigo próprio, uma nota SUA em seu portal.
NADA.


Um e-mail que ninguém sabe e ninguém viu e uma twittada após três dias de constante pressão nas redes sociais, com seus fãs cobrando uma declaração contundente de desagravo e o Malacraia calado e bem pago! 

Já ontem, em função da repercussão desta matéria nas mídias sociais, o Malafaia se manifesta no twitter "contundentemente" reafirmando o que fez: Um e-mail de protesto e a reprodução de um artigo não opinativo e de terceiros!


Silas Malafaia, você não cabe no tamanho do seu ridículo.


Logo em seguida, publica em seu portal mais um artigo atacando os blogueiros. Desta feita, acho que quis tirar uma onda comigo: São pessoas frustradas, recalcadas, invejosas, onde o sucesso dos outros incomoda muito mais do que seu fracasso ou mediocridade. (o de sempre) Gente falando da minha vida, que eu nunca “vi nem mais gordo, nem mais magro”. (Opa!)

Leia aqui o dasagravo de Malafaia. Este sim assinado por ele e no tom que lhe é habitual.


Então, pergunto:

- Ô Zé Ruela, porque não faz um destes posts bacanas atacando a TV GLOBO? 

Não faz porque seu “deus” é o dinheiro e ao contrário do está escrito em seu artigo, esteve pastor por 30 anos, mas hoje não tem honra para ser nem um bom vendedor televisivo. Não passas de um camelô. Sua chance de ir para a Globo é arrumar um bico no Shoptime!

Silas, eu quero saber quantas vezes mais vais usar o argumento defendendo que aqueles que te criticam o fazem porque querem aparecer às suas custas e são invejosos do seu dinheiro?


Ontem, depois do artigo de Márcio de Souza,  Malafaia abriu a boca, mais baixinho, pra os Marinho não ouvirem. Psiu! Eu protesto! Leiam meu desagravo no twitter, mas não espalhem... Pelamordedeuuuus!


Será que você não percebeu que todos que o criticam sentem exatamente nojo do dinheiro você amealhou explorando a indústria da fé? Seu dinheiro é podre e a sua fama é comprada. Você diz que é rico por ser dono da segunda maior editora evangélica do país. Só se esquece de lembrar que construiu a base do seu império tal qual Edir Macedo, recolhendo contribuições sem cessar para os seus projetos e empresas. Ou será que você de tanto enganar a outros, acreditou na sua própria mentira e agora enxerga incontáveis talentos devotados a produzir estes panfletos mal escritos cheios de baboseira de  autoajuda que são os seus livros campeões de vendas? 

De todas as ofertas que você já arrecadou, poderia nos informar em que obras sociais as investiu? Quantos missionários o seu ministério sustenta no campo?

Seu conceito de evangelização e discipulado são estas micaretas gospel – shows onde quem brilha é você e Jesus passa longe! Seu investimento em missões é reunir pastores em hotéis de estancias hidrominerais onde você os adestra em seu modelo de negócios, para depois carrega-los para a sua seita. E, por via das dúvidas, trata de levantar uma oferta boa, por lá mesmo, depauperando as finanças de comunidades inteiras.

Silas Malafaia, você vive de mídia! Seu ciclo é criar polemicas em programas de TV e vender muitos livros nos intervalos.


Em menos de 2 horas após o post cobrando a sua reação cair na rede, lá estava você postando e seu portal um desagravo pessoal aos seus perseguidores, os pobres blogueiros endemoniados.

E para a TV GLOBO? Um e-mail. E, agora, uma twittada. Morro de rir.


Para a dramaturgia Global a típica mulher evangélica é a crente da b*** quente: Uma mulher de passado duvidoso. Ex-modelo, manequim, peladona que agora se veste com saias até as canelas, blusa de botão e manga curta, cabelos enormes, sapato fechado, buço, óculos, sem maquiagem, sem desodorante (usa Bibliaxona) e casaco em pleno verão. Só fala chavão e, no intimo, continua uma tremenda sem-vergonha que a primeira oportunidade tira a roupa e pede para ser chamada de lagartixa e ser jogada na parede.


E qual é a origem deste esteriotipo ofensivo? A recorrência de certos padrões em personagens de folhetim é da arte. Não é um fenômeno atormentando somente os evangélicos. Muitos outros grupos sofrem com ataques deste tipo. A diferença é que eles protestam e se há força de representação a coisa muda. E não precisa ser religião não! Eu me lembro de uma personagem de novela, vagabunda toda a vida, que era enfermeira e o sindicato dos enfermeiros foi lá e pregou a TV Globo com um processo. Uma reação a um esteriotipo preconceituoso recorrente. Em toda novela, tinha uma enfermeira que ao menor sinal pulava na cama do doente. Então tem de protestar mesmo! No caso das evangélicas, temos duas origens. A primeira remete a uma série de personagens de Nelson Rodrigues, sempre presentes em suas crônicas – a beata católica que no fundo é uma devassa. Acabaram as católicas devassas, ou melhor, as devassas dissimuladas no papel de beatas e as evangélicas assumiram o posto e, tadinhas, não tem um Malafaia para lhes defender (ironia, heim?). A segunda origem é obra e graça da mais triste realidade da nossa indústria de testemunhos. A ambição midiática de certo perfil de pastores que encontra estimulo extra na evangelização de artistas, jogadores de futebol e modelos famosas. Sempre um processo que dispensa o discipulado e acelera a exposição do “convertido” à comunidade objetivando atrair a atenção da imprensa e a curiosidade dos caçadores de conversões espetaculares. Houve um tempo que se convertiam tantas modelos de revista masculina que se tinha a impressão que havia uma célula da Sara Nossa Terra na Revista Playboy. É ou não é? Hoje, há mais gente se especializando neste “campo missionário”.


Com tanta loura-modelo se convertendo, teve editora que lançou a Bíblia desenhada em cores!


E o crente tem o direito de protestar? 
Claro que tem!

E em outro momento, quando seus interesses não estivessem em jogo o Malafaia protestaria? 

Oooo!



Mas como vai pegar mal, o que Malafaia faz é protestar contra a TV Globo assim:

http://www.verdadegospel.com/sao-goncalo-gospel-reunira-grandes-nomes-da-musica-evangelica/

Ontem mesmo publica matéria de capa em seu portal fazendo propaganda de um eventos Gospel da TV GLOBO!


Protesta assim lá em casa!

Vendido!












Danilo Fernandes (em dieta) para o Genizah






 

Apologética com Humor 3646218941859310557

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail