681818171876702
Loading...

Veja como uma bola de neve vira rapidamente uma bola de estrume!


Segue o texto original do site da bola de neve. Veja como uma interpretação inescrupulosa das Escrituras Sagradas é misturada com uma profetada, meia dúzia de pajés genéricos, um tanto de óleo, líquidos estranhos e um bom punhado de estrume, faz-se uma bola que toma corpo, vai assassinando o texto bíblico e se transforma numa bola de esgoto de proporções apocalípticas.

Direto do Site da Bola de Neve Church, como visto em Bereianos, do Ruy Marinho:

Já a primeira ministração foi comandada pelo Ap. Arles Marques, que recordou e fez menção à palavra de Deus em Efésios 4:11, no que se refere aos cinco elementos de liderança, e diz: "a igreja não mais irá exercer a função pastoral: como um aprisco de ovelhas, mas terá uma visão de guerra e de expansão de reino". [...] Marques ressaltou ainda que Deus derramará uma "unção de prosperidade" na igreja de Cristo Jesus, como afirma a palavra em Provérbios 22:4 "O galardão da humildade e do temor do Senhor são riquezas, honra e vida". Para tanto é preciso alargar as estacas e expandir o reino, e isso pode começar em sua própria comunidade. Declara.

[...]

“Deus está levantando um exército com autoridade delegada e depois de Deus possuímos (os crentes) a maior autoridade nesta Terra. Para isso temos que estar preparados e vivermos no nível de unção que foi confiado a nós", declarou o apóstolo Nicolau.

O terceiro dia do congresso de batalha espiritual foi encerrado com pregação do apóstolo Rina (apóstolo?). Ele iniciou "declarando" que este é um tempo de ressurreição e restauração, em que as realidades celestiais serão cada vez mais marcantes no meio do povo de Deus [...] um dos segredos do "avanço apostólico" será no percorrer, assim como Jesus fez por toda Galiléia. E esses são dias que temos que sair e percorrer a terra que Deus quer nos dar. Declarou o apóstolo. [...] Mais importante entendermos o nosso papel: colocar nossa fé em ação, usar o nosso tempo para a glória de Deus e "liberar palavras proféticas". As nações estão nos aguardando? declarou o Apóstolo. [...] atos proféticos em favor do Brasil encerraram o culto desde sábado à noite.





Danilo Fernandes, Genizah diz:


Não há como não concordar com a afirmação “profética” deste "apóstolo": “a igreja não mais irá exercer a função pastoral: como um aprisco de ovelhas, mas terá uma visão de guerra e de expansão de reino" .

Não é preciso ser profeta para ver que há muito, um contingente crescente de líderes de denominações picaretas, piratas e até de denominações sérias, deixaram de ser pastores de ovelhas e discípuladores para se transformarem em guerreiros super-heróis da pajelança e gerentes de expansão de lojas de comércio e, naturalmente, o que não falta a estes malandros é prosperidade! Prosperidade de homens e demônios, miséria aos olhos dos santos que vêem a sã doutrina ser jogada ribanceira abaixo nesta bola de M&RD@...

Bereianos, Ruy Marinho diz:

Os preletores usaram e abusaram da famosa "distorção Bíblica apostólica", já característica dos neopentecostais, distorcendo várias passagens bíblicas, principalmente Efésios 4:11. Foi um verdadeiro "assassinato teológico" o que fizeram com o significado verdadeiro desta passagem. Isolaram a mesma totalmente do contexto para afirmar que ocorrerá um "novo modelo de governo na Igreja". E o pior, disseram que o ministério pastoral não existirá mais na mesma! Só não sei de onde tiraram isso (da Bíblia não foi). Será que o ministério pastoral irá ser substituído pelos "apóstolos contemporâneos"?

Outro exemplo de distorção Bíblica foi proferido pelo apóstolo Arles Marques, ao afirmar que ocorrerá um derramamento de uma "unção de prosperidade". Porém, não existe na Bíblia "novas e/ou várias unções", existe somente uma única unção, aquela que recebemos quando nos convertemos (1 Jo 2:20 e 27). A pluralização neotestamentária da palavra "unção" no sentido espiritual não é exegeticamente correta, a afirmação contrária não passa de invencionice de pessoas que interpretam a Bíblia incorretamente.




Danilo Fernandes:


Estes camaradas ficam inventando unções e atos proféticos para o enfrentamento de demônios territoriais, maldiçoes hereditárias, batalhas espirituais familiares...

Loucura! Não há maldição na vida de um convertido que não tenha sido consumida na cruz! Estamos livres em Jesus, ou condenados sem Ele. Não há salvação “meia boca”, apenas condenação total para crente “meia boca”! Pobres destes crentes convencidos e pouco convertidos que ficam vivendo uma vida de medo e prisão nas mãos destes exploradores da fé!

Atos proféticos por regiões do Brasil? Um mapa, pedaços de pedras e paus, representações iconográficas... Isto é pajelança de terceira categoria! Ocultismo! Paganismo! Disparate!

Ruy Marinho:

Em meio a tantas discrepâncias de interpretações Bíblicas e o famoso "besteirol apostólico profético", com direito à utilização abusiva do artigo definido "eu" (eu declaro, eu profetizo, eu libero a palavra profética, eu exijo, etc), assim aconteceu o congresso de batalha espiritual na Bola de Neve Church.

Além dessas "loucuras apostólicas", teve também vários atos proféticos realizados "em favor do Brasil" (foto). Estou procurando entender porque o apóstolo Rina - líder da igreja - estava pregando com uma "boneca" de brinquedo em uma das mãos. Seria mais um "ato profético"? Seria a liberação de uma "unção infantil"?

Diante de tantas esquisitices, fico só pensando nas pessoas que freqüentam essa denominação "apostólica contemporânea". Pelo conteúdo do congresso, não tenho medo em afirmar que todos estão sendo alimentados por um engodo que nada tem a ver com o Evangelho!


Danilo Fernandes:

Eu confesso que tinha uma visão positiva da Bola de Neve. Mesmo discordando de certas abordagens heterodoxas percebia um esforço na direção correta e bons resultados entre grupos específicos de jovens. Contudo, depois deste “ato patético” (ops, profético) minha condescendência arrefeceu! Sempre fui o primeiro a defender esta denominação quando um irmão ou outro mais conservador se referia à mesma como a “igreja” dos surfistas maconheiros... Vejo que estava certo em me manter longe da atitude preconceituosa, que nada tem de cristã, mas como diria Dona Sula, estas interpretações bíblicas extravagantes só podem ser fruto de uns bons baseados!

Bom seria se o “apóstolo” doidão, seguisse a leitura do mesmo capítulo 4 do livro de Efésios, inspiração de sua visão patética e, partindo do verso 11, fosse até o verso 14, onde temos:

“para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que, com astúcia, enganam fraudulosamente.”


Afinal, se a advertência dura de um verdadeiro apóstolo não for admoestação o bastante para fazê-lo desistir das profetadas, ao menos que seja capaz de fazer este quarentão desistir de brincar de boneca...

E quem não gostou do M&RD@, sinto muito! Paciência tem limite. Tens um nome melhor para dar àquilo que estes camaradas fazem na primeira fotografia deste post?

Não aguento mais ouvir e ver o Evangelho da Salvação sendo tratado desta maneira! Não se vira tabuleiro de vendilhão na porta de templo pedindo com educação!

Perdi a linha, mas conto humildemente com a compreensão de meu Pai, que neste momento, sinto me consolar o coração diante deste quadro aflitivo que Seus santos são obrigados a testemunhar: um desrespeito e destemor a Sua Santa Palavra.

Não escuto mais calado não!

Maranata!
Apologética 8470833368746357490

Postar um comentário

Página inicial item