681818171876702
Loading...

Escândalo nas Assembléias de Deus: Pastor expulso de igreja por causa de política


Genizah



Conchavos políticos enlameam os  púlpitos da Igreja Evangélica Assembléia de Deus do Amazonas. 

A quadrilha dos Câmara, donos das AD no Amazonas, expulsa o pastor Pedro Moura de sua congregação porque a sua candidatura a cargo político nas próximas eleições  se oporia à candidatura dos  apadrinhados dos chefões da denominação.

Na briga de foice pelo poder, seja por cargos na igreja, seja por cargos de governo, as assembléias de Deus se perdem a cada dia num mar de lama.

No vídeo a seguir, o pau-mandado dos Câmara começa a informar à congregação que o pastor Pedro seria transferido para outra área. O fulano elogia o pastor, concorda que se trata de um santo homem à serviço de Deus, que ele havia sido uma benção para aquela congregação, que ele vai deixar saudades, etc. Enfim, aquele discurso manjado de adeus…  Sentado ao seu lado, ouvia calado o pastor Pedro, aparentemente conformado. Pois foi na hora que a conversa ia mudando de rumo e o enviado disse que fazia a transferencia na autoridade que lhe havia sido  dada pelo ministério, leia-se os Câmara, que o povo de Deus, que é manso, mas está deixando de ser burro, começa, sem a menor cerimônia, a questionar e cobrar explicações para a tal transferencia. A partir dai,  o que era para ser uma reunião dos santos para prestar culto à Deus vira bate-boca e  comício político. Um horror!
Maranata! E vai ter gente dizendo que foi rebeldia contra o ungido.






\






política 4587159121928077428

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail