681818171876702
Loading...

Chorão no Céu




Na semana que passou, os "crentões de Gizuis" lotaram as redes sociais com seus famosos jargões evangélicos: "Mais um que morreu sem conhecer Cristo", "Coitado, morreu sem salvação..." ou "Se tivessem falado de Jesus pra ele, quem sabe teria sido salvo...". Sem querer ofender ninguém, pergunto eu: não seria muita prepotência de nossa parte querer dar pitaco na salvação dos outros? Não estaríamos dessa forma usurpando o lugar de Deus? 

 Danilo Fernandes, editor do Genizah, provocou a ira dos porteiros de Gizuz, ao declarar no Facebook:

 Que o Senhor console a família e quem o amava e lhe conceda a misericórdia que os evangélicos que se acham melhores do que ele precisarão.

Cheguei a ler também uma entrevista que o Rodolfo (ex-vocalista do Raimundos ) deu à G1 a respeito da morte do Chorão. Confesso que me emocionei em alguns momentos. Gostaria de destacar alguns trechos:

"Chorão gostava de 'trocar uma ideia com Deus', frase usada por ele para batizar a faixa bônus que fecha o disco 'Nadando com os tubarões', de 2000".

"Gostava muito dele porque era uma pessoa real. Não era um personagem, ele era aquela figura." (E quantos personagens não encontramos dentro das igrejas?)

"O Chorão não tinha nenhuma rejeição às coisas de Deus. Só não se sentia confortável com religião. Eu lembro nessa conversa, em Belo Horizonte, que ele me mostrou a música em que canta 'azul é a cor da parede da casa de Deus' [Lugar ao sol, de 2001]. E cantou inteira. É uma música muito bonita. Não bíblica, mas sobre a impressao dele de Deus. Existia uma sede dele de algo mais, existia uma consciência de que o que ele precisava era Deus, e do jeito dele, fez muito bem".

O Duda Hawaii, que dirigiu o último DVD da banda, “Música Popular Caiçara”, relatou em seu perfil do Facebook uma conversa que teve com Chorão a respeito de Jesus: “Em 2005, ele assistiu uma pregação na Igreja Bola de Neve em Boiçucanga. Essa pregação falava a respeito de fé e caminhada com Deus. E foi desta experiência que ele tirou inspiração para escrever a letra da música ‘Só os loucos sabem’”:

"Agora eu sei exatamente o que fazer
Bom recomeçar, poder contar com você
Pois eu me lembro de tudo irmão
Eu estava lá também
Um homem quando está em paz
Não quer guerra com ninguém
Eu segurei minhas lágrimas
Pois não queria demonstrar a emoção"

O depoimento do pastor Rina, da igreja Bola de Neve, complementa o relato acima:

“Dois anos depois (da visita do Chorão à Bola de Neve), Citibank Hall lotado, era a gravação do primeiro DVD da Igreja, e na mesma noite um CD ao vivo do Rodolfo. Glauco e Tarobinha, amigos do Alexandre (Chorão), o conduziram a mais uma reunião em que o nome de Jesus estaria envolvido. Entre uma banda e outra, agradeci a presença dele, foi quando ele percebeu que era amado ali também, entre pessoas que priorizavam sua espiritualidade. Falei um pouco sobre a importância da adoração e de usarmos nossos dons e talentos para glória dele. Ao orarmos, me lembro dele de pé, com a mão direita levantada, entre muitas pessoas, convidando Jesus para habitar em seu coração. Quando voltei à galeria, o encontrei quebrantado e o escutei dizer: "pastor, da primeira vez, no litoral, estava com os dois pés atrás, hoje, estou com os dois na frente... Estava me sentindo uma formiga, depois de receber o carinho do povo, estou me sentindo um elefante." Me lembro de ter dito: "você é amado", ele continuou: "dá parabéns para sua esposa, lembro dela de Santos, as músicas dela me tocaram" E ainda: "tô chegando pastor, minha fé hoje é viva..." Depois de um tempo, ele nos avisou que havia feito uma música com base no que viveu naquela noite, era o lançamento de ‘Só os loucos sabem’ “.

Tá, o cara se drogou pra caramba, viveu uma vida louca, estava depressivo, mas... se algum de vocês estiver sem pecado, que seja o primeiro a atirar pedra! Foi exatamente isso que Jesus disse aos falsos religiosos que estavam prestes a apedrejar uma mulher adúltera. Fico imaginando quantos “santarrões” já não atiraram pedras verbais ao se referirem ao Chorão? Ele não viveu uma vida exemplar, eu sei, mas quem disse que essa é a condição para se herdar a vida eterna? Não é difícil entender isso, é só ler os Evangelhos. O ÚNICO que conheceu o coração do Chorão foi Deus, e só Ele pode dizer se este coração estava rendido aos pés de Cristo nos seus últimos segundos de vida.

“Ele não encontrou forças para iniciar um processo de regeneração, não desenvolveu essa fé naquela noite explícita, não houve tempo para que ela provocasse a mudança que talvez o tivesse feito viver experiências diferentes das que viveu, mas conheci um cara de bom coração, autêntico, verdadeiro, sincero, que simplesmente creu. E não é a fé que nos justifica? O que nos afasta de Deus é nossa natureza, a fé nos aproxima. Por mais justos que sejamos, Deus só nos recebe por aquilo que Jesus fez na cruz, isso é graça...” (Pastor Rina)

"Mas Dani, o cara se matou!" Tá, tudo bem. Ele pode ter socado a cabeça na parede, esmurrado a casa toda, se drogado como nunca - tudo isso em busca da morte, a procura de uma saída para seu desespero e para o fim da sua dor - mas ao invés de julgar, eu prefiro acreditar na possibilidade de que em seus últimos instantes de vida, em meio a dores e gemidos, ele tenha clamado: "Jesus, lembra-te de mim...". E Jesus, transbordando de amor, graça e misericórdia, segurando-o em seus braços disse: "Meu filho, eu lhe garanto, ainda hoje você estará comigo no paraíso", assim como ele fez com o ladrão na cruz.

E através de seu lindo dom, o Chorão nos deixou registrado o lance maneiro que ele teve com Deus:

"O amor é assim, é a paz de Deus que nunca acaba. Eu vou com você pra onde você for. Eu descobri que é azul a cor da parede da casa de Deus"
"O melhor presente Deus me deu, a vida me ensinou a lutar pelo que é meu"
"Tenho fé em Deus pra resolver qualquer parada. Chega com respeito na minha quebrada"
"O dom que Deus te deu entrou em uma história no tempo
"Ele tem o Dom de Deus, o Dom mais puro que tem, eu digo: Amém!"
"Sou cantor, eu sou bondade, eu sou guerreiro, eu sou o irmão. O dom que Deus me deu eu dedico a vocês"


Chorão, tô torcendo pra te encontrar no céu cara! Deve ser legal andar de skate nas nuvens...rs.

“... porque este seu irmão estava morto e voltou à vida, estava perdido e foi achado”. Lucas 15:32

“Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Eu não vim chamar justos, mas pecadores ao arrependimento”. Lucas 5:31-32



Dani Marques colabora com o Genizah







 

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail