681818171876702
Loading...

Na TV, Mara Maravilha chama gay de 'aberração' . Quem diz o que quer, escuta o que não quer.

Sumida da mídia, Mara quer aparecer.... 


No 'Morning Show', da RedeTV!, ex-apresentadora infantil, que é evangélica, diz que admira o pastor Marcos Feliciano, avalizador do projeto de 'cura gay'

lvo de um protesto realizado em São Paulo na última sexta-feira, o projeto de lei apelidado de "cura gay", aprovado na semana passada pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados, ganhou nesta segunda-feira uma defensora pública. Convidada do programa Morning Show, da RedeTV!, a ex-apresentadora infantil Mara Maravilha disse que admira o pastor Marcos Feliciano, presidente da comissão, e que duas pessoas do mesmo sexo se beijando é uma "aberração".

Mara, que é evangélica, ainda se disse "vítima", juntamente com Feliciano, de "preconceito" da sociedade. "Acho que falta democracia. É preciso respeitar o gay, mas também quem pensa diferente do gay. Não respeitar a nossa opinião é que é preconceito", afirmou. "Não estou defendendo o Feliciano, mas o respeito a essa opinião, a democracia, a liberdade de expressão, porque tem muitos pais, muitas mães que não concordam com essa, sabe, essa aberração. Eu não concordo com homens ou mulheres em público ficarem se agarrando. Tem coisa que é particular.




Mara ainda deu uma cucutada na cantora Daniela Mercury, falando, em momentos diversos, de uma "cantora popular" que sai do armário e de gente que usa esse tipo de história "para se promover". "Tem gente que pensa assim, 'Vou dar um beijo aqui na boca da minha companheira porque quero me promover com essa causa'. Não dá muito tempo, a pessoa posa do lado de um homem porque só quer mesmo é mídia."

Questionada se entendia a homossexualidade como doença, Mara disse que não, que a via como "opção". Mesmo assim, disse que a cura é possível, porque ela pode ser "mental, espiritual"."Eu mesma já vivi vários tipos de cura", contou, sem especificar do que foi curada. A cantora ainda falou que tem vários amigos e funcionários gays que querem ser "curados". "Eu não faço acepção. Mas conheço muitos homossexuais que querem a cura."

Entenda o projeto - O texto do projeto de lei chamado de "cura gay" suspende trecho da resolução do Conselho Federal de Psicologia de 1999 que proibiu profissionais da área de colaborar com eventos e serviços que ofereçam tratamento e cura da homossexualidade, além de vetar manifestação que reforcem preconceitos sociais em relação aos homossexuais. Apesar de ser sempre relacionado ao pastor Marcos Feliciano, o projeto é de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO).

Na Playboy, Mara era mais sincera...

Genizah Comenta


Tudo isto me lembra uma passagem em que Jesus ao se dirigir a um grupo de pecadores, logo  os ofendeu gritando: Filhos de uma geração adúltera! (aberração é pouco, chamou-os  de filhos da put... Mas segue o enterro!) O inferno os espera! Víboras! Raça de víboras! 

- Ops! Só que não.

Jesus dirigiu tais impropérios aos religiosos hipócritas. Aos fariseus doutores da Lei que mata e condena!  

Aos pecadores, Jesus proclamou as boas-novas e se deu a regeneração. Jesus nos fez novas criaturas! Dignos, apesar de nossa natureza caída e pecadora.

Então temos a notícia acima. 

Uma provocação que já esta aprofundando ainda mais o foço entre o evangelho e quem dele precisa...

Mara Maravilha. "Uma ex-prostituta. Sim! Uma mulher que se despe para uma revista erótica em troca de dinheiro é o que?" Não é assim que entende a maioria dos pastores? Não foi este o julgamento que ela recebeu de tanta gente? Uma imoral? "Ela pode falar de alguém? Pode chamar alguém de qualquer coisa e colocar o dedo na cara de quem for?" Não foi, ela mesmo,  uma aberração pior, neste conceito "evangélico" atual? O telhado de vidro vira pedra. Quando ímpia não era tão julgadora...

Mara acusa a certa cantora de beijar outra mulher para aparecer... Teve gente na mídia que já respondeu a cantora gospel: "Ela própria, tirou foi a roupa, fez caras e bocas e faturou alto... Não foi para aparecer também?" Pois, é.

Ah! Veja bem... Hoje a Mara Maravilha é um nova criatura. Tem até bíblia com o seu nome... 

Pois é... Mara tem bíblia com o seu nome. Esta sumidade em teologia... 

Me desculpem, mas para mim,  é muito mais imoral, uma figura destas ter uma bíblia com o seu nome do que uma Playboy com sua figura despida na capa! Sim! Por que, ao menos, quando a Mara saiu na Playboy ela tinha alguma coisa para mostrar, já a sua bíblia é o " Ó "!

Pois bem, como uma mulher que, mesmo sem precisar, se vendeu para uma revista erótica, esteve em cartazes pelada pelas ruas de todo o país, contudo,  imerecidamente, como todos nós, foi alcançada pelo amor de Deus, foi recebida pela igreja, nova criatura, sem julgamento, agora, diante de outros que precisam do Amor de Deus, pecadores como ela mesma foi,  pode se mostrar tão julgadora, odiosa, sem misericórdia? Engraçado, não? Para ela, toda a misericórdia de Deus. Para os outros, julgamento e a lei.

Não a toa, os evangélicos são a cada dia mais odiados. 

Cala a boca, Mara!











 

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail