681818171876702
Loading...

Sexo anal é pecado?





Dani Marques


Uma pesquisa feita pela Bepec, com mais de 1,6 milhões de evangélicos, diz que apenas 31,8% dos entrevistados possui uma relação sexual plenamente satisfatória. Eu acho pouco, bem pouco. Por isso insisto em dizer que este é um assunto que deve ser esclarecido, principalmente dentro das igrejas. A falta de satisfação sexual contribui e muito para a destruição de um casamento. Recebo diversos e-mails de casais em crise, clamando por ajuda (cristãos e não cristãos), e posso afirmar que em 70% dos casos, o problema se encontra na área sexual. São pessoas que foram abusadas na infância, receberam uma instrução errada a respeito do sexo ou tiveram uma experiência traumática (antes ou depois do casamento), e hoje, sofrem as consequências no seu relacionamento conjugal. Nesta minha pequena caminhada, percebi que muitos destes problemas surgem simplesmente pela falta de esclarecimento. Este assunto talvez não interesse a você, mas sei que interessa a muita gente, e é por amor as essas vidas que estou eu aqui, mas uma vez tratando de um assunto polêmico.

Antes de escrever qualquer texto, costumo ler, pesquisar, orar, consultar a Bíblia, autores que entendem do assunto, médicos... O negócio dá trabalho! Se a minha intenção fosse criar polêmica e ficar famosa, eu não precisaria me dar a este trabalho, concordam? Seria muito mais fácil tirar uma foto pelada e publicar no facebook, aí sim eu teria meus 15 minutos de fama. Mas vamos ao que interessa!


Quando tocamos no assunto "sexo anal", o primeiro texto bíblico que nos vem a mente é o de Romanos 1:26-27:

"Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza. Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão."

Se estudarmos o contexto destes versículos, vamos descobrir que Paulo se referia aos bacanais públicos e oficiais de Roma. A orgia era parte oficial da instituição. É só ler com um pouco mais de atenção que você vai perceber que ele está falando de homossexualismo e lesbianismo. César transava com todas as mulheres que queria e também fazia-se mulher para muitos homens. Tudo era possível e permitido! Ele definitivamente não estava falando de sexo anal entre marido e mulher com consentimento e prazer mútuo.

A versão da Nova Bíblia Viva não nos deixa dúvidas:


"Esta é a razão pela qual Deus os entregou a paixões pecaminosas, a tal ponto que até suas mulheres se voltaram contra o plano natural que Deus tinha para elas e cederam aos pecados sexuais entre elas mesmas."

Sugiro então que não use mais este texto para condenar o sexo anal.

Outro versículo que também gera debate é o de 1Cor 6:9-10:

"Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarento, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus".

Sodomita. Essa palavra tem origem na descrição Bíblica de Sodoma e Gomorra. A interpretação mais difunfida desse texto é de que o pecado de Sodoma seria o sexo entre homens, no entanto, estudos bíblicos mais recente entendem que o pecado de Sodoma é a injustiça e a anti-hospitalidade. Outra teoria diz que o motivo da ira Divina sobre Sodoma e Gomorra, era o abuso sexual e a intenção de fazer o mal ao próximo. Esses estudos, pregam que os sodomitas eram tão perversos que desejavam humilhar os forasteiros, abusando-os pela simples razão de serem estrangeiros. E dizem ainda que a intenção dos habitantes pode ser entendida apenas como vontade de fazer o mal. Mais uma vez não podemos afirmar que esta palavra se refere ao sexo anal feito entre marido e mulher com consentimento mútuo e prazer.

Outra expressão que é muito discutida e encontrada em diversos textos bíblicos é "imoralidade sexual". Todo bom cristão sabe que para Deus este é um ato repugnante, ou seja, quem pratica imoralidade está pecando, fato. Encontrei no livro "A Batalha de Todo Adolescente", uma definição interessante para esta expressão: "Imoralidade sexual é tudo aquilo que é feito fora da aliança do casamento ou dentro dela, mas sem amor". De acordo com esta definição, não podemos associar imoralidade sexual a prática do sexo anal feito entre marido e mulher com consentimento mútuo e prazer, certo?


Mas vamos agora a questão fisiológica. O sexo anal costuma ser muito dolorido para a mulher, pois é um local bastante sensível, cheio de vasinhos internos e externos. Quando um deles estoura, pode surgir a tão famosa e dolorida hemorroida. Outra coisa que acontece, é o alargamento do esfincter. Alguns casos ficam tão graves com o passar dos anos, que precisam até de cirurgia para reconstrução. Além de tudo, o ânus é um lugar muito sujo, criado para eliminar as fezes. Não dá para limpar com sabonete até onde o pênis alcança. Desse modo, o homem poderá transmitir alguma doença para a esposa, caso haja penetração na vagina após o sexo anal. E com as fissuras no ânus, a porta ficará aberta para infecções pelo HIV e outras DSTs.


"Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos? Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o corpo de vocês." 1 Coríntios 6:19-20. Não podemos nos "auto-destruir", ou seja, fazer mal ao nosso corpo, pois o Espírito Santo habita em nós! Isso também vale para os santarrões que condenam sexo anal mas se enchem de frituras, fast-food, refrigerantes, doces e mais um monte de porcarias que destroem o corpo. Bom, pra mim, estes argumentos já seriam suficientes para um casal não praticar esta modalidade de sexo, mas sabemos que a realidade não é essa. Conheço homens cristãos que insistem em praticar o sexo anal com suas esposas, mesmo sabendo do seu sofrimento.


Sofrimento! Esse é o "x" da questão. Agora não falo mais de sexo anal, mas sim de amor. O amor não faz mal ao próximo. Se você ama sua esposa, não vai ter prazer em vê-la sofrer, vai? Se o Espírito Santo habita em você, isso provavelmente vai te incomodar um bocado. Mas geralmente, o desejo acaba passando por cima deste incômodo. Recebo e-mails de homens cristãos, inclusive de pastores, dizendo que respeitam suas esposas, mas desejam demais o sexo anal, e como não podem ter no casamento, acabam apelando para a pornografia e masturbação. Sem contar os que recorrem a traição ou prostituição. Por isso tantas esposas acabam cedendo, por medo de perderem seus maridos.


O conselho que costumo dar a estes homens é: O amor não faz mal ao próximo, e se sua mulher sofre com o sexo anal, por amor a ela (e a Deus), você não deve fazer. Nem com ela e nem com mais ninguém! É importante que vocês conversem sobre essa sua necessidade e orem juntos por isso. Controle sua mente e seus olhos. Quanto mais alimentar pensamentos e fantasias, mais forte o "monstro do desejo" ficará, e aí será mais difícil lutar contra ele. Cada vez que um pensamento vier, lute contra ele em oração. Se não alimentar o desejo, mais fraco o "monstro" vai ficar. E sem alimento, uma hora ou outra acaba morrendo. É o famoso: "Resisti ao diabo e ele fugirá de vós." Tiago 4:7. Talvez seja interessante conversar com sua esposa sobre algumas formas de deixar a relação sexual mais intensa, enquanto não se vê livre disso definitivamente, quem sabe com carinhos e posições diferentes... Descubram-se!


Meu conselho continua: "Cada um, porém, é tentado pela própria cobiça, sendo por esta arrastado e seduzido. Então a cobiça, tendo engravidado, dá à luz o pecado, e o pecado, após ter-se consumado, gera a morte." Tiago 1:14-15. O pecado sendo consumado, pode gerar a sua morte espiritual, a morte espiritual da sua esposa e a destruição do seu casamento. Persevere! Diga não quando o desejo bater a sua porta:"Porque sabemos que a tribulação produz perseverança, a perseverança, um caráter aprovado, e o caráter aprovado, esperança, e você não ficará decepcionado." Romanos 5:3-4. Feche os olhos para a pornografia, controle seus pensamentos: "Tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas." Filipenses 4:8. A tentação sempre vai estar a nossa porta, seja nesta ou em qualquer outra área da vida, mas nós temos o poder de dominá-la. Veja o que Deus disse a Caim quando, alimentado pelo ódio, planejava matar seu irmão: "Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não o fizer, saiba que o pecado o ameaça à porta, ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo". Gênesis 4:7. Infelizmente Caim não escutou o conselho. Ele não dominou o pecado, alimentou o ódio e assassinou seu irmão.

Queridos, Deus é perfeito e faz tudo perfeito. O Seu plano original para o sexo era perfeito também. Ele criou o orifício certo pra isso! O ponto "G" da mulher está na vagina e não no ânus. Mas com o pecado no mundo, muitas coisas mudaram. Deus não criou o sexo anal. Se ele nunca tivesse existido, provavelmente o ser humano não sentiria essa necessidade, mas como ele existe, a vontade surge, claro. Como eu disse, o sexo criado por Deus é lindo! A posição tradicional, pênis na vagina, corpo no corpo, olhos nos olhos, também traz MUITO prazer. Quando o casal se ama, vive uma só carne, e tem intimidade com Deus, aos poucos vai voltando ao princípio, a origem daquilo que Deus criou, como um imã, entende? Quanto mais perto de Deus, mais longe estaremos do pecado, e quanto mais perto do pecado, mais longe estaremos de Deus. Mas quem sou eu para julgar a vida sexual de alguém? E quem sou eu para convencer (que é diferente de esclarecer) alguém do pecado? Isso é um trabalho que compete ao Espírito Santo de Deus: "Quando ele vier (e já veio), convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo." João 16:8

"Mas Dani, e se a esposa sente prazer no sexo anal e o marido usa camisinha para evitar infecções?" Se o marido sabe que está fazendo mal ao corpo da esposa, este já seria um bom motivo para não fazer, por amor a ela... Sei que muitos estão querendo, na busca de um juiz a seu favor, escutar um "sim, é pecado" e outros "não, não é pecado"! Sinto decepcioná-los, mas a única coisa que tenho a dizer é: Busquem intimidade com Deus! Orem juntos, devorem a Palavra, absorvam os ensinamentos de Cristo e busquem praticar tudo aquilo que aprenderam. Quanto mais próximos da Luz vocês estiverem, mas fácil será para enxergar a Verdade. Não precisamos de "secretários de Deus" apontando o pecado alheio, isso é papel do diabo, ele é o acusador! Busque a Deus como nunca, insaciavelmente, DEVORE os evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João), quantas vezes forem necessárias. E Ele, através do Espírito Santo, vai te incomodar a fazer as mudanças que julgar necessárias para sua vida!


E por fim, gostaria de deixar algumas perguntas: Qual a sua intenção ao praticar sexo anal com sua esposa? É satisfazê-la? Demonstrando o seu amor e glorificando a Deus? "Tudo o que fizerem, seja em palavra ou em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus, dando por meio dele graças a Deus Pai." Colossenses 3:17

Pecado terrível não vem da região anal, vem do coração, de onde procedem os maus desígnios, conforme disse Jesus (Mc 7:21). Cada um cuide de si mesmo e não faça de seus gostos ou desgostos pessoais, regras para a vida de ninguém! "Há apenas um Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e destruir. Mas quem é você para julgar o seu próximo?" Tiago 4:12

"A fé que tu tens, tem-na para ti mesmo. E, bem-aventurado é todo aquele que não se condena naquilo que aprova. Pois tudo o que não provêm de fé, é pecado."

Obs.: Antes que alguém venha dizer que este texto contradiz o texto que escrevi sobre sexo oral, lembrem-se que em momento algum disse que o sexo oral deveria ser o sexo em si, mas sim um carinho nas preliminares para satisfazer seu cônjuge, caso ele sinta o desejo. Se você se sentir melhor, podemos trocar o termo "sexo oral", por "carinho oral", melhor assim?





*Alguns trechos foram retirados de: caiofabio.net e Wikipédia









 

sexualidade 6177261801613586172

Postar um comentário

ATENÇÃO: Comente usando a sua conta Google ou use a outra aba e comente com o perfil do Facebook

emo-but-icon

Início item

Em quem você vai votar para presidente da república?

SOBRE A ENQUETE

Está é uma enquete entre os leitores do site evangélico Genizah. Não se trata de uma pesquisa eleitoral. A metodologia não obedece critérios científicos. Por esta razão, não possibilita inferência confiável e nem se presta a matéria jornalística, sendo assim, não se sujeita às normas do TSE.
Instagram


Siga por e-mail