681818171876702
Loading...

Pastora Reneé, agredida no Rio, comemora alta com almoço de ação de graças

Reneé Murdoch recebeu alta de hospital nesta quinta-feira (22). Americana tinha 30% de chance de sobreviver, diz médico.



Pastora Reneé agradece a Deus com muita alegria ao lado do marido

A americana Reneé Murdoch, que recebeu alta do Hospital Copa D'or, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, nesta quinta-feira (22), após ser agredida a pauladas por um morador de rua na orla da Barra da Tijuca, na Zona Oeste, celebra a notícia com almoço de Dia de Ação de Graças, segundo informou o marido Philip Murdoch.

"Hoje é Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, que é uma data tão especial quanto o Natal, então, vamos preparar um almoço com amigos e familiares. Estou feliz por minha mulher estar viva. Se você orou, se você torceu, obrigado", declarou emocionado.

Em coletiva, Reneé ainda tinha dificuldades na fala, mas agradeceu ao Brasil, emocionada. "Vocês são maravilhosos, só posso falar um pouquinho, queria agradecer vocês, Brasil, pelas orações, muito obrigada, amém", disse Reneé.

Foto: Fábio Gonçalves / Ag. O Dia

''Quero agradecer aos que oraram e torceram por mim. Muito obrigada a todos da minha igreja e a minha família e aos e médicos'' disse ela, que, sorridente e de bom humor, brincou com a imprensa, afirmando que como seu cabelo ainda não cresceu, estava careca como um dos fotógrafos.

Para o neurologista Bernardo Liberato, coordenador da Unidade Semi Intensiva do hospital, a recuperação de Reneé foi mais rápida do que a equipe médica esperava. Segundo informou, Reneé sofreu um trauma na região do cérebro que afeta as funções vitais do ser humano, como dormir, acordar e respirar, e chegou ao hospital, no ultimo dia 26, com o lado esquerdo paralisado.

O marido, Phillip Murdoch, ressalta que o momento é de agradecer a Deus pela recuperação de Renée e tentar voltar a rotina.

"Estou feliz por ela estar viva. Agradecemos muitos aos bombeiros, médicos e todos que torceram por ela. Creio na ciência, mas também creio na ação de Deus. É raro alguém ter uma recuperação tão boa. Hoje, nos Estados Unidos, é um dia muito especial, o dia de Ação de Graças, e só queremos que ela vá para casa para comemorarmos esse dia".

De acordo com o neurocirurgião, Ruy Monteiro, devido à complexidade das cirurgias e dos ferimentos que Reneé sofreu, a paciente apresentou uma grande e rápida melhora. Segundo ele, as chances de sequelas após a última cirurgia, que recolocou o osso da cabeça, eram de 30%. "Hoje, ela apresenta um pequeno déficit de memória e uma dificuldade na fala, mas tem grandes chances de recuperação", declarou Monteiro.

Reneé antes da agressão
O médico afirma que o rápido atendimento feito pelos bombeiros e a cirurgia realizada no hospital Miguel Couto foram cruciais essenciais para a sobrevivência da pastora.

"Ela entrou no Miguel Couto com um coma profundo, em estado grave. Assim que chegou fez uma tomografia e foi para o centro cirúrgico, onde foram retirados os dois coágulos".

Na porta do hospital, amigas da igreja onde é pastora, Igreja Luz das Nações, aguardavam-na para uma surpresa. "Ela é uma mulher muito forte, mas muito doce", declarou a amiga Andrea Lima.

De acordo com informações da Delegacia da Barra da Tijuca (16ª DP), o suspeito, de 38 anos, foi preso em flagrante, após a agressão com um pedaço de madeira. O suspeito estava depredando um quiosque quando a vítima passou por ele e foi agredida. Ele foi conduzido à delegacia e autuado pelo crime de tentativa de homicídio.


Veja os vídeos de agradecimentos emocionados da pastora Reneé












 

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail