681818171876702
Loading...

O contra-ataque da Igreja Pentecostal Deus é Amor




por Johnny Bernardo

Enquanto denominações como a Universal do Reino de Deus e a Mundial do Poder de Deus crescem em ritmo acelerado, a Igreja Pentecostal Deus é Amor possui algo em torno de 900.000 membros, segundo último levantamento feito pelo IBGE, em 2010. O baixo crescimento passou a ser visto com preocupação por parte da liderança da IPDA, por motivos óbvios: apesar de possuir mais tempo de atividade no Brasil e no mundo – completou 50 anos no último dia 3 de junho – e ter experimentado um significativo crescimento entre as décadas de 80 e 90, a IPDA tem encontrado dificuldade para competir com outras denominações com menos tempo de atividade, mas que ocupam cada vez mais espaço nas capitais e grandes cidades do Brasil.

Fora a sede mundial e umas poucas sedes regionais, grande parte das igrejas da IPDA são compostas por pequenos salões alugados e com não mais de que 50 membros, o que dificulta a competição com outras denominações com maior presença nas principais vias como a IURD e a IMPD, além de outras denominações pentecostais com grande presença nos bairros, como as Assembleias de Deus. Há outras razões do baixo crescimento experimentado nos últimos anos, como a rigidez doutrinária e de usos e costumes, escândalos envolvendo lideres máximos da Igreja, campanhas de cura e libertação adaptadas a partir da IPDA pelas igrejas neopentecostais e o não investimento em meios de comunicação de massa, como a televisão.

Com a liberalização de costumes e o investimento na comunicação direta com os telespectadores, as igrejas neopentecostais criaram um mecanismo “eficaz” de captação de contribuintes e avanço em áreas dominadas por igrejas pentecostais e históricas. O uso de mecanismos comuns à Segunda Onda Pentecostal Brasileira (Paul Freston, 1993), como às campanhas de cura e libertação permitiu às igrejas neopentecostais garantias de um crescimento contínuo. Seduzidas pelas promessas de prosperidade e cura “divina” e a não exigência de usos e costumes, os ouvintes encontraram em denominações como a Mundial do Poder de Deus a solução para seus problemas sociais e "espirituais".

Campanha publicitária

Penalizada pelo avanço das igrejas neopentecostais – baseado nos programas televisivos – e sem poder abrir mão de sua história e costumes, recentemente a Igreja Pentecostal Deus é Amor passou a desenvolver uma campanha publicitária que envolve anúncios em jornais como o Metro e a associação da imagem do fundador, David Miranda, à denominação. No jornal e nas fachadas das filiais da IPDA, uma imagem do fundador com sua coleção particular de cadeiras de rodas e muletas – frutos de suas campanhas “milagrosas” na sede mundial e em cruzadas pelo mundo – é exibida na tentativa de atrair mais seguidores. Associada à imagem de Miranda, no Metro uma frase chama a atenção: “Estas são algumas das milhares de muletas, cadeiras de rodas e aparelhos ortopédicos de pessoas que alcançaram o milagre de Jesus, na Igreja Pentecostal Deus é Amor.”




Johnny Bernardo é jornalista, pesquisador da 
religiosidade brasileira e colaborador do Genizah





 

seitas 3343112554573883567

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail