Joelma agora é Gospel e Banda Calypso já era (que peninha...)

Se a irmã Gretchen foi a primeira a cantar e dançar como louca nos palcos tupiniquins, a irmã Joelma inovou no quesito cabeça bailarina. A dela não apenas baila, mas sobe e desce, gira e se sacode. Mas agora será tudo pra Gizuz.


A cantora Joelma surpreendeu os fãs na noite deste sábado (8) ao anunciar que vai seguir carreira gospel após o fim da Calypso. A declaração foi dada durante um show da cantora no 'São João da Capitá', no Recife. Após a apresentação, o empresário da banda tentou amenizar a situação e negou que a banda acabaria logo após o evento, mas confirmou que a artista seguirá a carreira gospel.

A informação caiu como uma bomba nas redes sociais e a vocalista do grupo ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter. O colunista Léo Dias, do jornal carioca O Dia, também confirmou a novidade. "... é isso mesmo. A Joelma anunciou em Recife o fim da banda Calypso", escreveu o jornalista.

Chimbinha - guitarrista da banda e marido de Joelma - confirma a vontade da cantora de gravar um CD gospel.
"Ela não está se sentindo bem cantando o estilo de música que canta hoje. Mesmo antes da banda começar, ela tinha esse sonho, essa vontade de cantar para Deus”.

A filha da artista, Natalia Sarraff, comentou a decisão da mãe em um post no Facebook. "Tudo que é bom dura pouco!?!?! Pelo contrario tudo que é bom dura pra sempre, pois tudo que é de Deus é pra sempre, feliz por sua decisão minha mãe, eu te apoio pois lhe conheço e sei muito o que se passa em seu coração, e sei que agora realmente você tá feliz de verdade, te amo te amo", declarou ela, que também é cantora.

Muitos fãs lamentaram o fim da Calypso e Natália pronunciou-se novamente pelo Facebook. "Só acho assim: ninguém morreu, pelo contrário. Acaba de nascer uma nova vida, a vida que Deus escreveu muito antes do nascimento. Então, vamos parar de falar bobagens e agradecer a Deus! Pois tudo nessa vida só acontece se Ele permitir, e tudo é para Sua glória. Só sei dizer que estou feliz, feliz por saber que a pessoa que mais amo está feliz", completou.

Em entrevista à revista 'Contigo!', em janeiro, Joelma comentou que está preparando um projeto particular voltado para os evangélicos. "Eu tenho essa promessa de Deus, na hora que ele me chamar eu estou pronta!". Ela revelou que deixaria a Calypso, na qual canta há 14 anos, para seguir carreira no mercado gospel.

Histórico de polêmicas
A cantora Joelma se envolveu em uma série de polêmicas ao longo de 2013. Tudo começou Em março, durante entrevista para revista Época, onde ela afirmou que que ser gay é "como um drogado tentando se recuperar".

Tenho muitos fãs gays, mas a Bíblia diz que o casamento gay não é correto e sou contra. [...] Já vi muitos se regenerarem. Conheço muitas mães que sofrem por terem filhos gays. É como um drogado tentando se recuperar", disparou. Indagada pelo colunista, ela também afirmou que se tivesse um filho que se assumisse homossexual, "lutaria até a morte para fazer sua conversão [sic]". 

A declaração causou revolta entre artistas e grupos de defesa dos LGBTs (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros). Para evitar exposição negativa de marcas, vários empresários também cancelaram shows com a Calypso - a assessoria do grupo chegou a comentar que a informação não passava de uma 'intriga'. 

Em agosto de 2012, Joelma também causou revolta nas redes sociais após a divulgação de um vídeo no YouTube em que aconselha um fã gay a "virar homem". "Vai se converter, vai virar homem, vai casar, ter filhos". Ele responde: "Eu vou adotar um". Na época, ela desconversou e se defendeu das críticas. "Se eu fosse preconceituosa meu melhor amigo não seria um gay. Aroldo (nome de guerra, Velany)", escreveu.

Muitos veículos noticiaram que o seu casamento esteve fortemente abalado por causa das declarações ‘homofóbicas’. Chimbinha chegou a dizer que a vida do casal tinha se tornado um verdadeiro inferno por causa de ativistas gays.


Com informações PurePeople/Correio da Bahia/iG