681818171876702
Loading...

Jean Willys incentiva o massacre dos corpos de cristãos enquanto parte da liderança cristã escraviza as suas mentes?




Hoje tomei um belo susto no Facebook ao ver a imagem a seguir. E poupando a proeminente figura pública cristã que compartilhava a referida, preservo o autor e me limito a reproduzir parte do trecho do clamor acompanhando a mensagem:

Veja que grave! O dep @Jeanwillys_real incitando ódio contra cristãos Literalmente ..Meus DEUS onde isso vai parar... Quem vai processar este maluco....



Mantenho a coisa assim, impessoal, tendo em mente a prudência. Afinal,  não foi apenas ali que eu vi a mesma IMAGEM FALSA acompanhada de protestos absolutamente indignados, raivosos e ensandecidos. (e até justificados, se a imagem fosse verdadeira!)

Nem a dica da assinatura (cartmanMandaARealSemVaselina) na reprodução do snap do twitter do deputado e ativista LGBT foi capaz de alertar os incautos irmãos de que se tratava de uma montagem de humor duvidoso. 

O clima de jihad entre os cristãos evangélicos e os gays está tão extremo, atiçado pela liderança bucéfala, Silas Malafaia à frente, que a mentira dos lobistas gays que acusam os cristãos de homofobia ainda vai acabar se tornando verdade, a medida que os ânimos se exaltam com o querosene jogado pelos “caciques e pajés” dos dois lados.

E nós, que fomos resgatados por Cristo, não para sermos inimigos dos pecadores e, tão pouco, achados por opressores, seja de que grupo for, mas, ao contrário, para sermos portadores das boas novas, sermos luz do mundo e sal da terra, seguimos horrorizados com o caminho que a Igreja toma.


Pesquisa recente, realizada pelo Barna Group, nos EUA, sobre a percepção que jovens não-cristãos tinham sobre o que é ser cristão apontou como principal resposta que ser cristão é ser anti-homossexual.

Triste conclusão a de que os cristãos são mais conhecidos pelo que são contra do que pelo que são a favor.

Essa com certeza não era a percepção que as pessoas tinham ao encontrar Jesus.

É isto mesmo: O mundo está careca de saber sobre o que nós somos contra. Está na hora de testemunharmos ao mundo, no discurso e na ação, acerca do que somos a FAVOR!

É preciso apear a liderança que não tem sido capaz de orientar os crentes a serem o instrumento de transformação do mundo. Cortar as figueiras que não dão frutos de honra, mas que esfregam trapos imundos na imagem da igreja!


“É preciso tapar-lhes a boca, porque transtornam casas inteiras ensinando o que não convém, por torpe ganância” (Tt.1:11).

É preciso resgatar a agenda de Cristo e enterrar as agendas dos desejos de prosperidade egoístas de muitos crentes,  a agenda de líderes gananciosos e enganadores e o anseio geral de travar uma guerra pelo imperialismo cultural gospel, para a qual, não  se encontra em parte alguma das Escrituras uma convocação.

Esta liderança raivosa e belicosa nos arrasta para longe de Cristo. 

Somos instrumentos do Amor do Pai e, para isto, nos santificamos. A nossa santificação é para o serviço ao próximo e não para a nossa vangloria e, tanto menos, para envergonhar o próximo neste bullying de quem se acha campeão da moral e dos bons costumes e, na verdade, se emprega ao mais descarado exercício de hipocrisia atestado por frequentes escândalos sexuais e a corrupção ética e moral que a mídia esfrega na nossa cara todos os dias. E este site testemunha e reverbera!

“Tais coisas, com efeito, têm aparência de sabedoria, como culto de si mesmo, e de falsa humildade, e de rigor ascético; todavia, não têm valor algum contra a sensualidade” (Colossenses 2.23).

- Está todo mundo se achando melhor que aqueles que estão na esbornia, não é? Olhem as traves nos seus olhos, bando de velhas corocas e safadas!





Jean Willys falou besteira. Das boas. Mostrou todo o seu preconceito e também o cansaço da batalha que comprou e da vida errada que ele mesmo escolheu. Contudo, a besteira que ele falou foi outra e que também merece resposta (imagem abaixo), mas se operarmos com a mentira, não iremos a lugar algum:






O tweet REAL de Jean Willys se referia a este texto em seu blog:


Mas não é porque Ahmadinejad é um tirano teocrata homofóbico que as análises de Foucault sobre a revolução iraniana se invalidam. Só alguém de repertório cultural estreito e incapaz de interpretação pode achar que as análises de Foucault se invalidam com Ahmadinejad.

Mais ainda: fundamentalistas cristãos brasileiros só estão protestando contra Ahmadinejad porque este não tolera outras religiões no Irã, mas, aqui no Brasil, os fundamentalistas cristãos TAMBÉM NÃO TOLERAM os adeptos do Candomblé e da Umbanda. Logo, se parecem com Ahmadinejad! Se ele massacrasse APENAS homossexuais, os fundamentalistas cristãos do Brasil certamente estariam apoiando o teocrata iraniano! Logo, fundamentalistas cristãos, se invadirem meus perfis em redes sociais pra me cobrar crítica a Ahmadinejad, receberam criticas (merecidas) também a vocês!


E não há mesmo muitos "cristãos" se comportando assim?

E não está cheio de crente por ai batendo palma pra maluco se propondo a ser o homofóbico que poucos tem coragem de ser em público? 

Então, calem-se!

Aqui mesmo no Genizah, em matérias com críticas ao comportamento de certos líderes ou em matérias de comportamento encontramos mais comentários homofóbicos de leitores "escapados"da nossa  a moderação do que gostaríamos de admitir.

Entre a carne e o espírito, entre a Graça e a queda, entre a Igreja separada e a perdição, entre os valores do Alto e as riquezas e afetos do mundo há, e sempre haverá, a tensão da  batalha e do  ambiente de grande sofrimento em que nos encontramos, MAS...

Já nos entregamos a morte com Cristo!


Se fomos alertados acerca de eventual perseguição e martírio, também está muito claro, na mesmas Escrituras, que tudo o que nos for imposto o será por nosso Amor a Cristo e nunca em função de nosso ódio a quem quer que seja.

Não fomos chamados a perseguir, ainda que nos sobrevenha a perseguição, tão pouco a molestar, mesmo se formos molestados, mas a pregar a verdade, amar e doutrinar aqueles que o Espirito Santo levou ao arrependimento e entregou a Cristo e, se assim permitir o Altíssimo,  que venha a perseguição!

Temos a proteção de Jesus, não precisamos de cães raivosos na porta das nossas igrejas!


-----

A habilidade do falso profeta é esta mesmo ( Só não vê quem não quer)

Nos desviar da sã doutrina e, por conseqüência, do centro da vontade do Senhor. Vai dai, que a igreja se empenha hoje na defesa da sua liberdade de expressão contra os gays, na criação de crendices e mandingas para a geração de riquezas e prosperidade financeira e no fomento dos enormes egos que nos lideram, ainda que na esperança egoísta de um dia, ter parte na sucessão de cargos, benesses e honras eclesiásticas. E a missão integral da igreja, minha gente?


Na semana passada, Silas Malafaia atirou para todos os lados até conseguir uma explicação que lhe aprouvesse a justificar a retirada de sua petição de apoio do ar pelo AVAZZ. (LEIA AQUI). Finalmente, terminou achando os bodes expiatórios ao gosto dos seus seguidores: um ex-secretário do PT e os LGBTs.

Há causas e causas e ninguém aqui está discutindo a necessidade de tomar posições bíblicas diante da sociedade, mas creio que o fomento do ódio está cegando o juízo e ninguém nem mais confere, minimamente, uma notícia ou pondera mais nada. 

Não fomos chamados para uma guerra cultural a ser travada na mídia e no Congresso Nacional, mas para uma revolução de amor que transformará o mundo pela grandeza da obra de Cristo em nossas vidas!

REPETINDO: A obra de Cristo em nossas vidas!



A massa evangélica caminha apressada para imbecilização completa. Estamos nos transformando em pequenos Malafaias e não mais somos os pequenos Cristos, que fomos chamados a ser! 


Ai, não! Parem com isto!




Danilo Fernandes para o Genizah




 

política 8968953426256691796

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail