681818171876702
Loading...

David Miranda: Homem Deus ou Falso Profeta? Um espantoso relato direto dos porões da seita maligna



Rev. Marcelo Lemos


Morreu David Miranda, fundador e líder da Igreja Pentecostal Deus é Amor. Em minha opinião, está condenado, como falso profeta que era. Claro, ele pode ter se arrependido no último instante e a sua salvação pessoal não depende da minha opinião pessoal. Contudo, minha opinião está firmada em fatos que, por sua vez, são incontestáveis: A sua 'igreja' é apóstata, legalista, abusiva e sectária. 

Eu sei que algumas afirmações deste artigo irão surpreender alguns, e até mesmo ofender a outros tantos. Até me importo com tais pessoas – especialmente as mais simples. - mas não posso mascarar a realidade por isso. Aliás, é por amor a elas – ainda que duvidem – que escrevo esse texto. Certamente eu teria mais lucro ficando calado, mas muita gente já se calou a respeito da IPDA, e este é um pecado que não quero levar comigo para a sepultura, além dos vários que já tenho na conta.

Mas, antes de me atirar pedras, peço ao leitor que analise os seguintes fatos.

David Miranda criou uma religião legalista.


Legalismo é a religião dos Fariseus – aqueles dos tempos de Jesus. Para tais religiosos o homem deve merecer a salvação, e por isso, suas vidas são entulhadas de regras sobre regras, transbordando em mandamentos criados por homens. Isso se aplica ao Sr. David Miranda, e a 'igreja' por ele fundada. Um lugar onde, a partir dos 6 ou 7 anos, tive a infelicidade de frequentar, por causa de meus pais. Isso, claro, antes de ir – sem meus pais – buscar ares novos e respiráveis em outra freguesia.

Mas, talvez o leitor não saiba quão poderoso é o legalismo na IPDA, e tenha nos últimos dias tratado a morte deste senhor como a morte de um herói da fé, pregador do Evangelho. Como eu gostaria de pensar assim também.

Me permita contar alguns detalhes: a gente não podia brincar de bola, ver desenho animado, usar bermuda, tocar bateria, ir a praia, ir ao teatro, frequentar outras igrejas. Mas, o pior ficava para minha irmã: nada de cortar o cabelo um centímetro que fosse, usar calça (mesmo que para dormir), andar de bicicleta ou a cavalo, usar brinco, batom mesmo incolor, fazer a sobrancelha, ou depilar a 'menina', as pernas ou o sovaco.






Imaginem só! Se você fosse pego em qualquer um desses pecados era suspenso, e humilhado perante a 'igreja'. Poderia ficar um ano, dois, anos, três anos... dez anos, sem tomar a Ceia do Senhor, ou cantar na Igreja, e assim por diante. Como se algum pastor tivesse a moral ou o direito de fazer isso. Aliás, na Bíblia, a disciplina tem como objetivo levar a pessoa à confissão, e não humilhar a pessoa já confessa – sei que o pessoal da “Deus é Amor” não gosta de teologia, mas se tiver algum aqui pode verificar nas Cartas aos Coríntios. Não tenham medo, a “letra que mata” não é a letra da Palavra de Deus. Como sempre, até nisso, vosso “pastor” soube enganar.

Porém, não precisam confiar em mim, recomendo que verifiquem por si mesmos, pesquisando um documento chamado “Regulamento Interno”, ou o RI, publicado pela “igreja”. Acreditem ou não, esse livrinho do diabo era usado nos famosos “cultos de doutrina”. De tão importante, a IPDA chegou a publicar uma versão da Bíblia contendo-o como APENDICE. Repito, não precisam acreditar em mim, pesquisem esse documento.
Segundo a doutrina da IPDA uma mulher só pode cortar o cabelo em caso de doenças, e depois de uma autorização do Vaticano... ops!... da diretoria: “... em caso de enfermidade, provocada pelo peso do cabelo, a diretoria estudará o caso” (RI, pg. 39). Claro, controla-se até mesmo a altura do sapato de fogo... ops!... do salto alto: “não deverá ultrapassar 4cm”, e para as canelas de fogo “as saias e vestidos deverão cobrir os joelhos” (pg.40).

Confira o regulamento interno atual AQUI

Todavia, essa ainda não é a pior parte...

David Miranda criou uma religião abusiva


Existem várias formas de abusar de alguém, e a religião é uma ótima ferramenta para seres doentios, como parece ser o caso do Sr. David Miranda.

É claro, querido leitor, que seus defensores jamais admitiriam certos detalhes de sua biografia. Mas eu sei o que vi. Eu estava lá. Outros tentarão justificar, isso cabe a consciência de cada um. Não sou, fique claro, juiz da consciência de ninguém, quero apenas ater-me aos fatos.


Humilhação Pública

Este foi um episódio da minha vida. Aqui, vou chamar o meu conhecido de "Jonas". Eu tinha uns 14 anos e ele já tinha os seus 18. Apesar de já ser assembleiano nessa época, precisava acompanhar meus pais na IPDA às vezes. Em uma dessas ocasiões estava completando uma semana que Jonas havia se casado com uma menina linda da Igreja. Talvez a mais linda de todas. E o que vou contar agora é, talvez, uma das cenas mais bizarras que vi nessa seita, mas não a única. Prepare o estômago.

- Irmãos! -começou a profeta – Deus está me revelando um casal em pecado aqui na Igreja. Vocês estão dominados pela carne, pela sensualidade, pelos desejos do corpo. Você tão achando que crente não tem contas a prestar com Deus.

E o povo na igreja gritava: − Aleluia! Fala mesmo Jesus!

- Deus me mostra. Eu vejo. Vocês estão ali, numa banheira de hotel, fazendo sexo. Vocês estão brincando, se divertindo. Posso ouvir os gemidos. Oh! Decantassi Sharanabaia!

− Aleluia! Fala mesmo Jesus!

- Meu Deus. Terrível. Você está mudando ela de posição, e você, jovem crente, está gostando do que ele faz. Se esqueceram que crente presta contas a Deus, que é santo? Nossa! 

- Decanto Rábias Oricantachia! 

- Vejo ele levantando suas pernas! E ele tá fazendo coisas terríveis irmãos. Labarachuias!

− Desce o cajado, Jesus! Oricanta! Manericantas! Sirilicantas! Xú!

− Cadê vocês? Vão levantar as mãos e vir à frente pedir perdão?

Eu tinha 14 anos mas sabia, com certeza absoluta, que aquela Jezabel estava falando do meu conhecido, e de sua jovem esposa. Olhei para o rosto dele, e orei: “Cara, não faz isso. Não levanta a p*** da mão! Não faz isso com ela. Pelo amor de Deus!”.

Mas a profeta ainda tinha um trunfo na manga!

Deus é fiel, irmãos! Ele está me mostrando quem são vocês. Se não levantarem as mãos, eu vou apontar vocês. Levante a mão, e receba o perdão de Deus! Oh dacanto rábia shubias charalalabias! Oie!

Jezabel venceu, e jurei nunca mais colocar os pés naquele lugar maldito, por mais que apanhasse. Não foi o único abuso que vi – alguns contra mim, aliás. Porém, foi o mais sujo, sórdido, doentio e amaldiçoado. Aquele casal hoje está destruído e o Sr. David Miranda, e seus lacaios, vão responder também por isso. Estes fatos aconteceram – anotem aí – na Igreja Pentecostal Deus é Amor, no bairro Parque São Bernardo, na cidade de São Bernardo, SP. Faz 15 anos. Não há registro. Podem negar. Mas eu vi, eu estava lá.



Eu também poderia dar os detalhes da vez que meu pai e outros obreiros pobres, ficaram uma vigília inteira – das 23:00 às 6:00! - ajoelhados na frente da Igreja, porque não tinham o dinheiro estipulado para a oferta. Isto por ordem de um genro do grande homem de Deus. E observe que simplesmente para entrar naquele culto a pessoa devia apresentar o carimbo de dizimista fiel, na carteira de membro! Coisa que, aliás, meu pai sempre teve!

Mas, já abusei muito do estômago do leitor. E, se eu empolgo, um relato chama outro, e aí...

David Miranda criou uma religião sectária

Alguém me disse a uns dias que a IPDA não era uma seita, porque sua confissão de fé aceita os Dogmas da Cristandade. Infelizmente não é bem assim. Porque um dos dogmas da Cristandade é que a Igreja de Cristo é “católica”, ou seja, “universal”. Em outras palavras, placa de Igreja não salva. Mas não é isso que a IPDA ensina em seus púlpitos. A bem da verdade,  desconheço um documento deles ensinando isso formalmente, mas isso se deve ao fato de que o Sr. David Miranda sempre ter condenado estudos teológicos, a leitura ou a produção de livros. Podem pesquisar. Tirando o maldito “RI” da seita e seu “hinário de corinhos”, a IPDA não possui qualquer produção teológica. Ainda que, mais recentemente, tenha autorizado a criação de um instituto teológico, o que, admito, é um grande avanço!

A ausência de tais documentos não muda a natureza sectária da organização. Basta o leitor fazer uma rápida pesquisa no YOU TUBE. Mesmo quem não teve o mesmo azar que eu poderá respirar um pouco do veneno destilado nos púlpitos da organização – com o devido respeito aos cristão sinceros que, admito, podem existir por lá. Mas, para ajudar em sua pesquisa, e colocar os fatos em perspectiva, vou listar alguns detalhes:

1) David Miranda ensina(va), clara e abertamente, que todas as demais Igrejas são apostatadas. Por isso, seus membros são – ou eram – terminantemente proibidos de visitar outras igrejas. Que desobedecer fica de “banco”, ou seja, passam um tempo em quarentena, sem poder tomar Ceia, ou ter parte em qualquer Ministério.

2) David Miranda ensina(va) que aqueles que se atrevem a deixar sua denominação serão castigados: câncer, morte, divórcio, desemprego, e claro... o Inferno. Eu era só um garoto quando saí, e mesmo assim fui aterrorizado por estes filhos de Satanás. Quem quiser negar, fique a vontade. Há gravações no YOU TUBE que provam o que digo.

3) David Miranda ensina(va) que ele era um tipo de Mediador - numa profecia que ele transmitia pela sua rádio, ele aparecia implorando a Deus que não destruísse o mundo. A suposta “visão” foi dada a uma irmã – Zenilda. Podem pesquisar no YOU TUBE. E o “missionário” transmitia isso, em suas rádios, com muito gosto, 24 horas por dia!

4) Outra visão que tentaram usar para me aterrorizar, acho que pelos idos de 1999, foi a de outra irmã, que afirmava ter visto David Miranda nas nuvens do céus, ao lado de Jesus. Sendo que ( claro!) QUEM chamava o nome dos eleitos a entrarem no Céu? Evidentemente: David Miranda! Esse lixo era transmitido toda hora, incluindo a suposta profecia de uma criança. Infelizmente não gravei isso, porque nesse ano eu já não morava com os meus pais. Também desconheço se há registro no web. Mas, eu ouvi, e as multidões que estavam lá também ouviram! Quem negar é filho do Diabo e não tem parte com a Verdade!



Resta-me, porém, orar para que a IPDA mude de rumo. Não é impossível. Na verdade, pequenas mudanças foram feitas recentemente, como a criação de uma escola teológica e a liberação de algumas regras: como a permissão que dada às enfermeiras membros da igreja usarem calças.

Oremos.

Mas a continuar como sempre foi, nada existe para se comemorar, nem história de homem algum a celebrar. Tudo o que este fez nas últimas décadas foi escravizar as pessoas, levando-as para muito longe do Evangelho.

Aos que me considerarem somente mais um revoltado, um exagerado, deixo as palavras, não de falsos profetas, mas da própria boca de Deus:

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem da obras, para que ninguém se glorie” (Efésios 2.8,9).
“Maravilho-me de quão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro Evangelho... Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro Evangelho, além do que já vos tenho anunciado, seja MALDITO” (Galátas 1. 6-8).



Rev. Marcelo Lemos - Igreja Anglicana Reformada do Brasil/ Free Church Of England - colabora com o Genizah

religião 1248138231559346088

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail