681818171876702
Loading...

Salvação universalista, aqui e agora! Quem vai querer?





Thiago Lima Barros

“Quem é injusto, seja injusto ainda; e quem é sujo, seja sujo ainda; e quem é justo, seja justificado ainda; e quem é santo, seja santificado ainda”. Ap. 22:11




Ricardo Gondim aprofundou em mais uns palmos a cova de apostasia na qual optou se enterrar. Dessa vez, numa obra a quatro mãos com outro heresiarca, o católico romano Jung Mo Sung, professor da Universidade Metodista de São Paulo. Em vídeo recentemente postado no YouTube, ambos fazem tábula rasa das palavras do próprio Deus Encarnado, que deixou claro, em não poucas passagens do Novo Testamento, que Ele era o único Caminho para a redenção do gênero humano.

O desejo incontido e concupiscente de Gondim de ser um representante da intelligentsia evangélica junto à mídia secular o fez enveredar por um caminho letal: abraçar o liberalismo teológico mais desbragado, a fim de se tornar palatável àqueles que elegeu como interlocutores. Foi atraído e engodado por sua própria concupiscência. Sua fala no vídeo em tela encerra, ainda uma grave contradição: se ele diz, torcendo as palavras de Jesus, que a salvação é ter “vida em abundância” no aqui e no agora, reduzindo o sacrifício redentor do Calvário a uma garantia de ataraxia permanente nesse mundo, no que ele difere do neopentecostalismo que diz combater? Os ensinos de Hagin e companhia não dizem exatamente isso, que Deus existe apenas para nos satisfazer neste plano terreno?

Quanto a Jung Mo Sung, comete dois erros absurdos. Primeiro, desconhece o caráter de Deus, ao confundir Graça com tolerância ao pecado, esquecendo também que esse favor imerecido que Deus confere ao homem caído está diretamente atrelado ao reconhecimento, por essa mesma humanidade decadente, de que Jesus é o único capaz de provê-la. Ou seja: a Bíblia é categórica em afirmar que nenhum outro sistema de crença (judaísmo, budismo, hinduísmo, islamismo etc.) é capaz de garantir salvação à alma humana. Nas palavras de Paulo, mas que diz? A palavra está junto de ti, na tua boca e no teu coração; esta é a palavra da fé, que pregamos, a saber: se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Rm. 10:8-9.

Em segundo lugar, Jung e Gondim atribuem ao Espírito Santo uma autuação autônoma em relação ao restante da Trindade, como se Ele agisse à revelia do Pai e do Filho, infundindo uma convicção salvífica duvidosa nos membros das demais religiões. Ora, as três Pessoas da Divindade agem de modo concatenado! O Espírito jamais daria qualquer outra convicção ao homem que não fosse a de que o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade! E jamais batizaria qualquer ser humano para lhe dar outro poder que não fosse o de testemunhar ao mundo jacente no Maligno, com ousadia e intrepidez, de que Deus Pai se reconciliou em Cristo com a humanidade! Dizer o contrário é anátema!

Por fim, é cediço que o que salva não é religião, mas fé na obra redentora de Cristo. Contudo, o ecumenismo dos apóstatas que se manifestam no vídeo ofende esse sacrifício redentor do Nazareno, ao admitir que todas as religiões do mundo, as quais promovem de forma grosseira e ilusória a capacidade do homem de se auto-salvar por meio de obras pias ou de barganhas com divindades de faz de conta, são instrumentos de Deus para redimir a alma humana da ira vindoura (sim, Gondim, ela existe, mesmo que você não queira mais acreditar nela!). Mesmo com as falhas eventuais de seus pregadores sinceros e comprometidos com a Verdade, a mensagem cristã é a única que não ensina ao ser humano essa mentira satânica. E só pode ser satânica, portanto, qualquer tentativa patética de mudar essa realidade, como a que acabamos de assistir.

E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm. Rm. 1:28.














Thiago é colunista do Genizah e arminiano de carteirinha (ninguém é perfeito! risos), mas não engole conversa fiada! 





 

Apologética 311207547931639302

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail