681818171876702
Loading...

... Teu Pai que vê o que está oculto...



Ciro Sanches Zibordi


Em Mateus 6.5, o Senhor Jesus afirmou: “E, quando orardes, não sereis como os hipócritas; porque gostam de orar em pé nas sinagogas e nos cantos das praças, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa”. O que Ele quis dizer é que não adianta nada usar de formalismo na oração, se não exprimirmos com sinceridade o que desejamos.

“O segredo da oração é a oração em segredo”. Essa frase não é um mero clichê; ela não faz parte daqueles bordões de autoajuda, repetidos mecanicamente, sem nenhuma eficácia comprovada pela Palavra. O Senhor Jesus foi claro quanto ao valor da oração em segredo: “Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto, e, fechada a porta, orarás a teu Pai que está em secreto; e teu Pai que vê em secreto, te recompensará” (Mt 6.6).

Para orar a sós com Deus, não é necessário estar em montes ou em lugares ermos, sem proteção e segurança. O Senhor Jesus orou em montes e no deserto porque não havia à época templos como os de hoje. Mas Ele foi claro, ao dizer: “A minha casa será chamada casa de oração” (Mt 21.13). E também afirmou: “quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai” (Mt 6.6).

Você precisa de ajuda do alto? Quer que a sua oração seja ouvida? Então, atente também para o que Jesus disse em Mateus 6.7: “E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos”. Não é pelo muito falar que seremos ouvidos. Elias que o diga. Lembra-se de seu “embate”, por assim dizer, com os profetas de Baal? Ele os desafiou a orarem ao seu falso deus, e ele clamaria ao Senhor Todo-poderoso. E o verdadeiro Deus seria o que respondesse por meio do fogo (1 Rs 18.20-24).

Depois da tentativa frustrada dos profetas de Baal, que falaram, falaram, falaram, “desde a manhã até ao meio-dia”, Elias ironizou: “Clamai em altas vozes, porque ele é deus; pode ser que esteja meditando, ou atendendo a necessidades, ou de viagem, ou a dormir, e despertará”. E de fato não houve resposta alguma (vv.25-29).

Chegou, então, a vez de Elias orar. Ele restaurou o altar, pondo tudo em ordem, e começou a clamar. Leia pausadamente, em voz alta, e marque o tempo no relógio, só para ter uma ideia de tempo (haja vista o profeta não tenha orado em português): “Ó SENHOR, Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, fique hoje sabido que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo, e que segundo a tua palavra fiz todas estas cousas. Responde-me, SENHOR, responde-me, para que este povo saiba que tu, SENHOR, és Deus, e que a ti fizeste retroceder o coração deles” (vv.37,38).

Pronto! Marcou o tempo? Fiz uma leitura pausada, devagar. Tempo: 30 segundos. Agora vamos à resposta a petição de Elias: “Então caiu fogo do SENHOR, e consumiu o holocausto, e a lenha, e as pedras, e a terra, e ainda lambeu a água que estava no rego. O que vendo todo o povo, caíram de rosto em terra, e disseram: O SENHOR é Deus! O SENHOR é Deus!” (vv.38,39).

Jesus responde sem que precisemos falar muito, na oração: “Deus, o vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais” (Mt 6.8). Não é pela quantidade de palavras nem pelo tempo de oração que seremos ouvidos, e sim pelo relacionamento de comunhão que temos com Deus.

Quanto tempo durou a oração de Jesus antes da ressurreição de Lázaro? Ligue o cronômetro e leia: “Pai, graças te dou porque me ouviste. Aliás, eu sabia que sempre me ouves, mas assim falei por causa da multidão presente, para que creiam que tu me enviaste” (Jo 11.41,42). Treze segundos de oração! Mas observe que não houve pedido algum. Jesus não disse: “Pai, por favor, ressuscite Lázaro”. Não! Ele apenas agradeceu ao seu Pai por sempre ouvi-lo.

Não precisamos orar para convencer Deus a nos ajudar. Ele já conhece todas as nossas necessidades antes de começarmos a orar (Sl 139.4; Is 65.24). Fala-se muito, em nossos dias, de “oração forte”, “poder da oração”, etc. Tenho visto telepregadores — ou telenganadores? — dizendo: “Mande a sua oferta, a sua semente, e nós faremos uma oração forte por sua vida”. Mas o que existe de fato é a oração eficaz, aquela que é ouvida, respondida pelo Mestre Jesus Cristo, o Deus Todo-poderoso! E isso ocorre quando a oração está de acordo com o que Ele ensinou.
 
ORAÇÃO 6704410136967803859

Postar um comentário

  1. Sempre leio os posts e nunca comento, apenas encaminho para os amigos.
    Concordo plenamente com esse assunto da oração.
    Muito bom!

    ResponderExcluir
  2. Só faltou ele dizer que não precisamos ir a lugares màgicos (entenda-se templos) para que o Senhor nos ouça melhor.Basta que fechemos as portas de nossos quartos, ou será que Deus se faz se surdo só pra gente ter que ir a algum templo? Será que ele é um menino birrento que bate o pé até que eu vá a algum templo?

    O mistério é grande meu irmão,kkkkk.

    Abçs Danilo e cuidado, seu blog está cada vez mais herético, mas graças ao Pai para melhor, saindo dessa teologia de bosta para entrar na teologia do Amor.

    ResponderExcluir
  3. Uma coisa que não entendo ainda é essa gritaria que rola dentro da igreja. Depois falam que é o Espirito Santo agindo, eu acho que isso ta mais para auto-promoção eclesiastica.

    ResponderExcluir
  4. Essas palavras são para edificar nossas vidas na caminhada,nos traz segurança,paz e crescimento!
    Agradecemos Senhor pela vida do Pr Ciro Zibordi,um dos poucos que ainda permite ser usado para Tua Glória!

    Márcia - Rio Grande do Sul

    ResponderExcluir
  5. Amados,
    Alguém poderia explicar teologicamente então como Deus atendeu a oração de Jabez?
    "Se me abençoares muitíssimo, e meus termos ampliares, e a tua mão for comigo, e fizeres que do mal não seja afligido! E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido."
    Não parece meio que ele "obrigou" a Deus? Sei lá...estranho isso...
    A PAZ

    ResponderExcluir
  6. eu não entendi uma coisa voce cita o trecho da biblia abaixo:
    ...não sereis como os hipócritas; porque gostam de orar em pé nas sinagogas....
    depois fala:
    “O segredo da oração é a oração em segredo”.
    depois volta a dizer: O Senhor Jesus orou em montes e no deserto porque não havia à época templos como os de hoje.

    afinal devo orar em templos como hipocritas ou em monte como Jesus?

    “A minha casa será chamada casa de oração” (Mt 21.13)
    E quanto ao versiculo acima eu achei que Jesus estava dizendo do templo dEle, que o nosso corpo.

    mas tirando esses detalhes o texto esta bem escrito

    ResponderExcluir
  7. Queridos, tenho tido grande alegria ao perceber que uns poucos profetas nao se curvaram. Em muito esse os textos aqui postados tem me servido e fico grata a Deus pela semente lançada. No amor de Cristo Lena

    ResponderExcluir
  8. Abçs Danilo e cuidado, seu blog está cada vez mais herético, mas graças ao Pai para melhor, saindo dessa teologia de bosta para entrar na teologia do Amor.

    Jesus Cristo...falam das coisas de Deus como se falassem uma piada.

    Leia Mais em: http://www.genizahvirtual.com/2011/03/teu-pai-que-ve-o-que-esta-oculto.html#ixzz1LIP3SSjC
    Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial Share Alike

    ResponderExcluir
  9. temos muito a apreender com o Senhor Jesus...
    mas temos que lembrar que Ele é manso e humilde não temos que pedir com repetições e sim com sinceridade de coração e crer que receberemos

    ResponderExcluir
  10. irmãos, as palavras acima são certas.. mas é preciso conhecer toda a Palavra para que não caiam em pecado.. a Palavra traz liberdade e não julgamento e opressão.. aprendam para não cometerem pecado.. e não para julgar e oprimir aqueles que ainda estão na ignorância.. lembrem-se que você também já foi ignorante (ou já veio puro e santo do céu?)..
    Não assuma a postura de juiz.. sejam filhos e servos, ovelhas.. não somos juizes.. apenas Jesus será o juiz quando voltar.

    ResponderExcluir
  11. irmãos, as palavras acima são certas.. mas é preciso conhecer toda a Palavra para que não caiam em pecado.. a Palavra traz liberdade e não julgamento e opressão.. aprendam para não cometerem pecado.. e não para julgar e oprimir aqueles que ainda estão na ignorância.. lembrem-se que você também já foi ignorante (ou já veio puro e santo do céu?)..
    Não assuma a postura de juiz.. sejam filhos e servos, ovelhas.. não somos juizes.. apenas Jesus será o juiz quando voltar.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: Comente usando a sua conta Google ou use a outra aba e comente com o perfil do Facebook

emo-but-icon

Início item
Instagram


Siga por e-mail