681818171876702
Loading...

CADÊ A TAMPA DA MINHA PANELA?


Dani Marques

Querida, não se preocupe, Deus tem alguém preparado pra você, afinal, toda panela tem a sua tampa!". Confesso que tenho sérias dúvidas a respeito desse tipo de afirmação. Essa ideia é inserida de tal forma em nossas mentes, que dói quando escutamos o contrário. Conheço mulheres que beiram os cinquenta e ainda escutam esse tipo de frase. Lembro que por volta dos meus 14 anos, escrevi uma carta para Deus pedindo que me preparasse o marido certo. Tenho ela guardada até hoje! Dizia mais ou menos assim: "Gostaria que meu futuro marido fosse um homem honesto, trabalhador, bonito pra mim, cristão, se possível da mesma religião que a minha, querido e amado pela minha família, etc... Querido Deus, desde já agradeço o marido que o Senhor vai preparar pra mim". Acreditem ou não, depois de três namoros conturbados, encontrei o "homem da carta", estou casada com ele há quase 9 anos e completamente feliz e realizada! Deus cumpriu ítem por ítem, não esqueceu de nenhum!

Neste caso específico (e em muitos outros), por misericórdia, creio que Deus mexeu os pauzinhos, mas não acredito que para todas as panelas do mundo exista uma tampa perfeita. Outro dia ouvi uma frase interessante: "Se toda panela tem sua tampa, então acho que sou uma frigideira". Para alguns, esta afirmação é motivo de dor. E fica a dúvida: Por que tantos não se casam? Por que não conseguem encontrar sua "cara metade"? Não vou dizer que tenho a resposta exata para essas perguntas, mas posso te dar um provável caminho.

Muitas pessoas desejam se casar, mas só se for com o príncipe ou a princesa dos sonhos. Passam uma vida inteira a procura da "tampa" perfeita: Se ele não tem carro, não serve. Se ela fala alto demais, não serve. Se ele tem espinhas ou cabelos crespos, não serve. Se ela é mais velha, não serve. Se ele não tem uma profissão promissora, não serve. Se ela está acima do peso, não serve. Se toma cerveja, não serve. Se é filho de pais separados, não serve. Se o peito é pequeno, não serve. Se tem um pêlo no queixo, não serve. E por aí vai...

Acredito que muitas oportunidade passam porque somos egoístas, gostamos de alisar nosso ego e exigir que as NOSSAS necessidades sejam satisfeitas. Além disso, somos experts em "dar uma mãozinha para Deus". No meu caso, por exemplo, depois que escrevi a carta, namorei 3 rapazes, mas nenhum deles estava dentro dos ítens solicitados. Vejam que pedi a Deus um marido com quesitos especifícos, mas na hora do "vamu vê", relevei alguns, ou seja, resolvi "dar uma mãozinha a Deus". Não soube esperar e sofri bastante por isso! Mas eu me pergunto, por que Deus resolveu atender os meus pedidos? Será que ele ouve as orações de alguns e de outros não?

"Quando pedem, não recebem, pois pedem por motivos errados, para gastar em seus prazeres." Tg 4:3

Não estou dizendo que todas as pessoas que estão sozinhas pediram errado, de maneira nenhuma! Cada pessoa é uma pessoa e cada caso é um caso. Como disse anteriormente, estou apenas dando um caminho para aqueles que estão interessados em buscá-lo. Se você der uma olhadinha na minha carta, vai perceber que não pedi um homem rico, com carro, bonito (pra mim e para os outros), bem sucedido, acima ou abaixo do peso, que ocupasse um cargo de destaque na igreja e etc. Tenho certeza que se fossem estes os meus pedidos, Deus não os teria respondido.

Quando comecei a namorar meu marido, nem carro ele tinha! Meus olhos não estavam (e nunca estiveram) nos bens materiais. Eu desejava construir uma vida com alguém que, acima de todas as coisas, amasse a Deus. E eu sabia que com isso, todo o restante viria como consequência, e realmente veio! Deus sabia que a real intenção do meu coração era a de agradá-Lo. Mas você pode perguntar: "Então por que tantas pessoas más ou que não crêem em Deus encontram sua cara metade"?

Somos humanos e vivemos neste mundo. Crendo em Deus ou não, continuamos a ter emoções, desejos e convicções, não deixamos de existir. Se um casal de ateus resolve se unir e vivem felizes para sempre, não quer dizer que Deus interferiu nesta relação, ou quem sabe sim... Ele ama um ateu da mesma forma que ama um cristão e pode ser que tenha um propósito nesta união. Deus é soberano e tem autoridade sobre todas as coisas. Se Ele quiser ter misericórdia de um descrente, quem somos nós pra dizer o contrário?

E pra finalizar, gostaria de te desafiar a fazer algo diferente. Se até agora você tem pedido a Deus um marido ou uma esposa, sugiro que mude a sua oração e comece a pedir que Ele faça de VOCÊ uma esposa ou um marido segundo o Seu coração. Que Ele prepare VOCÊ para alguém, e não ALGUÉM para você. Este é o segredo para qualquer relacionamento dar certo: fazer o outro feliz! Casamento é uma doação diária, doação de amor, de carinho e de tempo. Se pensa que precisa casar para ser feliz, está redondamente enganado! Você só vai ser feliz quando casar, a partir do momento que aprender a amar sem esperar nada em troca. Não pense que casando vai completar o vazio da sua alma. Isso é pura ilusão! Um casal completo é formado por duas pessoas que já se sentiam completas antes de se casarem. Só Deus é capaz de preencher o vazio no seu peito!

Concluindo, o importante mesmo não é encontrar a tampa perfeita, mas sim buscar orientação e sabedoria em Deus para o encaixe perfeito entre duas peças imperfeitas. Encontrando dois corações dispostos a amar e viver a vontade de Deus, os ajustes serão feitos e o encaixe saiará melhor que a encomenda!




Dani Marques é colaboradora do Genizah







 

sexualidade 3503165396458764248

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail