681818171876702
Loading...

Os dalits católicos levantam a voz e criam uma igreja dentro da Igreja



IHU UNISINOS



Ontem, na capital da Índia, os católicos dalits inauguraram uma igreja dentro da Igreja católica. Os líderes leigos tomaram a iniciativa e colocaram em funcionamento a ‘Bharatiya Dalit Igreja’ na Índia. Uma iniciativa que conta com o apoio da maioria dos sacerdotes e religiosos. Os católicos da casta dos intocáveis, que representam 70% da Igreja católica na Índia, querem que sejam considerados e que se respeite sua voz no seio eclesial.


“Para pregar a Boa Nova aos Dalits” (Lc 4,18)


‘Bharatiya Dalit Igreja’ (BDC) (Bharatiya significa Índia, a palavra ‘Dalit’ se refere à comunidade marginalizada). A Igreja nova, iniciada pelos católicos Dalits na Índia, está comprometida em pregar a ‘Boa Notícia’ de Jesus Cristo aos dalits, a casta hindu que é discriminada e marginalizada socialmente e economicamente.

Visão da igreja Dalit


Evangelização aos Dalits, os chamados intocáveis, rejeitados constantemente, perseguidos, envergonhados e conduzidos à margem da sociedade. A pregação do Evangelho de Cristo significa restaurar a dignidade e a identidade dos dalits à imagem e semelhança de Deus (Gênesis, 1, 27).

Jesus histórico viveu como qualquer homem, sofreu como um dalit, porque Jesus foi rejeitado pela sociedade, ridicularizado pelas autoridades, desprezado pelos líderes religiosos e torturado até a morte. Jesus sofreu como a comunidade dalit está sofrendo na sociedade, ao longo da história e agora, especialmente dentro da Igreja católica na Índia.

‘O sofrimento’ é considerado como uma norma, característica e uma lei não escrita para os dalits na Índia e isso nós também vemos na vida de Jesus até a morte, e continua ainda, passados 2000 anos. Jesus sofre a cada dia conosco (dalits) e sua promessa de estar conosco até o fim dos tempos é a garantia de sua participação contínua com o sofrimento dos dalits, que se pode chamar ‘dalitness’, que significa característica dos dalits’.

Jesus em seu ministério público se identificou com os ‘dalits’ de seu tempo e de sua sociedade e se solidarizou com os samaritanos e gentios. Ele sentou e comeu junto com os gentios, pecadores e publicanos. (Mc 2, 15-16). Sua relação e a atitude para com os povos marginalizados, com os samaritanos, mulheres, com os pobres, cegos e coxos não era uma atitude do povo da Judeia. O próprio Jesus atualmente continua se identificando com os dalits que estão sofrendo por razões sociais, econômicas e também pela religião católica onde estão marginalizados sem respeito e dignidade.

A Esperança dos Dalits


A ressurreição de Jesus Cristo é o grande sinal de esperança para os dalits, que de fato poderia realizar seu sonho de liberdade e a justiça no futuro. Jesus Cristo está conosco, animando e fortalecendo-nos para continuar sua luta contra a injustiça e a opressão. Levantando-se de entre os mortos, Jesus demonstrou que a morte não é a última palavra; então, os males e as injustiças não podem e não terão a vitória final. Isto nos dá a esperança de que a luta dos dalits contra a injustiça e a opressão não é uma batalha perdida. Surgirá um dia e os dalits poderão ascender com Jesus para uma existência mais humana, mais livre e mais digna.

O Sonho dos Dalits


Nosso sonho é criar uma sociedade prevista pelo Dr. R. R. Ambedkar, onde todos são iguais, ‘o reino de Deus’ assim como Jesus pregou. Aqui, homens e mulheres de boa vontade, sem nenhuma discriminação de casta, cor e raça trabalharão juntos como uma só família para realizar o sonho.

Recursos dos Dalits


Recuperar a identidade perdida, restaurar a rica história e cultura dos dalits na Índia pelo caminho da ética, da moral e dos valores cristãos.



A reportagem é do sacerdote John Buckthese, publicada por Religión Digital, 11-10-2014. A tradução é do Cepat.


religião 2736830589637612024

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail