681818171876702
Loading...

MISS BUMBUM EVANGÉLICA? -Pelas institutas do seu Calvino!


Ontem me enviaram por e-mail a seguinte e importante notícia:


Pensei: Não! Estão me zoando! Os evangélicos elegeram a sua própria Miss Bumbum?

No calor da emoção, me atiro no Google e logo pululam os seguintes links confirmando o meu maior pesadelo:


  
 -Pelas institutas de Calvino menino! 

Não apenas existe a tal Miss Bumbum evangélica, como a moça parecer ser uma tremenda duma biscate! Conseguiu ser expulsa de uma casa noturna?! EITCHA!


Young John Calvin in despair...
Em alta ansiedade, me recordo daquele personagem antigo do Jô Soares. Um general que entrou em coma durante os primeiros anos da ditadura militar e que desperta em plena Nova República, com os seus sobressaltos e acontecimentos antes impensáveis.... Assustado e contrariado, o quase catatônico general, surtava com os rumos da política nacional e gritava aos enfermeiros: -Me tirem o tubo!

Miss Bumbum Evangelica? 

-Me tirem o tubo! 



E, logo eu!
Cronista experimentado do absurdário evangélico, que já noticiou a existência de igrejas de nudistas, de lésbicas e gays. Apresentou filme pornô pra crente, papa neopentecostal e até o Templo de Salomão... Assustou, Danilo?

Mas que igreja ou denominação teria tido a coragem de realizar um concurso a fim de eleger a "ermanzinha" com o bumbum mais abençoado? Que gente é esta, meu Pai?


Ufa! Valeu-me, meu menino Calvino!


Tratava-se apenas de uma senhorita que se confessou em público como evangélica durante a sua participação em concurso de Miss Bumbum. 
Uma moça, que depois de sofrer perseguição dos crentes nas redes sociais pela ousadia decidiu assumir a "outorga", promovendo-se, dai em diante, nos seus shows e aparições  variadas como a MISS BUMBUM EVANGÉLICA, para o desespero dos crentes e a alegria da mídia entusiasmada com o nosso crescente ridículo.

Young Calvin slightly relieved...

Culpa de quem? Nossa, obviamente!  Não fomos nós que nos tornamos especialistas em promover o "evangelho", como quem promove um modismo, uma expressão cultural um estilo de vida de uma "tribo"? Não somos nós que vendemos este pacote de modismos com a sua música, a sua estética e seus hábitos sociais... Seus negócios e seus livros de auto-ajuda...

Esquecendo que fomos chamados a fazer discípulos de Cristo, que não é coisa trivial  que se resolva num programa de domingo e nem é ideia ou doutrina aceitável, permeável, palatável, mas uma loucura demandando um compromisso para a vida, um projeto que começa com a nossa própria morte e novo nascimento? Não é qualquer coisa pouca que o camarada experimente as 18:00h em meio a louvores sentimentaloides e já, duas horas depois, antes da pizza acabar, nem se lembre como foi!
m
Que vergonha deste nosso momento. 
A que ponto chegamos...

É por esta e por outras que quando me perguntam se eu sou evangélico, logo respondo: Não. Sou protestante. Sou presbiteriano. 



Danilo Fernandes para o
Capa 8487893919018905672

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail