681818171876702
Loading...

Palavra para alguns pastores. Arrepia, Macarrão!



Paulo Capeletti

Gostaria lembrar-vos das palavras de Lutero dirigidas ao papa da época que era o representante Legal da Igreja: “A Igreja se tornou a Prostituta da Babilônia”. Comparando estes dizeres com aos dias de hoje, podemos afirmar a respeito de alguns pastores que prostituem a Igreja do Senhor Jesus – gostaria de usar outra palavra, mas por ser pastor de pessoas marginalizadas, em minha mente permeia somente uma palavra – estão cafetinando a Igreja, enriquecendo as custas de um povo sofrido, enganado por uma teologia da retribuição e da exigência. Nesta teologia existe uma intenção somente, a de colocar pastores na classe dos abastados, dominantes e insensíveis, ou seja, milionários da prostituição e não da fé.

Suas pregações transformam-se em um insulto ao Deus encarnado, pois a riqueza é arrancada com violência de um povo pobre, encarcerado todos os dias em uma liturgia mentirosa e escravagista, onde o fim é a opulência dos lideres, (Bispos e Apóstolos), e o povo continua esperando a Riqueza ser enviada do CÉU. Assim gostaria de afirmar novamente, enquanto pastores enriquecem com o dinheiro deste povo, o ser humano se empobrece acreditando nas promessas desses cafetões desumanos.

Parem de prostituir aquela que deveria ser entregue sem mancha e sem mácula!

Arrependam-se e voltem ao Senhor que ainda está à porta e bate!




No facebook do mano Paulo Macarrão . Fala final de sua palestra no Missão na Integra - A igreja ainda respira.






 
Apologética 1576039961622029683

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail