681818171876702
Loading...

Hermes C. Fernandes está em franca apostasia





Ver o Hermes C. Fernandes escrevendo no site comunista Diário do Centro do Mundo já me assustou. (AQUI). 

Vê-lo distorcer o sentido do lava-pés, lavando os pés de líderes de outras religiões e representantes de potestades do mal, me enojou. Disse-lhe em particular, basicamente o que disse o pastor Renato Vargens neste artigo AQUI. Ouvi explicações e não me convenci. Deixei passar. Não devia ter agido assim.

Agora, mais uma vez, vemos esta profanação da derradeira Ceia e da Eucaristia: Pais de Santo, Muçulmanos, feiticeiros na mesa do Senhor. Pessoas a quem não poderíamos sequer estender a destra da comunhão.

Ora...

Exige-se dos que recebem o sacramento da Ceia do Senhor que, durante a sua celebração, esperem em Deus, nessa ordenança, com toda a santa reverência e atenção; que diligentemente observem os elementos e os atos sacramentais; que atentamente discriminem o corpo do Senhor, e, cheios de amor, meditem na sua morte e sofrimentos, e assim se despertem para um vigoroso exercício das suas graças, julgando-se a si mesmos e entristecendo-se pelo pecado; tendo fome e sede ardentes de Cristo, alimentando-se nele pela fé, recebendo da sua plenitude, confiando nos seus méritos, regozijando-se no seu amor, sendo gratos pela sua graça e renovando o pacto que fizeram com Deus e o amor a todos os santos.(1)

- Hermes, se atente a esta sua imensa vaidade e presunção, que é pura idolatria e está te escravizando. Você quer buscar a fama? A projeção do seu ministério "diferenciado"? Se é assim, estas entesourando fama e galardão que o tempo irá corroer. E, por isto, vais pagar um alto preço, além de entristecer os seus irmãos que o assistem ser motivo de escândalo, negando tudo o que sempre fez, pregou e acreditou.  

- Queres inventar a roda na liturgia da sua tradição e revirar do avesso a teologia reformada que antes abraçou. E para que? Para derrubar o que você pensa ser paradigma, mas é Santa Doutrina

- Depois irás dizer o que ao Senhor? Que honraste bruxas diante das almas que o Senhor lhe confiou em Seu Nome? Que dissestes que não há pecado do lado de cá do Equador em Seu Nome? E que deixastes de denunciar o pecado porque assim a imagem de Jesus ficaria melhor na TV Globo ou entre os intelectuais de esquerda? Deus tenha misericórdia de você Hermes. Eu não queria ouvir o que poderás vir a ouvir d'Ele num futuro próximo.



Abraçando a agenda "progressista"


Hermes Fernandes, em seu incontido desejo de aparecer como aquele que é o "diferente", o "progressista" é vitima de sua própria vaidade. Uma vaidade tão ofuscante que não lhe permite enxergar que está sendo usado pela mídia esquerdista, inimiga dos valores cristãos, defensora do aborto, do universalismo e do casamento gay. Hermes está sendo alegre e passivamente marionetado. Hipnotizado por uma fugaz ribalta.


Ainda ontem, tive o desprazer de conferir em seu blog um artigo defendendo a dita "ideologia de gênero" (AQUI).  Atacando não só a ideia, per se, mas também algumas, entre as muitas pessoas empenhadas em proteger as nossas crianças dos ataques dos "educadores" de esquerda do PT. 

Já de saída, Hermes Fernandes foi esperto. Tratou de escolher personagens atacáveis (Malafaia, por exemplo) a fim de associar as suas imagens negativas à causa e, como ponta de lança de seu texto, inicia a desconstrução da imagem da psicóloga Marisa Lobo, conhecida defensora dos princípios cristãos na educação, lançando dúvidas insidiosas sobre as suas verdadeiras motivações.

Hermes  estava certo de que ao atacar Marisa Lobo e lança-la no cesto dos malvados fazia o bastante para deslegitimar a causa dos que lutam contra a doutrinação esquerdista de nossas crianças. Tanto assim,  chafurdou na difamação mais vergonhosa. Em grande tolice,  ignorou o fato de que não são apenas estes personagens midiáticos, odiados pela esquerda,  que se empenham e defendem a mesmíssima causa. De fato, a esmagadora maioria dos crentes (e, também, os seus líderes mais ilibados) está preocupada com os rumos da educação no país, em especial com a desconstrução do conceito de família nas escolas, a sexualização da infância, a defesa da vida, a discriminalização da pedofilia e das drogas e com os ataques constantes à liberdade religiosa. Estão todos fartos da "cristofobia" alimentada à pão-de-ló da verba pública nestes 13 anos de governo do PT. 

Não satisfeito, no mesmo artigo, Hermes traz a questão da educação para a zona de conflito da polarização política, validando o argumento de que agora um governo ilegítimo de direita estaria à frente do processo, contra os valentes de esquerda que foram desentocados do Ministério da Educação por meio de golpe. 

A partir deste ponto é sui generis... Não, antes fosse! É somente patética a narrativa construída por Hermes Fernandes para tentar desconstruir toda a proposição de quem se preocupa em defender as nossas crianças das ações da esquerda, empenhada em promover conteúdos que ataquem a moral judaico-cristã. Para tanto, Hermes Fernandes (que devo reconhecer é bem mais inteligente que a maioria dos mitontos educadores esquerdistas), usou de quase todas as falácias lógicas do caderno da vigarice bem instruída: (1) Apelou à emoção lembrando um caso isolado de suicídio infantil, como a justificar que este é um preço alto demais para que TODAS as nossas crianças sejam instruídas na cartilha da promoção homossexual. (2) Apelou para hipóteses extremas e incluiu na lista de mártires da causa do ódio infantil outros  desafortunados; (3) Abusou do Ad Hominen e (4) À certa altura, chegou mesmo a apresentar a tese da acusação gramscista feita aos esquerdistas por meio de  espantalhos retóricos, apelando para uma anedótica pavimentada em alegações falsas ou ambíguas a fim de tentar esconder o que é real e evidente por atrás da cortina de fumaça gerada por uma retórica falaciosa:  O gramscismo é o óbvio ululante nos atos do estado aparelhado no governo petista, em especial nas áreas da educação, cultura e social. 


Hermes, você abusou



É evidente que Hermes comprou a agenda completa da esquerda e defende agora todas as causas progressistas. Depois de defender a promoção da ideologia de gênero nas escolas e a precoce sexualização infantil, que acompanha as mesmas cartilhas e conteúdos programáticos dos educadores esquerdistas, não demora, veremos Hermes Fernandes casando gays em sua congregação e defendendo o aborto. Confira AQUI.





PS: Hermes, não estais proclamando o Evangelho da Reino. Estais sendo falso profeta. Não se vendes por dinheiro como os canalhas da teologia da prosperidade, mas o seu prato de lentilhas são estes curtos momentos de fama, ainda que na mídia dos inimigos de Cristo. Não se iluda e nem se engane quando lhe retirarem a destra da comunhão. Não nos acuse dizendo que foram mágoas por diferenças políticas. Faça as suas escolhas políticas à vontade. Eu sempre soube de suas preferencias e nunca te recriminei por isto. Contudo, não entronize a sua ideologia e a coloque em um lugar que pertence somente a Cristo. Não promova esta teologia distorcida para acomodar o mundanismo e a sua ideologia de esquerda. Arrependa-se enquanto é tempo. Seus amigos o esperam de braços abertos.


Observações 

(1)Catecismo Maior Westminster

Danilo Fernandes para o Genizah






Destaque 5762229304520841621

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail