681818171876702
Loading...

Zorra total na igreja: Pastora atacava os garotões do coro e o pastor corno pegava geral na escola dominical



Pastor Cerol passava geral: meninas e garotos.
A Polícia Civil de Pernambuco indiciou nesta quinta-feira um pastor evangélico de 30 anos e sua mulher, 26 anos, por suspeita de abusar sexualmente de seis adolescentes e tentar estuprar uma mulher em Várzea Fria, em São Lourenço da Mata, na região metropolitana do Recife. Pelos crimes, cada um deles pode ser condenado a mais de 30 anos de prisão.

As denúncias foram realizadas pelos pais das crianças no mês de novembro, na Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA), no Recife. De acordo com o delegado da GPCA responsável pelo caso, Geraldo Costa, o pastor cometia crimes de estupro de janeiro de 2012 a junho, mas um dos jovens, hoje com 16 anos, afirma ter sofrido abuso quando tinha 10.


O suspeito confessa um dos crimes, um ato sexual com uma adolescente de 13 anos, mas afirma ter sido consensual. "O fato de ter sido com o consentimento dela, ou não, não exclui o fato de que é um crime por ser com uma menor de idade", explica Geraldo Costa. Ainda segundo o delegado, o pastor era muito respeitado na comunidade. "As crianças eram ameaçadas por ele, que dizia que ninguém ia acreditar nelas porque ele era pastor", diz o delegado. Além disso, o casal também oferecia presentes para que elas mantivessem segredo dos abusos.

O delegado conta que, de acordo com o depoimento do pastor, tudo começou porque a esposa o teria traído. "Para se vingar, ele teria mantido relação sexual com o jovem que teria ficado com a esposa do pastor. A palavra dele é que ele queria desmoralizar o rapaz", conta o delegado.






Os boatos sobre o crime começaram porque uma das crianças abusadas contou aos pais, até que um total seis denúncias chegaram à delegacia durante as investigações. De acordo com a polícia, as seis crianças eram quatro meninas e dois meninos.

O suspeito integrava a Assembleia de Deus de Abreu Lima, mas cerca de dois anos atrás teve um desentendimento, supostamente por causa de um roubo, e deixou a denominação para fundar a própria igreja, a Assembleia de Deus Ministério e Missões, na mesma cidade. De acordo com o delegado, o homem tinha um cargo religioso diferente de pastor, mas assim ficou conhecido no bairro de Várzea Fria. Todas as famílias das crianças frequentavam os cultos da igreja do suspeito.

De acordo com a GPCA, a mulher do pastor era cúmplice do crime porque segurava e amarrava as crianças enquanto o marido praticava o ato sexual e também praticava ela mesma abuso sexual com as crianças do sexo masculino. O pastor e a esposa já prestaram depoimento e serão indiciados por estupro com violência e estupro de vulnerável, podendo pegar mais de 30 anos de prisão cada um. O inquérito foi instaurado na GPCA do Menor Vítima e encaminhado à Justiça nesta quinta (3), para procedimentos cabíveis.

Os suspeitos aguardam decisão da Justiça em liberdade. "A prisão deles não foi solicitada durante o inquérito porque, com a chegada dos laudos, eles colaboraram com as investigações e não estavam apresentando ameaça às vítimas", explica Geraldo Costa.

Comentários do Genizah


“Quem poupa o lobo, sacrifica a ovelha”, já dizia Vitor Hugo. Pegaram leve com o pastor no seu primeiro erro, não alertaram a comunidade, colocaram a sujeira  "pra debaixo do tapete" e deram ao ladrão a possibilidade de ser pastor em uma comunidade não muito distante daquela em que foi expulso por grave falha de caráter. 

Na conversinha de "Deus capacita os escolhidos"qualquer vira-lata que decore três salmos vira pastor e, se tiver um passado feio de "ex qualquer desgraça", sobe até mais rápido na carreira religiosa. Não duvido nada que um Cachoeira "da vida" logo vire pastor, começando por uma passagem frutífera como tesoureiro de alguma igreja!

 Melhor se levassem os conselhos de Paulo ao pé da letra:


Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam, e de cidade em cidade estabelecesses presbíteros, como já te mandei:
Aquele que for irrepreensível, marido de uma mulher, que tenha filhos fiéis, que não possam ser acusados de dissolução nem são desobedientes.
Porque convém que o bispo seja irrepreensível, como despenseiro da casa de Deus, não soberbo, nem iracundo, nem dado ao vinho, nem espancador, nem cobiçoso de torpe ganância;
Mas dado à hospitalidade, amigo do bem, moderado, justo, santo, temperante;
Retendo firme a fiel palavra, que é conforme a doutrina, para que seja poderoso, tanto para admoestar com a sã doutrina, como para convencer os contradizentes.  Tito 1:5-10


Se o pastor não é um homem de família, não tem a gravidade da idade, a "ficha limpa", etc. Como vai aconselhar crianças? Na igreja evangélica achamos lindo colocar uma ex-ninfomaníaca para dar conselhos a meninas adolescentes... "Deus curou, Deus capacitou!"Pois vejam bem o que Paulo diz acima: Busque sinais sólidos de caráter, os frutos de uma árvore madura e de sólidas raízes! Irrepreensível! 











 
Notícias 2753623677026483976

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail