681818171876702
Loading...

Um "sacode", cristão, no pastor Neil Barreto sobre seu discurso sobre o dízimo.




Neil Barreto é daqueles pastores  que tiram a sua onda de descolados nos eventos e depois mostram as suas verdadeiras cores na sua comunidade local. Neil reeditou o dízimo de uma forma exdrúxula... E, na sua fala, quando ele se refere ao espaço em que se encontra como "tabernáculo", já fiquei procurando também a Arca, os Levitas e a coisa toda. 

O Duda que é missionário na Nova Zelândia engoliu o (im)pastor em 13 minutos de um jeito que deu até vergonha alheia. 

;



“De fato, é grande fonte de lucro a piedade com o contentamento”. 1ª. Tm. 6:6

Acreditamos que todo crente é responsável pela manutenção da Obra, sustentando as congregações, os seus pastores e mestres, os missionários no campo e a promoção da justiça.

Acreditamos que a pratica do dízimo, tal como apresentada no contexto da antiga aliança não encontra qualquer respaldo bíblico na nova aliança e a defesa desta doutrina, tanto mais baseada no medo do gafanhoto devorador, é mentirosa e vergonhosa, pois propõe ao crente uma relação mesquinha entre o seu dinheiro e o compromisso com a Obra.

Na nova aliança, sob a Graça, não somos convidados a ser menos generosos do que os irmãos na antiga aliança, mas ao contrário! Nosso comprometimento é total. Consagramos tudo o que temos e somos à Glória de Deus e não estamos mais sujeitos ao peso da lei e nem ao medo.




Sobre o dízimo, segue o texto definitivo está AQUI

Teologia 1340380295492282465

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail