681818171876702
Loading...

MP denuncia pastor da Assembleia de Deus em Niterói por estelionato


TERRA

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, por meio da 4ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal da 2ª Central de Inquéritos de Niterói, ofereceu denúncia contra o pastor Leonardo da Conceição Almeida Leite, da Igreja Assembleia de Deus, localizada no Morro do Estado, no centro de Niterói, pela prática do crime de estelionato.

Segundo a denúncia, no período entre julho de 2005 e fevereiro de 2011, Leite recebeu R$ 9,9 mil após enganar a aposentada Maria Pereira da Silva Santos, aproveitando-se da fé religiosa da vítima e do fato de ela ser analfabeta.

De acordo com a denúncia, sob o falso pretexto de ajudar a aposentada em questões administrativas e bancárias, o pastor a acompanhava até agências bancárias, acabando por obter, em seu próprio benefício, empréstimos consignados em dinheiro em nome dela, mas sem revelar que era ele o verdadeiro beneficiário. O valor, então, era descontado no contracheque de Maria.

A investigação apurou que a aposentada já conhecia o acusado desde a infância deste e nutria carinho e confiança por ele, ainda mais em razão da condição de pastor evangélico. Porém, ela começou a passar por sérias dificuldades financeiras, o que fez a sua filha desconfiar. Ela constatou diversos descontos no contracheque, detectando que o beneficiário era o pastor da igreja que a mãe frequentava. Na delegacia, o pastor confirmou os fatos.

A pena para o crime de estelionato é de um a cinco anos de prisão. O MP se recusou a oferecer proposta de suspensão condicional do processo, pois, entre outros motivos, o denunciado se aproveitou da fé de uma pessoa analfabeta.








 
caso de polícia 3780384403233476972

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail