681818171876702
Loading...

Coisas de crente da Universal: Homem entrou no templo, rezou para Mamon, abraçou a ex-mulher e lhe meteu a peixeira no pescoço



EXTRA ONLINE
Herculano Barreto Filho

José Lúcio dos Santos, de 36 anos - acusado de matar Maria dos Navegantes Chagas dos Santos, de 35, dentro de uma Igreja Universal, abraçou a ex-mulher antes de esfaqueá-la. A informação é de um dos irmãos do acusado, Damião Severino dos Santos Costa, de 43 anos. O crime aconteceu no final da tarde deste domingo, em Vila Isabel.

- Ele falou que desse fim de semana não ia passar. Ele (José) só dizia que se a Maria não voltasse pra ele, iria matar ela e a filha - contou Damião.

De acordo com ele, o casal se separou há cerca de dois anos. Nesse período, Maria tentou reatar o casamento diversas vezes, mas José não queria. Recentemente, quando ela começou a namorar outro homem, ele passou a procurá-la para tentar uma reconciliação.
Os dois tinham dois filhos, um menino de 16 anos, e uma menina de 10. Há duas semanas, o menino mudou-se para a casa de um tio alegando não aguentar mais as constantes brigas do casal. Eles moravam no Engenho Novo.

Na tarde deste domingo, José e Maria se encontraram no Shopping Iguatemi e discutiram. Ela então seguiu para a igreja, na Avenida 28 de Setembro. Pouco tempo depois, ele chegou no local gritando e muito alterado. Neste momento, José a abraçou, dizendo que estava tudo bem e lhe deu uma facada no pescoço. Maria morreu na hora.

José Lúcio feriu ainda um obreiro da igreja. Ao tentar tirar a arma do policial militar que foi chamado para atender a ocorrência, ele foi atingido no peito pelo PM e morreu na hora.


Foi no culto do amor?








 
universal 5247378492119001913

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail