681818171876702
Loading...

O sonho comanda a vida.

Sarah Catarino

O nosso poeta escreveu: “ …o sonho, é uma constante da vida, tão concreta e definida como outra coisa qualquer…”

O homem que deixou de sonhar, deixou de ter a capacidade de viver. O sonho não é propriedade dos jovens, dos inteligentes, dos mais ricos. O sonho é parte integrante da beleza da vida.

Já falei com muitas pessoas que me dizem com um ar triste e desiludido: “Já deixei de sonhar”, ou “ não vale a pena sonhar” ou ainda, “os meus sonhos caíram por terra”. A minha resposta a estas pessoas é sempre a mesma: “Sonhe outra vez! Enquanto sonha, “o mundo pula e avança, como bola colorida entre as mãos duma criança”!

Gostava de contar-vos uma história passada há muitos séculos e descrita na Bíblia, o Livro de Deus - É a história de um rapazinho chamado José. O jovem vivia numa família bastante disfuncional. Tinha uns irmãos rebeldes, desobedientes e maus, tinha um pai que escolhera viver com duas mulheres e ter filhos das duas. Havia uma guerra constante entre as duas esposas e muita inveja e ciúme entre os irmãos. José era o favorito do pai. Tão especial era para o pai, que este lhe fez uma túnica colorida, que era dada apenas aos filhos mais velhos. Os irmãos olhavam para José com inveja por causa da atenção privilegiada do pai. Mais ainda, José era um sonhador. E num dos sonhos, viu que um dia os pais e os irmãos se iriam inclinar diante dele numa atitude de sujeição e respeito. Esta foi a última gota para os irmãos de José. Até o pai ficou um pouco aborrecido com o filho...

Muitas vezes os sonhos que temos, acordados ou a dormir, são apenas uma fantasia até virem a acontecer. Mas em relação a José havia um grande problema. Os sonhos vinham de Deus. Nem passava pela cabeça de José como é que tudo viria a acontecer, mas ele sabia que Deus tinha posto esses pensamentos na sua mente.

Foi vendido como escravo pelos irmãos. No Egipto serviu um homem que lhe confiou tudo nas suas mãos. José crescia como homem e em carácter. Mas porque este oficial do rei tinha uma mulher infiel e porque José recusou pecar, foi parar à prisão. Pelo poder de Deus adivinhou os sonhos de dois companheiros de prisão e quando o Faraó sonhou algo que ninguém conseguia decifrar, foi chamado para interpretar o sonho do monarca. O imperador ficou tão impressionado que José foi elevado, sentado num trono, rodeado de opulência e riqueza.

Um dia, no meio dos milhares de pessoas que vinham ao Egipto comprar cereal, vieram os irmãos de José. Não o reconheceram. Já tinham passado muitos anos, como podiam adivinhar que aquele homem tão poderoso era o irmão que tinham vendido como escravo? Ajoelharam-se diante de José, para fazer-lhe o seu pedido de comida. Este era certamente o momento que José tinha imaginado tantas vezes. Mas depois de muitos anos de sofrimento, José respondeu de maneira completamente diferente do que teria feito no princípio da sua história. Abraçou os irmãos. Porquê? Porque o sonho de um homem não apenas comanda a sua vida, mas transforma-o no processo. Os anos de dor, de rejeição, de sofrimento, tinham transformado José.

José reconheceu que o que sonhara anos atrás, não tinha apenas a ver consigo, mas com um plano de Deus para a sua vida e para a vida de outros. Entre as muitas coisas que disse aos seus irmãos quando se deu a conhecer, foi: “Não fostes vós que me enviastes aqui, mas foi Deus”. José tinha perdido a sua arrogância de filho predilecto. Saudou os irmãos com lágrimas de alegria. Tinha aprendido humildade e serviço durante aqueles anos. Não se exaltou na glória do momento, mas reconheceu que o sonho não era dele mas de Deus, para o bem da sua família e de todas as famílias à volta daquele país.

Muita gente neste mundo tem tido sonhos, e desejado que se concretizem. Poderíamos contar aqui muitas histórias de pessoas que perseguiram o seu sonho e mudaram o seu mundo porque esse sonho se tornou realidade.

Queria apenas falar de três situações do nosso tempo:

•Um homem sonhou mudar a sua relação com o seu filho e ser para ele um pai presente e amoroso. Numa cidade escondida dos Estados Unidos da América, este homem e o filho montaram nas suas motos e começaram a rodar pelas estradas da sua cidade. Outros se juntaram a eles e hoje, não são apenas dois ou três homens que amam as motos, amam Deus e uns aos outros e que correm no asfalto deste mundo, são 120 mil membros em 16 países diferentes, porque um homem ousou sonhar que uma moto podia ser o meio de juntar outros ao homens ao seu Deus. Assim nasceu a Associação Cristã de Motociclistas Internacional.

•Há 44 anos, quatro mulheres sonharam levar outras mulheres a serem restauradas, curadas interiormente, através de um relacionamento com Jesus Cristo. Fizeram um almoço onde juntaram várias amigas, cento e poucas. O sonho delas parecia muito grande quando juntaram aquelas primeiras mulheres numa sala de hotel, mas hoje, volvidos estes anos, Aglow International está em 172 nações no mundo e atinge directamente 2 milhões de mulheres por ano.

•Um dia uma religiosa, pequena e frágil, sonhou ajudar os pobres, abandonados e desprotegidos nas ruas de Calcutá. O seu trabalho cresceu, tornou-se conhecido no mundo e por fim levou-a a receber o Prémio Nobel da Paz. Quando recebia o galardão, foi-lhe perguntado: “O que podemos fazer para promover a paz no mundo?” Madre Teresa respondeu: “Vai para casa e ama a tua família”.

Qualquer uma destas pessoas, entre muitos milhares que poderiam ser referidos, tinham um sonho que perseguiram até ser tornado realidade, mas todos eles tinham um denominador comum: ajudar outros à sua volta.

•Os sonhos são de Deus quando passam por nós para ser realizados na vida de outros.
•Os sonhos são de Deus quando nos transformam em pessoas mais parecidas com Ele.
•Os sonhos são de Deus quando nos motivam a dar a nossa vida para que outros tenham mais e melhor do que nós.

Se tens um sonho que se encaixa nisto que acabei de dizer, concretiza-o, porque senão, ele vai esbater-se no tempo e passa a ser apenas uma recordação sem sentido. Mas se o teu sonho contém a substância do amor pelos outros, persegue-o, busca-o, renova-o, até que se realize.

Já agora queria dizer-vos que nós sonhamos porque Deus é um sonhador! O Seu sonho é que cada um O ame tanto quanto Ele nos ama. Provou o Seu amor para connosco, dando-nos o melhor que tinha – o Seu Filho, Jesus Cristo, que morreu pelos nossos pecados. Por causa desse sacrifício Deus espera que olhemos para Ele e aceitemos o Seu grande amor. 


Sarah Catarino nos encanta. Amiga do Genizah lá da terrinha.


Artigos 3292404389531638273

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail