681818171876702
Loading...

Pastor americano oferece curso de tiro para atrair fieis: “Jesus orientou o povo a saber se defender”


A salvação não é automática, mas pode ser semi-automática.




Em um esforço para aumentar a adesão, um número de igrejas americanas - especialmente a Igreja de Cristo, congregação na aldeia rural 30 quilômetros ao norte de Colombo - estão oferecendo um serviço público não-convencional: a formação de atiradores de Cristo.

A igreja de Cristo em Marengo, no estado americano de Ohio, adotou uma estratégia inusitada para atrair novos fieis. 

O pastor Jeff Copley resolveu usar a estrutura da igreja para oferecer cursos de tiro aos membros da congregação, conforme informa o site The Daily.

A igreja Marengo é pioneira, mas do Texas à Carolina do Norte, um punhado de congregações recentemente seguiram o exemplo e procuraram capitalizar o entusiasmo local para cultura de armas para expandir seus rebanhos.

A Igreja Batista Central em Lexington, NC, realizou suas primeiras aulas de tiro em março, em que o Rev. Ryan Bennett diz ser apenas "outro caminho para alcançar as pessoas."

"Queremos chamar as pessoas para o nosso lado", Bennett disse a um jornal local no momento. "E nós vamos tentar qualquer coisa."

Embora admitindo que ele carrega uma pistola de 9mm em todos os momentos, ele disse que não quer que sua congregação seja rotulada como "igreja pistoleira." "Promovemos a responsabilidade. Nós não endossamos a violência ", disse. "É apenas uma outra maneira de chamar as pessoas para dentro da igreja". 

Segundo o pastor Copley, saber manusear uma arma é importante como defesa pessoal e também espiritual: "Jesus orientou seus discípulos a venderem suas capas e comprarem espadas. Ele instruiu seu povo a se preparar para se defender. É muito difícil encontrar alguém em nossa congregação que não atire ".


O pastor preparou um curso de dez horas, ministrado de forma gratuita e conforme a legislação do estado de Ohio. Ao fim do curso, o aluno ganha o direito de receber um documento para o porte de arma.

Em parte, as novas ofertas representam uma resposta ao declínio dos evangélicos. Em todo o país, cerca de 20% dos americanos se identificam como não pertencente a nenhuma igreja, acima dos 15% há cinco anos, de acordo com um estudo divulgado neste mês pelo Pew Research Center.

Contra esse pano de fundo "pode-se ​​refletir o desespero de algumas igrejas para atrair membros em um momento de declínio", disse Bill Leonard, professor de História da Igreja na Universidade Wake Forest.



Do The Daily - Tradução: Redação Genizah

 

Absurdário gospel 8481617915953078036

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail