681818171876702
Loading...

EU NÃO ENVERGONHO O EVANGELHO!





Está rolando nas redes um movimento chamado "Eu não me envergonho do evangelho", onde a pessoa é desafiada a compartilhar um trecho do evangelho através de um vídeo, e no final, desafiar outras pessoas do seu círculo de amizade a prosseguirem com a "corrente". Imagino eu que este movimento tenha sido inspirado pelo versículo de Romanos 1:16: "Não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê...", mas percebo que algumas pessoas que participam da tal "corrente" mal sabem o significado da palavra "evangelho", por isso, quando chegou a minha vez de participar, ao invés de apenas compartilhar um versículo, resolvi dividir com meus amigos aquilo que aprendi sobre o Evangelho da Salvação.

Evangelho quer dizer boa nova, boa notícia. E que boa notícia é essa? Muitos acham que Evangelho é sinônimo de Bíblia, mas preciso dizer que se Jesus fosse retirado da Bíblia, ela se tornaria um livro de histórias como outro qualquer. A história do povo judeu não faria sentindo e muito menos os profetas e suas profecias. E o que dizer das cartas de Paulo? Sem a vinda de Cristo, elas não teriam sido sequer redigidas. Portanto, é bom que se saiba que Jesus, aquele revelado nos quatro Evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João) é o centro da Bíblia, ou seja, todo o restante das Escrituras deve ser lido a partir dele. Por isso aconselho aos que estão começando na fé, que iniciem a leitura Bíblica pelos quatro Evangelhos, pois assim, todo o restante fará sentido.

A Bíblia toda converge para Jesus, mas há um versículo em especial que resume esta verdade: "No princípio era aquele que é a Palavra (Jesus). Ele estava com Deus, e era Deus. Ela estava com Deus no princípio. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido feito." João 1:1-3

Antes de haver mundo, a trindade já havia decidido nos perdoar. Antes de haver luz, já havia sido decidido que haveria cruz. Quando a trindade decidiu criar a raça humana, já sabia que iríamos cair, pecar, ceder ao mau... Por isso preparou um remédio prévio: Jesus! A nação de Israel foi separada e preparada para a vinda do Messias e os profetas também vieram para anunciar esta verdade. Portanto, o Antigo Testamento, ou seja, tudo o que aconteceu antes da chegada de Jesus, foi apenas sombra do que haveria de vir.

A história se cumpre com nascimento, morte e ressurreição de Jesus. É por isso que antes de dar o seu último suspiro Jesus disse: "TETELESTAI!", que quer dizer: está consumado, a dívida foi paga. Os pecados de toda humanidades estavam sobre ele. Esta é a graça de Deus. Por isso dizemos que a nossa salvação não vem pelas obras ou pelo bom comportamento, mas pura e simplesmente pela fé em Cristo: "Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus" Efésios 2:8

Esta é a boa nova, esta é a boa notícia, este é o Evangelho!

Paulo disse em sua carta aos Romanos: "Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que anunciam as boas novas."

Mas preciso dizer que anunciar o evangelho vai muito além de citar textos bíblicos. Gravar um vídeo, qualquer um pode gravar. Dizer "eu não me envergonho do evangelho", qualquer um pode dizer... Creio que o grande desafio deixado a nós, cristãos, é o de não envergonhar o evangelho que pregamos. O falar só faz sentido quando vivemos. O desafio é VIVER este evangelho no nosso ambiente de trabalho, em casa, nos círculos de amizade e nos encontros familiares. O Evangelho se torna real quando damos de comer ao que tem fome e de beber ao que tem sede, quando vestimos os que estão nus, abrigamos os desabrigados e abraçamos os que estão carentes de família e de afeto. O desafio é olhar nos olhos de uma prostitua e enxergar dentro dela uma alma, e não um pedaço de carne. Olhar para o drogado, ladrão e traficante, e ter a certeza de que Deus poder extrair daquela pedra bruta um lindo diamante. É amar os que te fazem mal, fazer o bem em todo tempo e orar pelos que vos perseguem. É dominar a língua no momento da ira, dar a outra face, tratando à todos com respeito e igualdade. Como bem disse Francisco de Assis: "Pregue o Evangelho em todo tempo. Se necessário, use palavras.”

"Pois eu tive fome, e vocês não me deram de comer; tive sede, e nada me deram para beber; fui estrangeiro, e vocês não me acolheram; necessitei de roupas, e vocês não me vestiram; estive enfermo e preso, e vocês não me visitaram’. "Mas Senhor, quando te vimos com fome ou com sede ou estrangeiro ou necessitado de roupas ou enfermo ou preso, e não te ajudamos? ’ "Ele Deus responderá: ‘Digo-lhes a verdade: o que vocês deixaram de fazer a alguns destes mais pequeninos, também a mim deixaram de fazê-lo’. "E estes irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna". Mateus 25:42-46

A natureza humana é egoísta. Viver o evangelho sem a ação do Espírito Santo em nós é uma missão impossível! Por isso, se deseja VIVER e não envergonhar o evangelho que prega, comece clamando ao Senhor pela ação do Espírito Santo em sua vida: "Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai que está no céu dará o Espírito Santo a quem o pedir!" Lucas 11:3

E pra terminar, deixo com vocês uma fala do Ed René e um novo desafio:

Não, eu não me envergonho do Evangelho, "não me envergonho do evangelho porque é pode de Deus para a salvação de todo aquele que crê...", mas preciso dizer que "não me envergonho do evangelho" é diferente de "não me envergonho dos evangélicos", e também é diferente de "não me envergonho daquilo que é dito em nome do evangelho". Não me envergonho do evangelho também é diferente de "não me envergonho daquilo que é feito em nome do evangelho" ou de "não me envergonho daquilo que o senso comum pensa que é o evangelho". Não me envergonho do evangelho é bem diferente de "não me envergonho da subcultura evangélica ou da cultura religiosa construída a partir do evangelho", porque dessas coisas, ou da grande maioria delas, eu realmente tenho vergonha...

Desafio: #eunãoenvergonhooevangelho


Dani Marques é colaboradora do Genizah




 

Apologética 2044275966861825999

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail