681818171876702
Loading...

Tu é povo mas aquele milagre não é pra teu bico não...


POR Danilo Fernandes


O músico da igreja passa de “banho tomado" em frente ao gabinete pastoral no início de uma noite de sábado, logo após o ensaio do louvor. O rapaz já se dirigia à saída, mas o pastor o pega na curva:


- O moço ai quer ir cheiroso pra o pagode no dia da folga? Também não quer ver novela e Big Brother, não é mesmo?

- Big brodi, pastô?

- Mais é muito desfrute pra um crente borra-botas! Só faltava isto! Ir pra vigília da irmã Coquinha lá na estrada da caverna do mato tu não quer, né seu cabra?

- Mai oji seu pastô... É di sábado...

- Deixa de vaidade e de perfume. Desodorante é do capeta. Passa a bíblia debaixo do braço e salve esta carcaça!

- Maize, pastô...

-Jesus, veja este infeliz, pedindo pra cair no mundo no dia da folga! Pode isto, Jesus? Pode isto, meu Pai? Então o moço ai quer ser salvo e ainda ser feliz? Tu quer é moleza, né seu cabra? Então senta num pudim!

- Maize, pastô...

- Quer levar a vida como quer? Quer ouvir música do mundo? Tu é levita, seu desaforado!

- Maize, isto eu sou...

- Tú tem carro?

- Tenho, não senhor.

- Se tivesse tinha de ter pelo menos, 20 CD de música gospel no carro... Sendo três daquela irmã abençoada do sapato de fogo que tocou aqui na semana passada.

- Eu tenho da Lauriete...

- Esta ai tu jogue fora que ela divorciou, desviou e ainda amancebou com o senador...

- Ai foi…

- Deixa quieto. Mudando de levita, estou querendo saber da irmã que louvou aqui. Tu comprou o CD dela?

- Comprei, não pastô.

- Podias ter abençoado a irmã, como eu te mandei... Vais ter de decorar aqueles hinos pra domingo, não tinha te dito?

- Amanha?!

- Claro!

- Vou baixar na net, pastor.

- Tu tem computador, cabra?

- Tenho não senhor. Tem na lãohouse e na casa da minha cunhada. Mas eu tenho esta pen-drive aqui do parmeira, bença-pura.

- Então tu pegue esta condenada enquanto ela está na primeira divisão e... Aliais, não. Pegue umas dez destas ai e grave só de corinho...

-10 pen-drive é muita hora de música, pastô...

- É para ouvir... Dando glória, dizendo amém, marchando, jejuando... Decorando tudinho. Pra abençoar a congregação amanhã...

- São 1000 horas, 2000 horas, sei lá quantas horas...

- E o que tem isto?

- É muicho, pastô...

- Tu quer a eternidade, vai ensaiando meu filho. É melhor isto do que umas horas de samba e depois parar no pancadão do caramulhão... Tu vai querer descer agachadinho no garfo do Cão?

- Tá repreendido pastô!

- Então se emenda, crente. Não pode levar a vida como quer não. É a lei!

- Não é como quer não, pastor. Noize ama, noize tem temor, noizes ajuda o povo que tá pior que a gente. Noiz se agrada no Pai demais! Presta louvor, prega, batiza, explica tudinho pro pecador como é e como não é...

- E vai também se enquadrar, né o cabra? A alegria aqui é curta, mas a eternidade é eternaaaaa.

- Amém!

- Tu quer carteirinha de crente salvo? Saia da carnalidade! Nem futebol, nem novela, nem piscina e nem praia. Pega o trem de paletó e gravata e vem louvar e jejuar… Sobe monte, faz propósito. Quer descansar? Sexta-feira é vigília.

- Aiii ri ri ri!

- Tá rindo de que, infeliz? Não Quer rir e ir pro Céu?

- Né rindo não. É nervoso, pastô.

- E tu estas nervoso com esta besteira, imagine Paulo que tomava pedrada todo dia e só descansava quando estava preso...

- Pois foi?

- A porta é estreita, só passa magro de jejuar. Ana Paula Valadão falou! Crente tem de ter cara séria! Vai pagar pra entrar no Céu, meu fio.

- Tá amarrado, dinheiro não tenho não, mas o que tenho…

- O que tu tem dá de oferta! E dá carne vamos vigiar. Nem tatua, nem namora, muito menos furunfar




- E beber uma gelada? Neste calor, quem aguenta, pastô?

- E tem álcool  na bíblia, seu moço?

- Tem vinho. Deus fez o vinho para alegrar o coração do homem.

- Ah mais ai tu quer ser salvo e ainda ser alegre, seu leso?

- Mas o Senhor nos brinda com vinho... Tá em Isaias… O pastor Pirola falou.

- Isto é pra Deus e os judeus, num é pra crente leso, não!

- Mas Jesus se divertia. Ia nas festas... Sentava com o povo, falava com todo mundo... Da quenga ao político, do cobrador ao leproso. E bebia e comia de um tanto que tinha até fariseu pra reclamar...

- E tu vai querer se comparar ao Altíssimo, seu Zé? Pra tu é casa, trabalho, igreja, trabalho, casa, monte, trabalho, vigilhão, propósito, campanha, igreja, tanque... E sem vinho! Nem cervejinha!

- Mas Ele fez milagre do vinho pra o povo da festa... Eu sou povo túmem...

- Tu é povo mas aquele milagre não é pra teu bico não... O Edir Macedo falou.

- Oxi, pastô!

- Os milagres pro povo daqui da igreja é tudo organizadinho nas campanhas, no caderninho dos propósitos, negociados comigo e Jeová... Não é festa da uva não, seu Zé!

- E se Deus faz?

- Tem direção. Tem a nossa visão. E de baixo da nossa cobertura não tem desfrute não. 

- [sussurro] Coitada da pastora...

- Que foi que tu falou ai, seu cabra?

- Nada não pastô...

- Uai, quer ser crente e se fartar das coisas do mundo, seu carnal?

- Mas nós não estamos no mundo?

- Pra orar, jejuar e pagar dizimo. Quer ser salvo na molezinha? E tem graça?

- E num tem? Graça?

- Só da porta do Céu pra frente. Aqui no mundo, o negócio pra crente é separado.

- Mas nós num cêmo o sal do mundo?

- Meu filho... Pra ser sal o cabra tem de ficar no sol. Dias debaixo do maçarico do capeta. Até secar. E depois vai tomar enxada na cabeça, ser jogado, derrubado, depois moído e ralado.... E depois de muita prova é que vira sal. Crente tem de sofrer, seu moço.









 

Apologética 6911964871134918326

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail