681818171876702
Loading...

Pastor que curava gays é preso por abuso sexual em meninos



O reverendo Ryan J. Muelhauser, da Igreja Lakeside Christian, era ligado ao OutPost Ministry, um ministério anti-gay, e recebeu no total, oito acusações de conduta sexual criminosa.



Após ser acusado de abusar sexualmente de dois garotos durante um período de dois anos, Muehlhauser foi preso em 4 de novembro, mas foi formalmente acusado dos crimes de abuso sexual nesta terça-feira (6) no tribunal do condado de Isanti, em Cambrigde, Minessota, segundo o jornal “Daily Mail”.

De acordo com uma das vítimas, os abusos aconteceram por quase dois anos, e Muelhauser dizia que iria abençoá-lo colocando seus órgãos genitais para fora da roupa. O pastor pedia então que a vítima se masturbasse na frente dele enquanto o tocava.

Em alguns casos, o pastor segurava o genital de seus clientes, dizendo que o contato era uma forma de ‘benção’.

Os abusos teriam ocorrido em datas diferentes, em um deles entre outubro de 2010 a outubro de 2012, e no outro cliente entre março e novembro deste ano.

Uma das vítimas disse a polícia que continuou as sessões mesmo depois do abuso porque acreditava se tratar de um aconselhamento espiritual.

Muehlhauser trabalhava como conselheiro em uma organização que há 30 anos  ‘aconselha homens e mulheres a fazer decisões para romper com a vida homossexual’. A igreja a qual era ligado, no entanto, divulgou nota contraria à prática.

“Como uma igreja, nós estamos profundamente tristes pela notícia de que comportamentos certamente inapropriados foram realizados durante sessões de aconselhamento por um dos nossos pastores, Ryan Muehlhauser”.

Muehlhauser atuou como pastor na igreja de Minnesota por 22 anos. Ele é casado e tem dois filhos.

Ele pode pegar até dez anos de prisão por cada um dos crimes e pagar milhares de dólares em multas.


Com informações do IBahia / Uol





 

gays 8673410847275349718

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail