Caio Fábio fala sobre "a queda" de peito aberto.

O Rev. Caio Fábio fala pela primeira vez , de peito aberto, sobre o episódio que ficou conhecido no meio evangélico como "a queda".

Caio vai direto ao ponto, sem rodeios, e não busca escamotear o erro.




Para todos os que viveram e acompanharam este episódio marcante, esta gravação encerra um ciclo com a declaração do HOMEM diante das suas limitações. Eu confesso que me emocionei com o relato. Na declaração de fragilidade eu vi a força de um gigante em humanidade, coragem e honestidade.

Contudo, não foi por isto apenas que eu publiquei esta gravação.

A minha motivação segue na mesma direção do autor: O alerta para os perigos da desHUMANIZAÇÃO dos servos de Deus e a nossa tendência a nos gloriar em homens. (1Co 3:21) Estou finalizando um artigo sobre isto e conto uma história que surpreenderá a muitos:

Na semana passada soube que um ex-professor meu, amigo, pastor presbiteriano, conservador, exemplo de moralidade e ética, morador de Chicago, viu a sua filha de 14 anos cometer suicídio diante de uma crise causada, em última instancia, pelas pressões vividas pela sua família por conta deste processo de hiper expectativas por parte dos membros da igreja em relação a família pastoral.

Ao ouvir o relato do amigo, não pude deixar de pensar sobre os sentimentos de uma adolescente, já por natureza em grande questionamento sobre quase tudo e ainda sob os efeitos de um bombardeio de hormônios, quando se vê obrigada a suportar: vigilância, responsabilidade, maturidade, pressão social além do que lhe é devido pela idade. Se as coisas podem ficar difíceis para o pastor, imagine para a sua família! Ainda bem que contamos com o Senhor Deus a sustentar Seus Servos nestas horas difíceis. Na próxima semana escrevo mais sobre isto.

Reservem um tempo hoje para orar pela vida de seus pastores e de suas famílias.


Publicado em Genizah, dica do vídeo do Eliézer Santos

81 Comentários

Jocum Manaus disse...

REDENÇÃO, isso é o que muitos cristãos esqueceram que o Espirito Santos faz.
esperimente ouvir esse testemunho e ao fundo o Stênio Marcius cantando " O Senhor do tempo."
Glórias a Deus

Anônimo disse...

Emocionante e serve de alerta para mim...

Que o Senhor seja com este homem...

Ir Cícero

SBoss disse...

Danilo,
esta historia já é finda! Jesus já esqueceu e todos que nEle vivem também já esqueceram.
Não ressucite a dor que hoje é apenas cicatriz. Não ressucite a lágrima que hoje se faz sorrisos.

Bola pra frente! Caio continua pregando o evangelho e o ciclo não se encerra nesta declaração, mas se encerrou logo que teve seu inicio.

"o seu passado já não me lembro mais..."
Vivamos esta verdade

ALDO VIEIRA disse...

Caramba!!!!Quantos "homens de DEUS" deveriam ouvir isso!!!

Gildo de Carvalho disse...

O Caio encontrou de novo ou seu ponto de apoio. No fim, Deus conhece seu coração assim como ao coração de cada um de nós.
Lembro a Palavra de que a medida do julgamento que cada um impõe seguramente lhe será retribuída em momento oportuno.
O serviço do ministério traz o pastor à igreja todos os dias, mas pode leva-lo para longe da comunhão com Deus..

Fico feliz em ouvir este relato tão importante.

Obrigado!

Gildo
www.gildocarvalho.blogspot.com

Dilair disse...

Quando eu crescer quero ser igual a Jesus!!!
Chorei com Rev. Caio, que alívio poder ser apenas humano, ele é um querido, eu amei ele antes, mas o amo mais agora... por que ele é humano e se dá o direito de ser, até por que
Deus nao vai exigir mais do que isso de nós: que sejamos humanos, por que quanto mais conhecemos nossa frágil humanidade mais dependemos dEle.

Alan disse...

É um alerta para todos nós....

Deus continue te abençoando Caio Fábio!

Um grande abraço irmão Danilo e equipe!

Arauto disse...

Tremenda confissão... Fico pensando quantos poréns sobre a vida do Caio ainda colocaram diante de uma palavra desta. Ela é um alerta para todos nós, para que entendamos que o caminho do verdadeiro "sucesso" não é subir, mas descer em humildade e quebrantamento.

Anônimo disse...

Demorou pro blog publicar algo que realmente edificasse a Igreja de Cristo. Acusação sem ação e exemplo é totalmente vã e sem propósito.

Parabéns!

Descanso da Alma disse...

Esquecemos que antes de cristãos somos humanos, passíveis de erros. Este é um testemunho de verdade, onde não há o que se ganhar, mas o que se perder para se libertar.
O Caio caiu, porque havia esquecido e precisava ser lembrado, acabou engasgado com a própria saliva e hoje, sabe o que significa viver no limite, sem ter nada, sem esperar nada. Assim como Jesus fez com seus 12.

Que possamos viver assim, sempre no limite.

Maravilhoso ouvir isso e nos lembrar qual o nosso verdadeiro lugar na história.

Paz e bem

Vidal disse...

O Caio está sendo mais usado por Deus agora depois que conheceu de fato a Superabundande Graça de Deus. A maneira apaixonada como ele fala de Jesus tem edificado e abençoado minha vida e a vida da Comunidade da qual sou servo! ESTAMOS JUNTOS CAIO!

Zé Luís disse...

Como seria se nos despissemos de nossas máscaras, de nosso ego, se nosso desejo de não sermos reprovados não nos impelisse a mentir, ocultar nossas verdadeiras identidades.

Talvez (eu disse talvez) conseguiríamos nos libertar e falar da Palavra com a liberdade que esse homem alcançou.

O que podia envergonhar em nosso íntimo é publico neste homem. Como seria a Igreja se todos rasgassem suas almas assim?

Parabéns pela iniciativa, Danilo.

Daniel Grubba disse...

IMPACTANTE !!!

Música, Ciência e Teologia disse...

Fiquei com a impressão que eu sou culpado pela "queda" dele! Será? Admiro muito o Caio, sempre o admirei, apesar de não concordar com o divórcio dele.

Apenas para dar um exemplo, C. H. Spurgeon foi tão influente na vida dos londrinos nos idos de 1850 quanto o Caio. Spurgeon tinha creche, escola de pastores, revista, impressão semanal de sermões, pregava até 20 vezes por semana, tinha dez mil pessoas a ouvi-lo todos os domingos e não "caiu".

Sou solidário com a angústia dele, mas não a causa do que aconteceu.

Até mais, Marcos.

blogdaleilahh disse...

Estive no último Congresso da Vinde em 1998, em Guarapari.
Logo depois veio a "queda" dele.
Sim, fiquei decepcionada. Sim, eu era uma de suas seguidoras...e depois falei mal dele.
Aff...quem sou eu? Eu não poderia atirar pedras.Eu era pecadora como o Caio.Perdoe-me Senhor!
Aí...Achei que a maneira que ele pregou lá...uma pregação que não gostei (ah eu me achando de novo...misericórdia Deus!)
tinha a ver somente com o pecado do adultério...somente isso.
Agora ouvindo esse vídeo...imagino que ele estava sofrendo, pois quando estamos em pecado...a alma, o espírito sofrem e adoecem até os ossos.
Assim como o Caio, eu tenho experimentado a Graça e a Misericórdia de Deus. Isso sim, é a melhor coisa.
"O SENHOR não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração." 1 Samuel 16.7

blogdaleilahh disse...

Ah...depois fale mais sobre o pastor de Chicago e sua filha...visite o post que coloquei no meu blog e veja o que aconteceu com um filho de pastor aqui da região:
http://blogdaleilahh.blogspot.com/2009/12/filho-de-pastor-abandona-filha-adotiva.html
Temos que orar sim, pelos filhos de pastores.
ABraço.

Anônimo disse...

Esse depoimento é de um verdadeiro servo de Deus.
Siga em paz Caio. Conte com minhas orações.
Um abraço em Cristo.
Honório Álvares - Goiás.

Cristiano disse...

Será que ele finalmente se converteu, Depois de tantos anos ?

porque convertido ele nunca foi.

3 João 1:12 Aquele que pratica o bem procede de Deus; aquele que pratica o mal jamais viu a Deus.

Daniel Clós disse...

Concordo com tudo que o Caiofalou... sempre escuto suas pregações no site dele e o programa Papo com Graça... no entanto, peço ao nobre irmão que escreveu o texto, não ser tão exageradamente "exaltador"... Caio Fábio é um servo de Deus não o próprio Deus.

Sidinei Bühler Kauer disse...

Bah, declaração poderosa! Sábias Palavras!

Júnior Rubira disse...

Olá Danilo, a paz do Senhor!

Eu discordo de muitas coisas no Caio Fábio, e como tive a oportunidade de dizer no Púlpito Cristão, não vejo nele o homem tão especial que muitos veêm, embora o veja como um servo de Deus.

Ao ouvir este trecho de mensagem, esta declaração tão apaixonada e cheia de propriedade no tocante a graça que restaura o homem em Cristo, posso com toda certeza continuar afirmando, este homem não merece continuar sendo apedrejado por um erro que o próprio Deus já lançou no mar do esquecimento.

Que Deus abençoe o Caio, e não só, mas também a todos nós.

Em Cristo,
Júnior Rubira.

Kyle disse...

o que mais falta a este homem? agora está explicando-se da sua "queda" colocando a culpa de suas presepadas nas expectativas frustrantes dos outros... assim é bom demais!!

Pastor Coutinho - Volta Redonda-RJ disse...

Caros amigos do Genizah. Quem Lê e ouve o audio pensa que o Caio Falou isso no máximo semana passada, mas tem de 5 a 6 anos. Ele disse isso na Catedral Episcopal de Recife. Se não me engano quando ele falava sobre a Igreja de Filadelfia (não tenho certeza). Um amigo pastor estava lá e comprou a série de sermões e é lógico que eu gravei.
Em Suma tem muito tempo que o Caio disse isso, e ele ainda pensa assim.
Fiquem com Deus

Daniel Novi Damo disse...

Que bom que ele se reencontrou, não era crente quando o Caio se divorciou, gosto de suas pregações e idéias, mas eu acho que vocês exaltam demais ele, até percebo uma política de puxar a sardinha para os tradicionais e descer a ripa nos pentecostais...por favor vámos ser mais imparciais.

Mônica Penna disse...

Eu estva lá nesta noite - Catedral da Igreja Episcopal do Recife - e foi emocionante ver um homem se desnudar assim. Lembro de ter chorado junto com ele e imaginado tudo o que ele e sua família passaram.
Sou psicóloga e continuo batendo na tecla da necessidade de vermos nossos pastores como PESSOAS que também precisam de orações e cuidado como nós precisamos.
Muito projetaram a e ainda projetam no Caio muitas coisas e outros, não suportam ouvir as verdades que ele diz, até pq ele o faz de forma sarcástica na maioria das vezes.
Cada um responde à vida e aos outros como é possível de acordo com sua vivência, esta é a dele para o momento.
Deus o abençoe!

Pastor Marco Lucas disse...

Emocionante o depoimento, tb refaço minha visão sobre este homem de Deus. Que trajetória impressionante!! Só aprendo...

Pastor Marco Lucas.

Anônimo disse...

O que fazer quando não se ama mais o seu conjuge, mesmo sendo servo de Deus, orando, buscando a intervençao divina no amor para o conjuge, mesmo sendo aconselhado pelos amigos pastores a continuar, mesmo com a preocupaçao com os filhos, mesmo sendo pastor reconhecido, mesmo sendo pastor de ovelhas. E aí, continua... separa....mantem as aparencias.... perderia a salvaçao por manter a aparencia, perderia a salvaçao por divorciar-se, o que voce faria... o que voce aconselharia...

(Brilhante)

Anônimo disse...

Poderia ter feito como o Macedo que não se mete com esses politicos e ainda assim administra muito mais coisas que o Caio administrava na época.

Caiu porque estava soberbo e orgulhoso e Deus abate aquel e que se exalta. Todos nós podemos passar por isso a qualquer momento. Caio foi homem para assumir suas decisões. Que ele responda sempre diante de Deus que o justifica. Nós não temos mais que ficar jogando pedras. Eu me arrependo até hoje te ter julgado o Caio, porque quem sou eu que julga o servo alheio. Se está em pé ou cai, para seu Senhor o faz.

Deus tenha misericórdia de nós hoje, agora, imediatamente.

Amém

DARTH METRIUS disse...

Eu admiro muito a Caio Fábio Filho, mas até agora ele apenas se justifica e tenta se explicar. Nunca foi, nem mesmo neste vídeo, a público e confessou o seu erro de modo que demonstrasse arrependimento.
Se isso já aconteceu, não sei. Mas os frutos disso, como João pedia dos fariseus quando este vinham ao batismo no Jordão parecem não aparece.
Separou-se da esposa, casou novamente e agora está com a terceira mulher. Muito cristão isso, não? Lembro da minha infancia, gando ele era pastor em Manaus, minha cidade, na igreja Presbiteriana Central, onde o pai dele foi pastor por muitos anos, Rev. Caio Fábio (Pai), ele tinha uma teologia realmente espelho do evangelho. Agora suas mensagens são de muitas palavras, criticas (não aprendeu nada com o caso Edir Macedo e Dossiê Caiman), e muita apologia a falsas verdades.
Caio sempre terá meu respeito e admiração, mas também terá sempre minha reprovação!

Cláudio Nunes Horácio disse...

O Rev. Caio Fábio hoje está melhor que nunca.

Anônimo disse...

Caio Fábio, nesta gravação, faz uma autojustificação, mesmo que a literalidade da fala nos induza a crer em arrependimento e nova vida. Não estou a julgá-lo, mas se ele quer se redimir de algo que o incomoda, que ponha o dedo na ferida e diga o quanto dói ao invés de jogar anestésico. O Senhor é suficiente para justificá-lo.

Isabella oliveira madeira disse...

È triste sim, ver como o homem cristão fica se apoiando e esperando algo de bom do homem! Ninguém é perfeito, e não podemos esperar lideres perfeitos e completamente irrepreenssiveis, pois nunca existirá! Só o nosso Senhor Jesus, do qual é digno de glória! Mas muito me admira um blog como esse, não meter o pau no Caio Fabio, como em tantos outros, sim ele falou, falou, mas no fundo não admitiu sua culpa, afinal nada justifica o divórcio, pode se divorciar... até pode, mas sabemos que em tudo devemos perdoar, e nos reconciliar com os outros, não sei o porque do divórcio dele, por isso não vou julga-lo, e tb nem devo! Precisaria tirar muitastraves dos meus olhos antes!É por isso meus irmãos, que peço q tb tomem cuidado de julgarem e de esculacharem os líderes, sei que eles tem atitudes muitas vezes desprezível, mas devemos sempre exortar qualquer irmão que seja com a Sabedoria do alto, para sempre produzir vida e não morte! Afinal, todos tem famílias, filhos que sofrem assim como essa menina que se suícidou... Precisamos sempre da misericórdia de Deus!

prcleilson disse...

Antes ele era um ídolo impecável, hoje é um ídolo pecador. Provou graça maior porque o pecado entrou em cena.

Petruska disse...

Vocês me desculpem, mas dizer que Caio Fábio falará do assunto "pela primeira vez" foi uma forçaçãozinha marqueteira horrorosa: há pelo menos uma década li uma entrevista dele para a Eclésia (quando ela ainda era Vinde), em que ele falava abertamente desse mesmo episódio. A entrevista foi tão marcante, que lembro de trechos dela até hoje.

Naiara Cerqueira disse...

Se os homens que Deus concedeu a graça de serem conhecidos para levarem a sua palavra pensassem como este homem, talvez a realidade do povo de Deus e dos demais fosse diferente. As vezes é preciso se ter um espinho na carne para reconhecer que toda glória pertence ao Senhor, nós somos apenas flores que viemos para perfumar este mundo com o perfume de Cristo mas que logo murchamos neste corpo imortal.

Marcos Antonio disse...

Não podemos condenar um homem que continua sustentando a fé em Jesus Cristo. Sei que ele é cristão fervoroso, de ardente amor pelo reino. Repudio o comentário de alguém aqui, afirmando que ele nunca foi convertido.
Mas isto não significa que não possamos ter o direito de lhe guardar certas reservas, se suas idéias e sua vida contenham algo que não parece em plena harmonia com a pregação cristã em geral.
Caio fez um grande nome como orador de estilo envolvente, por isso faz pessoas chorar. Falando de seu próprio drama pessoal, do jeito como sabe falar, o impacto é ainda maior. Nunca fui um "Caiomaníaco", mas o admirava muito e o tinha como referência. Nem precisava ouvi-lo falar para chorar. Só a presença pessoal dele, com o seu carisma, já me provocava forte emoção.
Infelizmente ele deixou de ser a referência que era para mim, não porque caiu, mas pela maneira como se recusou a ser conduzido na Igreja Presbiteriana após sua queda, ao romper os laços atirando pedras.
Concordo que o sistema disciplinar da IPB está longe do ideal e às vezes comete injustiças, mas isto só deveria levar à luta por correções necessárias. E mesmo quando se resolve sair da denominação, o mínimo que se deve fazer é agradecer a Deus por tê-la usado como abrigo e fonte de tantas bênçãos por tantos anos.
Entendo que suas constantes referências pejorativas à "igreja" (assim mesmo, entre aspas) se aplicam a todas as denominações, tanto tradicionais como pentecostais. Tais referências ferem a muitos, inclusive a mim, pois me sinto entre aqueles contra quem ele dirige críticas até jocosas às vezes. Assim, a dramatização de sua queda e de sua confissão de pecador não chegam a me tocar, mesmo porque, mesmo admitindo ser pecador, ele me parece insistir em compartilhar a culpa, lançando-a sobre os que o idolatravam. Como Adão, que compartilhou a culpa com a mulher que Deus lhe dera, Caio me parece compartilhar a culpa com os seguidores que Deus lhe dera. Os arrependidos não dividem o julgo da culpa. Eles a assumem como unicamente sua, pelo seu orgulho, por sua vaidade, por sua concupiscência, etc.
Conforme alguém comentou aqui, ele já viveu duas separações, vez que já está com a 3.ª mulher. Não nego o direito de qualquer cristão refazer sua vida, já que o perdão, a graça e a misericórdia (de Deus e dos Homens) assistem os que caem, até mesmo os infiéis verdadeiramente arrependidos. Contudo, um homem dito de Deus, ainda que todos saibam que ele é tão pecador e tão sujeito a quedas como qualquer outro, deve ter como alvo o amor pela esposa até o fim, pois ele é referência maior. Tem que sobreviver até mesmo a suas quedas. Quantas esposas cristãs já perdoaram seus maridos, inclusive pastores, e o casamento continuou até mais fortalecido!
É isto que tento dizer em uma canção sobre casamento que gravei e publiquei em vídeo. "Indissolúvel" é o seu título, pois trata de união feita por Deus, não porque seja casamento de meros membros de igrejas, mas porque de dois indivíduos em plena comunhão com os interesses absolutamente prioritários do reino de Deus e que encarnam mutuamente o perdão, a graça e a misericórdia que receberam de Deus para si individualmente, direcionando-a ao cônjuge.
A propósito, esta música pode ser ouvida gratuitamente em vídeo (não há CD ainda), pelo link a seguir: http://www.youtube.com/watch?v=inNlmPUm5Ww&playnext_from=TL&videos=Ee3G5Cb_JkI

SALOMAO JOSE DOS SANTOS disse...

quem nunca errou atire a primeira pedra, somente cristo em sua infinita graca teve a virtude de dizer com esta autoridade,,,DEUS te abrencoe irmao CAIO

Marcelo disse...

M.A.
Nosso Deus! Mesmo o cara falando que o motivo de sua queda foi a divnização do homem, ainda tem um monte de gente babando ovo nele. Um monte de pastor falando que os "pastores" deveriam ouvir este relato. Prestando atenção um pouco melhor neste relato, tenho a impressão de que o melhor mesmo não é buscar ser irrepreensível, mas o legal é reconhecer as culpas abertamente.

David disse...

Senhor!
Daqui desse banco frio,
vejo meu pastor de joelhos no chão
sinto o calor de suas lágrimas
o tremor de suas mãos...
Imagino suas noites em claro no seminário
Suas dores de amor,
suas viagens de última hora...
sua familia distante...
as injustiças das suas ovelhas
suas perdas
suas opções
suas dores...
Daqui posso ver quão humilde,
quão pecador e consciente disso ele é...
sabedor de muitas coisas
das quais não poderá jamais nos dizer
pois somos fracos, somos do leite...
Senhor!
ao meu Pastor dai sempre a força que ele precisa
para aceitar minha ingratidão,
minha palavra fria,
meu descaso,
minha ira,
Senhor!
a esse pecador que me guia
dai sempre a força para tremer, orar, interceder por mim...
Daqui desse banco frio
vejo erguer-se o homem
prestes a cair a qualquer momento
que seguro em Tua palavra se mantém de pé
apesar de mim e desse banco, frios...
De longe vejo seus olhos de chorar
tão acolhedores que são
os olhos de meu Pastor...
...

David disse...

Minha sincera opinião é que nada mudou, continua sendo o mesmo, o mesmo pastor, homem e pronto, não está melhor agora nem pior, apenas continua na jornada, não o via como perfeito antes nem agora, apenas um pouco mais humilde, coisa nada especial para quem se propôs estar na brecha...

Edinelson Lopes disse...

"Ouvi" o vídeo, fui para casa e no outro dia (hoje) ainda estava mastigando o que ouvi, calmamente e em paz, antes que me critiquem por ter opnião e não escrever apenas quando concordo, não entendi este vídeo como uma declaração de peito aberto porque o Caio simplesmente colocou a culpa nos outros, nas expectativas dos outros, quando os outros, porque os outros.

Ele não precisave ter caido em PECADO para descobrir que não é ninguém, de fato a queda foi antes da "queda", e a Palavra também diz: "...foi me bom ter passado por aquela aflição, para que aprendesse Teus decretos..." (Salmos 119:71), mas agradecer por ter pecado???

Entendo a nova posição deste homem e até concordo, em partes, com o que ele fala por aí (interntet), certamente há muita coisa errada em nosso meio, muita, vergonhosamente, muita, mas neste vídeo, o Caio colocou, abertamente, a culpa nas pessoas que esperavam dele uma postura de homem de Deus, ou este termo também está errado?

Há de se criticar o Silas, o Morris, o Murdock, mas o Caio, o Danilo, o Edinelson, o irmão mais "famoso" no universo "Gospi" e o que vive no anonimato. Devemos ser criticos, criteriosos, e neste pensamento, meus critérios me fazem não confiar neste homem Caio Fábio. Não pelo que ele fez ou deixou de fazer, pois eu conheço meu próprios erros e sei quem está escrevendo estas linhas, não confio no Caio Fábio porque, para mim, mais uma vêz, infelizmente, não vi humildade nenhuma, novamente o homem responsabiliza outros por aquilo que ele escolheu fazer.

Ser líder é isso, assumir responsabilidades. Não consegue? Se perdeu no caminho? Não culpe aqueles que, com menos conhecimento que o seu, esperavam aprender contigo.

Para os que defendem qualquer um sem usar de bom senso: não me julguem pelo que escrevi, nestes 31 anos estou aprendendo, assim como eu não os resumo por um texto, não façam o mesmo, antes, façam como eu, sejam criteriosos e sigam em frente. Querem questionar? Questionem, mas não digam o que não sabem!

Edinelson Lopes

Edmar disse...

Escrevo às 23h25m de domingo. Acabo de chegar depois de um dia na Igreja que sirvo como pastor há 12 anos. Algo me faz desistir de ver TV e esperar o sono chegar, para dar uma olhada no seu blog. Fui lendo e fui ficando... até que, antes de desligar o computador, vejo a face de Caio sorridente e decido dar meu depoimento sobre ele. Tudo que se refere a ele me chama a atenção porque Caio foi usado por Deus para quebrar a minha resistência em ser pastor. Quando vi e ouvi sua mensagem sobre Absalão (a melhor mensagem que já ouvi, até agora) meu coração enternecido pelo Espírito Santo me levou a orar por ele. Decidi que poderia servir meus irmãos como pastor. Mas minha resistência em aceitar o chamado somente foi vencida porque eu vi um homem sensível que parecia ser profundamente tocado pelo pregava. A mensagem, segundo o que via e ouvia, era pregada para ele também. Quando ele disse: "Se eu tivesse que pontuar uma queda..." me pareceu uma ponta de arrogância. Ele caiu! Foi por isso que continuou sendo importante para mim. Porque se um homem como ele caiu, quanto mais eu! Não tenho sua inteligência (Caio é um gênio!), não tenho sua fluência verbal (um dos melhores oradores que já ouvi pregar, quem me dera tivesse 10% de sua capacidade!). Admito que isto pode parecer inveja, mas sinceramente minha admiração nunca fez menos do que amá-lo e - sempre que vejo ou leio algo sobre Caio - orar por ele. Logo depois do escândalo, o convidei para pregar em nossa Igreja. Não sabia que ele havia se casado novamente com a Pra Andréia. Eu não concordo com ordenação de mulheres nem com um novo casamento depois de um adultério, mas, como disse, não sabia que ele estava casado. Quando me apresentou sua esposa, fiquei constrangido e não tive coragem de pedir-lhe que não pregasse. O templo nunca esteve tão cheio! O que eu diria àquela pequena multidão (o santuário não comportava mais de 100 pessoas)? Medrei mesmo. No entanto eu queria estar perto de alguém que sempre admirei e ainda admiro. Confesso que gostaria muito de convidá-lo novamente, mas não devo. Infelizmente suas racionalizações que tentam explicar sua separação e, consequentemente, sua nova união não convencem a ninguém. A não ser quem está na mesma situação que a dele. Não é fácil pastorear, não é fácil crer em Cristo Jesus (porque crer nEle é obedecer a Ele) e não é fácil ser Caio Fábio. Por isso sua fala neste vídeo é uma excelente oportunidade para obedecer a voz do Espírito Santo na pena de Paulo: "Não ambicioneis coisas altivas, mas acomodai-vos às humildes" (Rm 12.16). Caio ainda precisa tomar outra decisão firme: deixar o adultério e se "castrar" por causa do Reino dos céus (Mt 19.12). Sua alma é mais importante do que a companhia de uma mulher, com certeza.

Elídia :) disse...

Eu escutei só agora esta gravação, e não achei q houve confissão, ou mea-culpa, ou seja lá o q for...quero evitar julgamentos, mas só acho q a culpa foi apenas "transferida"..se é q ela existiu, porque a culpa somos nós mesmos que criamos quando nos sentimos pressionados pela "verdade", em minha opinião...Só acho q a banalização de relacionamentos íntimos não humanizam nem deixam pessoas melhores nem piores...acho sim, concordando com o ditado pregador, q as pressões é q eu induzem a situações desse tipo, não justificam, mas explicam boa parte doque rola por aí...Conclusão: (ainda) tem gente que pensa que pastor é assexuado.

Johnnÿ Grinder disse...

A Desumanização é terrível, um grande amigo e irmão meu chegou a ponto de se desviar por causa do excesso de veneração colocada nele por ele ser "um exemplo pros jovens", já que estudava pra virar missionário e iria já para Guiné-Bissau, mas as contradições desse "pedestal" logo surgiram, ele se desviou, voltou recentemente, mas permanece com uma vida confusa devido ao fato de os que outrora o veneravam agora o olham com olhos reprovadores... triste isso.

Alberto disse...

Obrigado, sempre Reverendo Caio Fábio, por seu relato tão humano, tão verdadeiro e tão bíblico!
Olharam para o senhor, e muitos ainda insistem em olhar e acusá-lo, como um homem que permaneceu caído, derrotado, arrasado. Não atentaram para a sua dor, para o que o senhor perdeu e nem para tudo o que sofreu. A Igreja, realmente e infelizmente, é o único exército que abandona os seus feridos, os que precisam de ajuda para se reerguerem. Não fosse o Espírito de Deus na vida dos soldados do Exército de Cristo que são abatidos em combate, a chamada igreja os deixaria lá, à mingua, caídos no campo de batalha. E se o senhor caiu, como o senhor revela em seu depoimento emocionado, foi tão somente porque o senhor não fugiu da batalha, da guerra. O senhor foi para ela. Meu falecido pai, homem honrado e temente a Deus, costumava dizer-me que a pior vergonha não é perder uma batalha, ou uma guerra, mas sim, a pior vergonha é não partir para ela.

Aqueles tantos que se beneficiaram de sua posição naquela época, que não foram ao campo de batalha, que viviam lhe bajulando e que depois entraram até mesmo em embates sérios entre si objetivando e disputando os despojos de sua "queda", e que hoje ocupam púlpitos, cargos diretivos em ONG´s e em instituições eclesiásticas e paraeclesiásticas, e até mesmo em cargos importantes nos governos, não hesitaram naquela ocasião em lhe enfiar facas nas costas e em desferir golpes sujos contra a sua dignidade pessoal.

Mas graças dou ao bom Deus, que através de sua Palavra nos assegura que somos mais do que vencedores em Cristo Jesus. O senhor, sempre Reverendo Caio Fábio, manteve o bom ânimo, e venceu toda a sorte de podridão lançada sobre a sua vida por esta "igrejinha secular" medíocre, difamadora, diabólica, que insiste em se apresentar como Igreja de Cristo. Graças dou por sua vida, sempre Reverendo Caio Fábio, meu irmão em Cristo, meu professor de vida cristã e amigo da verdadeira Igreja fundada por nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Seria muito bom se esses pastores eletrônicos da atualidade pudessem ouvir este seu testemunho, como que um alerta para eles, que se julgam, a maioria, intocáveis e acima do bem e do mal.

Ricardo Ferreira disse...

Caio Fábio é uma das raras vozes conscientes entre líderes cristãos. Suas pregações foram e são como oásis para quem não aguenta mais discursos repetitivos, mornos e que agradam a todo mundo só para encher a igreja. À exceção do Caio, não aparece 1 único ser humano que joga a realidade das igrejas corruptas, e do evangeliquismo moderninho e frio à luz do dia. Exatamente por isso, ele paga alto preço. Quem desce a lenha nele simplesmente não entende. Estão com escamas nos olhos. Talvez, se elas vissem Jesus atacando os mercadores do templo, também iriam achar que Jesus nunca foi salvo e que estava caído e amargurado.

Vejam que ridículos alguns comentários vistos aqui: "não vi humildade nenhuma" (Esse é bom. O cara sabe qual é a cara da humildade. Bateu o olho ele já vê, é humilde ou não). "responsabiliza outros por aquilo que ele escolheu fazer" (Qual parte do ‘sou o maior dos pecadores’, parafraseando Paulo, o cidadão não entendeu?), "nunca foi convertido" (Esse aqui virou Deus. Sabe quem vai ou não pro céu. Deve dizer que a Madre Teresa também vai pro inferno... não seguiu a cartilhinha ‘minha salvação, lição 1’), "se ele quer se redimir de algo que o incomoda, que ponha o dedo na ferida e diga o quanto dói ao invés de jogar anestésico" (O cara fala em púlpito sobre a separação e é anestésico? O que vcs querem?? Detalhes de como o sexo está mais legal com a nova mulher?), "Separou-se da esposa, casou novamente e agora está com a terceira mulher. Muito cristão isso, não?",(é.. cristão é manter pra sempre um casamento que morreu só pra segurar as aparências. Como se Deus não conhecesse os corações de ambos os cônjujes), "Caio sempre terá meu respeito e admiração, mas também terá sempre minha reprovação!" (Esse aqui então.. é muito coerente pra falar dos outros...). Lamentável, essas pessoas preferem pastores que mentem, fingem, e mantêm instituições falidas só pra não queimar o filminho de “servos de Deus” e não perder a mamata.

Anônimo disse...

Procurar justificar os erros, acusar os outros e culpá-los de seus delinquentes pecados, sendo conhecedor da verdade, mestre, sabedor mais do que ninguém do que é certo e errado, utilizador do dinheiro a ele confiado, para saciar seus deleites, suas luxúrias, suas sodomias e suas prostituições. Pregava o evangelho para defender suas mentiras. Lobo e falso profeta

Robson Batista disse...

Quem dera se todos os servos de Deus tivessem a coragem de admitir seus erros, reconhecer suas limitações e serem alcançados pela Graça de Deus, com certeza teríamos menos escândalos e bizarrices no meio evangélico, a Igreja não estaria doente nem contaminada com o "evangelho da prosperidade". Deus abençoe a todos!

Anônimo disse...

Estão "levantando muito a bola" do caio. Cuidado!

Anônimo disse...

Foi ele que pecou, não vem dizer que a culpa é de quem aplaudiu, elogiou, etc, etc, etc, ele foi intoxicado pelo pecado e não por crente, a bíblia diz que pecamos por causa da nossa PRÒPRIA cobiça, acho ele amargo demais, acho que é porque perdeu toda a glória que tinha, ele não é humilde como quer parecer.

Anônimo disse...

DE QUE SE QUEIXA O HOMEM, A NÃO SER DOS SEUS PRÓPRIOS PECADOS.

Edinelson Lopes disse...

Esta é a primeira e única vez que farei isso!

Querido Alberto (08.09.2010 - 21h32min)

Quanta besteira você escreveu neste comentário hein? Caio Fábio é quase um deus para você?

Veja novamente o vídeo, amigo, note que os culpados pela queda do Caio foram os irmãos e não ele. Não foi ele que não suportou a pressão de ser líder, não foi ele que adulterou (vai justificar ou se arrepender?), não, não foi ele, foram os irmãos que esperavam dele liderança.

Claro que admiramos certos líderes e nisso não há pecado algum, devemos tê-los por perto, aprender com eles, quanto puderam caminhar com os líderes que admiravam?

Mas agir (escrever) como se nada do que ele fez, realmente tivesse feito, ou ainda o tratando como um coitadinho, colocando a culpa na igreja como você fez. Para escrever isso, certamente você não sabe o que é IGREJA.

Veja o comentário do Edmar (19.08.2010 - 12h43min), um admirador do Caio, mas um homem coerente e racional quando diz que suas palavras não convencem ninguém.

Não Caio Fábio, eu não sou o culpado por você ter traído sua esposa, a culpa, ou antes, a responsabilidade é sua, adimita e vença. Tenho minhas próprias batalhas para travar e serei responsabilizado pelas quedas, quando houver, mas espero glorificar a Deus vencendo.

Sem maldade irmão, mas não dá pra engolir tanta ladainha! Raciocine (Romanos 12:02)!

Edinelson Lopes
SIGA O MESTRE

Ramos. disse...

Para defender o seu idolo, as pessoas passam até por cima da palavra de Deus, adultério continua sendo adultério, só porque era famoso e admirado merece outro tratamento?

Aquele que confessa e deixa alcançará misericordia. ( Provérbios,28:13.)

Oremos pelo Caio Fabio, para que ele deixe o pecado do adultério, e não fique dando desculpas, isto vale para todos nós.

Tenham como referência amados irmãos, Jesus Cristo.

Rosecler disse...

Que esta lição de vida seja realmente verdadeira e abra os olhos do povo de Deus, principalmente os meus. Rosecler Guarulhos SP

Robson Lelles disse...

Definitivamente, algumas pessoas não se contentam em assistir ao tropeço de um homem como o Reverendo Caio Fábio: tratam de reapedrejá-lo todos os dias, extraindo disso um prazer mórbido.

Graças a DEUS, que o reergueu, mais forte que nunca, posto que é fortalecido no Espírito de DEUS.

Que todos nós possamos um dia sermos reerguidos pelo Espírito de DEUS como este homem foi, e então largaremos as pedras de nossas mãos e trabalharemos "de fato" pelo evangelho, livre das ambições, vaidades e orgulhos plenos de falsidade.

Forte abraço, Danilo!

Anônimo disse...

todos erramos só quem pode julga-lo é DEUS.

Fernanda Faleiro disse...

Algumas pessoas aqui falaram por mim:

Edinelson Lopes
'... não entendi este vídeo como uma declaração de peito aberto porque o Caio simplesmente colocou a culpa nos outros, nas expectativas dos outros, quando os outros, porque os outros.

Ele não precisave ter caido em PECADO para descobrir que não é ninguém, de fato a queda foi antes da "queda", e a Palavra também diz: "...foi me bom ter passado por aquela aflição, para que aprendesse Teus decretos..." (Salmos 119:71), mas agradecer por ter pecado???

Entendo a nova posição deste homem e até concordo, em partes, com o que ele fala por aí (internet), certamente há muita coisa errada em nosso meio, muita, vergonhosamente, muita, mas neste vídeo, o Caio colocou, abertamente, a culpa nas pessoas que esperavam dele uma postura de homem de Deus, ou este termo também está errado?

Há de se criticar o Silas, o Morris, o Murdock, mas o Caio, o Danilo, o Edinelson, o irmão mais "famoso" no universo "Gospi" e o que vive no anonimato. Devemos ser criticos, criteriosos, e neste pensamento, meus critérios me fazem não confiar neste homem Caio Fábio. Não pelo que ele fez ou deixou de fazer, pois eu conheço meu próprios erros e sei quem está escrevendo estas linhas, não confio no Caio Fábio porque, para mim, mais uma vêz, infelizmente, não vi humildade nenhuma, novamente o homem responsabiliza outros por aquilo que ele escolheu fazer.

Ser líder é isso, assumir responsabilidades. Não consegue? Se perdeu no caminho? Não culpe aqueles que, com menos conhecimento que o seu, esperavam aprender contigo.

Para os que defendem qualquer um sem usar de bom senso: não me julguem pelo que escrevi, nestes 31 anos estou aprendendo, assim como eu não os resumo por um texto, não façam o mesmo, antes, façam como eu, sejam criteriosos e sigam em frente. Querem questionar? Questionem, mas não digam o que não sabem!

e Ramos...
Para defender o seu idolo, as pessoas passam até por cima da palavra de Deus, adultério continua sendo adultério, só porque era famoso e admirado merece outro tratamento?


Fazer parte da liderança cristã é isso aí, assumir responsabilidades e correr riscos. Se não está preparado, seja multidão, seja 'cauda e não cabeça'.

Radovan disse...

A culpa do Caio cair, foi nossa tb!! Pq "nós" (menos eu) queríamos ouvi-lo!

Como sempre ele se acha!! Falsa modéstia é a pior coisa!!!

Filipe disse...

Graça e paz, creio que a declaração de Caio Fábio é importante no sentido de que alerta os pastores para o perigo de desejar glória para si e também alerta o povo de Deus para o perigo de endeusar pastores. Por outro lado acho que faltou ao Caio admitir que tudo o que ele construiu foi um projeto dele, projeto de oração tanto dele como do povo de Deus, que o acompanhou naquilo que Deus colocou em seu coração. Não acho certo colocar a culpa no povo de Deus que foi movido pelo próprio Deus para abençoar os projetos que Deus colocou no coração do Caio para abençoar a Igreja. Também quero deixar para todos vocês Rm 14.4 que diz: "Quem és tu que julgas o servo alheio? Para o seu próprio senhor está em pé ou cai; mas estará em pé, porque o Senhor é poderoso para o suster." por mais que você discorde mas o fato é que o que aconteceu com Caiu Fábio no final das contas era um projeto de Deus que se bem analisado é um voz profética que está constantemente a nos exortar a viver com temor e tremor diante de Deus. O Reino é do Senhor, a obra é dEle e só somos servos. Também quero lembrar a vocês que os dons são irrevogáveis e isso significa que Deus continua usando Caio Fábio.

Josué Macário disse...

Eu já tinha lido a biografia do Pr. Caio Fábio a muitos anos, e confesso que fiquei muito triste e sem saber o que pensar quando aconteceu toda aquela reviravolta na sua vida, mas quando ouço essa declaração... fico pensando, como é grande o amor e a misericórdia de Deus para aqueles que se humilham diante dEle.

Fabio disse...

Uma das passagens bíblicas que mais gosto é o diálogo de Natã com Davi, quando o profeta mete o dedo na cara do rei.
Davi admitiu seu erro, e não procurou culpados fora de si mesmo. Não argumentou que batsebá era bonitona, que a carne é fraca, que era um ungido de Deus, não se rebelou contra o profeta, simplesmente admitiu seu errro.
É muito bom ver o Rev. Caio Fábio confessar seu erro, misericórdia e amor a um precioso irmão em Cristo, todavia é desnecesário apontar culpados, dividir a culpa, não é necessário.

Rev. Fábio Aguiar

Anônimo disse...

Hj em dia palavras bonitas e cheias de vanglorias por parte de alguns lideres já não convencem mais. Caio Fábio errou, como qualquer ser humano erra, no you tube está cheio de besteiras faladas por ele pra justificar seus erros e vaidade. Ele é um homem falho, como qualquer outro. Só Deus conhece a intenção verdadeira de seu coração e se existe nele verdade por traz desse choro todo. maldito homem que confia em outro homem.

Anônimo disse...

Concordo com o post do Marcos...

não sou a culpa dos erros dele,com o conhecimento
que ele adquiriu era para ser vaso de honra e saber aonde o orgulho e a fama leva o homem...

Lamentável mas é a realidade!

márcia

Anônimo disse...

É maravilhoso quando alguém reconhece seu erro. É Deus quem reconstitui o homem das cinzas. Porém deve se considerar algumas questões: Deus me levou a iluminação através do meu erro, ou seja, Deus me fez errar? Se eu chego a posição de ícone, num mundo pervertido, onde interpreta-se que eu seja um diferencial por ostentar a bandeira do evangelho, quem me levou a essa posição, não teria sido Deus? Portanto aplaudo a postura do pastor Caio em seu desejo de se reerguer e creio que Deus está nesse propósito, mas uma queda não é uma desculpa, é um fato. E não deve ser copiado.

Jossy Soares disse...

Emocionante.Uma descrição gloriosa da graça de Deus. Por outro lado,é claro que não devemos valorizar o pecado, mas ele não pode ser considerado um propulsor de uma vida espiritual como ele diz: "caí para cima". Na verdade, o que se infere é que sua queda foi resultado de sua conduta quando estava no auge da fama. Essa responsabilidade é pessoal. Saber administrar momentos de visibilidade é uma rara virtude. Só se consegue morrendo a cada dia por Cristo. A regra é fugir da ostentação.

Fabrício Cernauski disse...

O que eu entendi na declaração de Caio Fabio é algo natural do ser humano sempre tentando se justificar dos seus erros e fraquezas, percebo que ele ainda está preso nesse sentimento de se auto justificar , mesmo sendo um homem escolhido por Deus tem seus limites e instintos que as vezes demoram uma vida toda para mudar ,pois, "nós somos obras em andamento na mão de Deus", e isso é notorio quando ouvimos e assistimos seus videos e programas,na maneira sarcastica de falar e o uso de palavras e termos vulgares e de baixo calão, percebemos que as vezes e muitas vezes fala na carne e não no Espirito e isso causa uma imagem negativa coisa que não precisava ser uma realidade e ponto de melhoria nele , seria melhor que fosse ao contrario, que eles parasse com o sarcasmo, no momento em que fala e defende as coisas serias de Deus(esse comportamento gera descrença e descredibilidade em muitos irmãos em Cristo que precisavam entender as verdades de Deus através da vida dele).O mais correto e honesto da parte dele seria confessar como está escrito na epistola de tiago " que aqueles que confessam e deixam os seus pecados alcançaram misericordia", esse negocinho de chorar pra se auto justificar na frente de um juiz não altera em nada , em meio a essa situação temos que aprender e entender que é Deus quem nos justifica e parar com esse instinto feio de se auto justificar nas circunstancias que as vezes colaboram para tomarmos decisões erradas que acabam nos reprovando diante de Deus, mas que na vida dele isso venha coloborar para o bem , se ele verdadeiramente ama a Deus , tenho retido pra mim o que é bom no caio fabio , os estudos biblicos ministrados por ele , o dom da interpretação biblica que é impar, ainda não ouvi outro igual e prefiro ficar com as coisas boas do Caio fabio e desejo que ele ve-lo mais aperfeiçoado em Cristo e no evangelho , mais agora sem quedas, sem dor Senhor!!!! mas através da graça e do amor do Teu Espirito Ó Deus .....amém.
Pb. Fabrício Cernauski.

Anônimo disse...

Precisamos nos lembrar que TODOS estamos sujeitos e que DEUS perdoa e NÓS também devemos perdoar.
PARABÉNS PELA MATÉRIA...
VALEU PRA MIM.

Anônimo disse...

Fala sério que mérito há em colocar a sua culpa nos outros?isso é sinal de "humildade e coragem"?, caiu pq era humano...e tinha desejos...e tinha não dominio proprio somente,mas Louvamos a Deus pq ele sempre nos dar uma segunda chance.Anna Matias

Anônimo disse...

MEU NOME É WAGNER, ANONIMO POR QUE NÃO TENHO AS CONTAS DO BLOG.

ACHO QUE VOCÊS SÃO PIORES QUE A IURD, FARDADOS DE PURUTANOS INOCENTES CHEIOS DE PEÇONHA NA LINGUA, SEM MISERICORDIA E RESPEITO AS OUTRAS DENOMINAÇÕES QUE NÃO CONCORDAM COM SUAS DOUTRINAS. CAIO FABIO É O CHEFE DA SINAGOGA DE SATANAS, CAIDO, POIS NÃO SE ARREPENDEU E NÃO LIBEROU PERDÃO A MUITA GENTE. CARA DE PAU QUE USA O EVANGELHO PARA SOBREVIVER COMO OS OUTROS. O DANILO GENITALIA, PUXA SACO DE MARCA MAIOR, ESTÁ PEPNDURADO NO SACO DO CAIO FABIO DESTILANDO O MESMO VENENO CONTRA AQUELES QUE FAZEM A OBRA E DÃO FRUTOS. FARISEUS PERSEGUIDORES. FOFOQUEIROS MISERÁVEIS, RAÇA DE VÍBORAS...

O CAIO ROMPEU COM O MINISTÉRIO QUANDO SE PROSTITUIU E E ESCANDALISOU. SUA SALVAÇÃO PERTENCE A DEUS, MAS NUNCA MAIS SERÁ O MESMO COMO PASTOR. COMO VAI MINISTRAR UM CASAL QUE QUER SE DIVORCIAR, OU UM ADULTERO? PENSASSE ANTEWS DE VIRAR PASTOR. SE EU FOSSE ELE, TOMAVA VERGONHA NA CARA, E IA VENDER ELETRODOMÉSTICO, CARRO, PIPOCA. E PARAVA DE ENVENENAR OS CRISTÃO COM TANTA DIFAMAÇÃO E ÓDIO. VOCÊS NÃO CONSTOREM NADA, SÓ DESTROEM... SE CONVERTAM, RAÇA DE VÍBORAS...

Anônimo disse...

Oi Danilo,gostaria de gravar esse relato,meu pai é Pastor e hoje está doente com câncer,e foi abandonado pela igreja,gostaria de mostrar pra ele essa mensagem é emocionante, saber que todos nós somos sujeitos a pecar...

FLAVIO DO NASCIMENTO disse...

Concordo com Edinelson Lopes, em momento nenhum, nem neste e muito menos em outros videos o Sr. Caio Fábio, expressa alguma responsabilidade no ocorrido. O próprio tema "QUEDA" é por vezes arremetido para uma guerra de influência ou uma perseguição... Até hoje eu não entendi onde o Sr. Caio Fábio errou.
Não estou aqui para acusá-lo (como inclusive o mesmo faz com tudo e todos), já que também erro. Porém admitir o erro e sua responsabilidade nele é um passo essencial para o arrependimento e a remissão de seus pecados em cristo. Sem Arrependimento dos pecados não há salvação.
O que me admira é o blog Genizah, com seu ferrenhos aguilhões, nunca esboçar qualquer critica a isso... (Ta pangando quando?)

Anônimo disse...

Me emocionei com esse depoimento sincero.
Um exemplo para muitos pastores e lideres que pregam uma coisa nos pulpitos e vivem outra realidade em suas casas.
Sinceridade e arrepenendimento é o que Deus realmente procura.

Anônimo disse...

Edvaldo disse:
Quando a fama e a glória humana sobem à cabeça a desgraça é iminente. Caio achou que Deus abençoaria qualquer decisão sua, inclusive a de consertar o Brasil através do plano lulo-petista propagado pela Teologia da Libertação do Leo Boffe e Frei Beto e sua irmã gospel Missão Integral do Ariovaldo e do Rene Kivitz. Essa idiotice socialista, que tem Cuba e a ex União Soviética como modelo, que quer dar ao homem o poder de Deus, tirando-lhe o livre arbítrio, direito sagrado dado pelo Senhor. Nesse aspecto o Caião continua o mesmo, investindo na esquerdopatetice verde da Marina da Silva e achando que os males sociais serão consumados com o estabelecimento do socialismo, mesmo às custas da nossa liberdade. Bendita seja a queda dos prepotentes.

Wagner disse...

Robinson Cavalcanti não caiu, foi tão (ou mais) culto que Caio Fábio. Qual a diferença entre os dois? Para mim, um entrou na política mas a política nunca entrou nele. Podem dizer que sou retrógrado, tudo bem, mas quem quiser viver bem com Deus não deve se meter com política, nem com os políticos. A queda de Caio Fábio foi essa, ninguém escapa.

Blog do Alain disse...

Ainda admiro Caio Fábio pela profundidade e pelo homem erudito que ele é. O que ele fala sobre os evangélicos creio ser verdade, mas também creio ser uma verdade sem vida. Jesus falava sempre a verdade para todas as pessoas, povo comum, sacerdotes, fariseus, saduceus, judeus e gentios, mas suas palavras eram cheias de GRAÇA e VERDADE. Verdade sem a graça não produz o efeito desejado. Creio que o pessoal do Genizah diz a verdade sobre muitas coisas, mas é uma verdade sem a graça, como Jesus, não tem vida, não edifica, não REFORMA. Jesus disse certa feitas que seus discipulos deveria praticar aquilo que os fariseus ensinavam, mas não deveriam imitar suas atitudes.

Anônimo disse...

mais e aí. posso casar, adulterar, separar e casar de novo?posso?Admiro muito o Caio e concordo que a "queda" dele foi bem antes do adulterio.Mais quero saber se perante Deus o adultero tem o direito de se casar novamente sem comprometer sua salvação? e aí?

Dri disse...

Me emocionei... um coração sincero... concordo com suas palavras... deus te abençoe Pastor Caio Fábio

ailzafc disse...

Quer dizer que a culpa da sua queda e nossa? Foi a mesma desculpa de Adao...

Handerson Xavier disse...

Justificativas... nada mais que justificativas... Não aplaudo o passado e nem o presente de Caio Fábio.

Juliana Alexandre disse...

Muito me entristeceu ler sobre essa adolescente que se suicidou, como dói isso. Sinto na pele isso, toda essa expectativa, cobrança e coisas mais. Se estou aqui é pela graça do Pai, porque essa cobrança em nada ajuda.

José Mauro de Souza Lima disse...

Exatamente por tudo que lhe aconteceu, é que Caio Fábio diz que Silas Malafaia pisou na cruz: “em um país sério ele já estaria preso”; Leia na íntegra em Gospelmais.

Postar um comentário