681818171876702
Loading...

Mark Driscoll, o servo inútil


 
 

Mais uma vez, o pastor mauricinho, solta um de seus factóides para chamar a atenção da crentaiada e da imprensa também, claro.

Durante a sua participação na conferência Catalyst, em Dallas, Texas – US, Driscoll declarou algo que, a princípio, parecia ser uma “piada”, uma tirada sarcástica, mas logo se viu que se tratava de uma declaração à sério. Driscoll disse: Eu conheço Quem fez o meio ambiente e Ele está voltando e vai queimar tudo isto. Então, SIM, eu dirijo um SUV”.

O SUV (veículo utilitário esportivo)  é uma classe de veículo  semelhante a uma camioneta, de elevadíssimo consumo de combustível e forte contribuinte para o aumento dos investimentos em transporte e segurança devido ao seu grande tamanho, que pressiona os custos de manutenção das estradas e os gastos com estacionamentos. Ademais, pesquisas comprovam que os SUVs infringem  maior potencial de  mortabilidade  aos demais passageiros de veículos e pedestres trafegando na mesma via. Os governos civilizados e ambientalistas consideram os SUVs altamente prejudiciais ao ambiente.  Os cristãos norte-americanos sérios patrocinam  campanhas  publicitárias contra os SUV, os quais, consideram um meio de transporte egoísta e ambientalmente irresponsável.

Obviamente, antes mesmo da preleção terminar o comentário infeliz ganhou as redes sociais e, logo se iniciaram os protestos de cristãos conscientes e ecologistas. Contudo, quem esperava uma retratação de Driscoll, proprietário de um dos SUVs mais caros e gigantescos do mercado, praticamente um tanque de guerra, se enganou. O que se seguiu foi mais um comentário de bully, o que já está se tornando a marca registrada do pastor: “Quem dirige um carro mini é um mini homem” – provocando os proprietários de carros familiares normais.




O assunto da palestra era escatologia. O assombro da afirmação, claro, nada tem haver com  opção pessoal por tamanho de carros, por mais que lá, nos E.U.A. esta discussão tenha implicações maiores e reflita a preocupação com o meio ambiente. O aspecto central da afirmação de Driscoll é que ele defende a idéia de que não precisamos nos importar com questões ambientalistas, com a ecologia. Isto nos E.U.A, a nação que, em seu consumismo desenfreado, mais exaure  os recursos do planeta em prejuízo das demais nações!

A saúde do planeta Terra, o uso dos responsável dos recursos finitos e a forma como a degradação do planeta afeta mais aos pobres nas nações periféricas devem ser  questões irrelevantes para o povo de Deus?! Segundo o Driscoll, Cristo vai nos arrebatar, queimar tudo e todos que ficarem e os outros que se lasquem! Ele mesmo usa um carro super poluente para apressar a degradação e a volta de Cristo. Loucura?

O mais estranho deste episódio é descobrir que o antes promissor pastor Driscoll, um homem que “emergiu” do controverso movimento “emergente” para se revelar um teólogo de linha reformada sólida, apesar dos frequentes devaneios atuais, vai se revelando bastante confuso... São os claros sinais da fama.

Hoje, até mesmo os calvinistas, antes contentes com surgimento de uma nova geração de pregadores reformados de grande popularidade, já olham Driscoll com muita reserva. Basta dizer que a maioria não entende como pode um teólogo reformado que se diz tão influenciado por Spurgeon, Jonathan Edwards e Calvino defender este mambo jambo dispensacionalista misturado com um profundo desrespeito pela criação do Senhor, pelo ambiente que Cristo habitou e que passa a defender este tipo de irresponsabilidade para com o planeta. 



Aquilo que nos foi confiado para a nossa alegria, sustento e vida vem com a responsabilidade igual ao do bom despenseiro, do bom servo que preserva a herança para as novas gerações. Aquele que nunca, jamais, destrói os campos do Senhor e procura sempre contribuir para o desenvolvimento e para o bem comum. 

O que pensar de um servo de Deus que desafia o seu Senhor, esgotando os meios de sobrevivência que Ele planejou para o bem de todos e ainda quer determinar a hora de esvaziar os celeiros da terra, pois pensa que já é hora do Senhor retornar!?

Quanta petulância do servo inútil Driscoll!

E quanta falta de misericórdia para com os demais que não podem ter sequer uma bicicleta para se locomover. Do mais humilde que sofre mais com a degradação do planeta e o esgotamento dos recursos, o pobre, o oprimido pelo lixo da sociedade de consumo, a criança a quem Jesus nos confiou cuidar... Todos são mini pessoas pois não possuem um SUV, senhor Mark Driscoll? 

Driscoll, você é um canalha! Saia já do púlpito e vá se reciclar. Estais indo no caminho do anticristo! Estais pregando o contrário do que Cristo pregou!

Driscoll, ser dispensacionalista é direito seu. Ninguém é perfeito. Há espaço amplo para interpretações, escatologia é um tema complexo. Muito embora, a tradição reformada seja bem outra... Um dia você vira um reformado de verdade Agora... Conclamar o povo de Deus a ser irresponsável e descuidado com a criação do Senhor... te levou ao lugar de um heresiarca! Esta não é questão aberta à entendimento variado... Convenhamos!

Irmãos! Cuidado com este homem. Ele escrevou uns bons livros, fez uns bons vídeos e, agora se esconde na idolatria dos seus fãs e começa a pregar a agenda do anticristo! Fujam deste falso profeta pequeno burguês!

O Senhor sabe a hora. Não nos cabe determinar nada, marcar hora para nada! 

Devemos, sim, permanescer servos fieis, zelosos do que nos foi dado a usufruir pela graça do Pai!



Como nos lembra Hermes Fernandes: (1) A boa posição escatológica oferece esperança quanto ao futuro deste mundo, convocando os homens a pensarem e trabalharem pelas próximas gerações. Atos 2:39; 2 Co.12:14; Sl.72:5; 79:13; 145:4; Ef.2:7; 3:21.; (2) O Reino impõe aos seus verdadeiros cidadãos a responsabilidade de cuidar da Terra, buscando preservar o meio-ambiente em que vive. Gn.2:15; 8:21; 9:9-10,12-13,17; Sl.24:1; Ec.1:4; Is.45:18; Rm.8:19-22; 1 Co.10:26; Ap.11:18 .

Cristo reina. Portanto, vamos preservar o planeta para as futuras gerações até que Cristo retorne. Servimos à Sua vontade. Cristão não tem agenda. A agenda do cristão é a de Cristo. Ponto final.


Danilo Fernandes, para o Genizah


Leia acerca de outros factoides de Mark Driscoll











 

Artigos 5876073025910806494

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail