681818171876702
Loading...

Grupo cristão causa revolta por comparar homossexualismo com pedofilia

Anúncio cita práticas que devem ser combatidas no Estado de Pernambuco, entre elas prostituição, turismo sexual, pedofilia e homossexualismo





A publicação de um anúncio está causando polêmica nas redes sociais. O Movimento Pró Vida-PE, promovido pelo grupo religioso Javé Nossa Justiça (formado por cristãos), confeccionou uma peça publicitária e colocou em um jornal de grande circulação do Estado com o título Pernambuco Não te Quer.  O fato de colocar o "homossexualismo" no mesmo patamar de crimes como turismo sexual e exploração sexual de menores provocou a ira de muitos internautas nas redes sociais, sobretudo no Twitter e Facebook.

A maioria dos comentários na internet reprova a campanha. O anúncio pega carona em uma ação da Secretaria de Turismo do Recife chamada Recife te Quer e que tem por objetivo divulgar o turismo na cidade.

Marcio Borba, Presidente do Fórum Pernambucano Permanente Pró Vida e Coordenador do Javé Nossa Justiça, não se arrepende da publicação, mas afirma que o anúncio não tem caráter discriminatório. "O Fórum Pernambucano Pró Vida pensou na campanha como uma forma de protesto contra as políticas direcionadas ao turismo no Estado, sempre com um grande apelo sexual, vendendo Pernambuco como um destino de prostituição, como um destino gay, práticas consideradas incorretas pelo nosso movimento", disse.

"Nós já tentamos dialogar com a Secretaria de Turismo visando rever as propagandas turísticas do Estado e deixamos a campanha durante meses em suspenso. Como não recebemos nenhuma resposta por parte do secretário Alberto Feitosa, decidimos veicular o anúncio. Mas em momento algum tivemos a intenção de discriminar nem incitar o ódio contra nenhum grupo", concluiu Borba.






 

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail