681818171876702
Loading...

Paul Yonggi Cho fundador de mega igreja na Coreia com 800 mil membros foi condenado por desfalque e deverá cumprir prisão


Fundador e pastor emérito da Igreja Evangelho Pleno de Yiodo na Coreia do Sul,   Paul Yonggi Cho e seu filho foram  acusados de desfalque  e condenados a pagar multa milionária a cumprir prisão.


Tribunal de Seul, nesta quinta-feira dia 20/02, condenou o pastor de uma das maiores igrejas evangélicas no mundo a três anos de prisão, por apropriação indevida de grandes somas de dinheiro dos fundos da igreja.

O Rev. David Yonggi Cho (Cho Yong-gi antes conhecido como Paul Yonggi Cho), fundador e pastor emérito da Igreja do Evangelho Pleno de Yiodo, em Seul, que tem no seu rol de membros cerca de 800 mil fiéis, foi considerado culpado de causar perdas no valor de US$ 12 milhões de dólares na sua igreja em 2002, ao ordenar ao responsável da tesouraria da congregação que comprasse ações de uma empresa telecom coreana e que depois foram vendidas ao seu filho com deságio de 75%. Segundo os responsáveis pela investigação, a operação visava  transferir capital da Igreja para o patrimônio pessoal de seu filho a fim de cobrir prejuízos deste em operações pessoais, de elevado risco,  realizadas no mercado de capitais coreano.

 A investigação do pastor e sua família começou no ano passado depois de uma queixa de um grupo de membros da igreja, pertencentes ao movimento das Assembleias de Deus na Coréia.

O Tribunal do Distrito Central de Seul  condenou o pastor David Yonggi Cho (Paul Yonggi Cho) a três anos de prisão com a possibilidade de cumprir cinco anos em liberdade condicional, em função de sua idade elevada (75) e saúde debilitada, e a pagar uma multa de 4,65 milhões de dólares (além de restituir os valores roubados).

No mesmo processo, o filho do pastor Cho Hee-jun  e um membro da igreja foram condenados por sonegação de impostos, desfalque e formação de quadrilha com multas no valor de 3,26 milhões de dólares, cada, e a três anos de prisão em regime fechado.
Yonggi Cho ficou conhecido mundialmente como pregador da prosperidade e do movimento celular. Trata-se de uma uma versão coreana de uma cruza de Terra Nova com Silas Malafaia. Difundiu a heresia da teologia da prosperidade na Coreia com toques de ocultismo e também influenciou o Brasil, onde encontrou promotores diversos. 

O  conceito de Cho de “quarta dimensão” defende que os cristãos devem explorar o mundo espiritual de uma forma inovadora, desenvolvendo visões, sonhos e um certo controle sobre a dimensão espiritual a fim de  materializar os seus desejos nesta dimensão. Enfim, um tipo turbinado de confissão positiva, com um "vamos tomar posse" mega profético

Obviamente, enquanto os seus seguidores não materializaram os seus sonhos de riqueza, Cho tratou de recolher sementes ao estilo Malafaia-Cerullo-Murdock e formar uma das maiores e mais ricas  congregações evangélicas do mundo.


Com informações de ODiário,  Yonhap e Protestante Digital

Quero ver a visão que ele vai desenvolver no chuveiro da prisão...
Um dia destes  Deus irá nos conceder a alegria de ver as versões brasileiras presas também!



falsos profetas 6020413410155625629

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail