681818171876702
Loading...

Ué? Serra também distribuiu KIT-GAY?


MÔNICA BERGAMO - FOLHA


O candidato a prefeito de São Paulo José Serra (PSDB) distribuiu para as escolas paulistas, em 2009, quando era governador, um material semelhante ao que o MEC (Ministério da Educação), na gestão de Fernando Haddad (PT), começava a elaborar para combater a homofobia nas escolas.

O guia do governo de SP é assinado por Serra, pelo então vice-governador Alberto Goldman e pelo então secretário estadual de Educação, Paulo Renato Souza (Leia a notícia aqui).

Até um dos vídeos recomendados pelo kit tucano, "Boneca na Mochila", é igual ao que o ministério estudava divulgar.

Destinado aos professores, o guia aconselha que eles mostrem aos alunos desenhos ou figuras de "duas garotas de mãos dadas, dois garotos de mãos dadas, uma garota e um garoto se beijando no rosto, dois homens se abraçando depois que um deles faz um gol e duas garotas se beijando".

Logo depois, os professores deveriam perguntar aos alunos sobre as "sensações" que as imagens despertavam. E discutir com eles diversidade e homofobia.

"Explique que, em nossa sociedade, tudo o que foge a certo padrão de masculinidade e feminilidade é, muitas vezes, visto com estranhamento. E desse estranhamento surgem os preconceitos e, consequentemente, a discriminação."

As orientações estão no capítulo "Medo de que?", entre as páginas 45 e 53. (Leia a íntegra do kit tucano)


Serra hoje ataca o material do MEC, que chama de "kit gay". Depois de se reunir com o tucano, na semana passada, o pastor Silas Malafaia, do Rio de Janeiro, disse que iria "arrebentar" Haddad divulgando o kit.

O material do MEC não chegou a ser distribuído por causa da reação da bancada de deputados evangélicos.

A Secretaria de Educação de SP, que negou ter distribuído qualquer material sobre o assunto, diz agora que ele foi enviado apenas a professores, ao contrário do que ocorreria com kit do MEC.


O ministério, por sua vez, informa que os kits, caso fossem aprovados, iriam para 6.000 professores, e não para os estudantes.






Tá cheio de crente abestado, com cerebro de ovelha, por ai... E Malafaia sabe disto! O kit gay tucano, como se vê no documento ao lado -As orientações estão no capítulo "Medo de que?", entre as páginas 45 e 53. (Leia a íntegra do kit tucano), é pior do que o do PT. A diferença é que o Serra tá prometendo liberar os alvarás das igrejas irregulares... Irregulares como? Sem segurança, sem acessibilidade, barulhentas, sem as normas dos bombeiros, em locais impróprios... Enfim, umas ratoeiras sujeitas a ter o teto caindo e  fogo lambendo por problemas elétricos - sem porta de emergência- etc. Beleza! Pagando o dizimo, tá tudo certo!  Não falta grana para a bateria e nem pra o datashow... Mas para a acústica... Bom, ferrem-se os vizinhos! Para o ar condicionado tem grana, para o quadro de luz... Enrola ai, meu. Deus protege! Se tiver calor, cai a oferta. O povo vai pra praia! E se for coisa pior, se pegar fogo ou o teto cair, bota a culpa no diabo! Há décadas passadas, um fiscal ia a uma igreja, seminário ou escola  protestante e não encontrava um  "ai". Tudo perfeito. Tudo acima dos padrões e exigências locais. Funcionários regularizados, taxas recolhidas, vizinhança acolhendo e respeitando a comunidade. Éramos o povo que buscava a cidadania irrepreensível. Gente séria. Correta. Para que o nosso exemplo não fosse motivo de vergonha para a Igreja e a Mensagem. Hoje é esta baixaria! Antes de pregar a um ímpio, precisa-se esclarecer que não somos bandidos, como alguns: ˜Sou crente, mas sou limpinho".









 

política 4642400148006780262

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail