681818171876702
Loading...

Era o que faltava! Passa a régua gospel!

 Hélio do Contorno da Sombra

Agora vai! Por falta do que fazer, já que vivemos num país super ético em que tudo anda a mil maravilhas, sem nenhuma mazela social ou econômica, e o povo até já está com saudade daquela época em que o dinheiro público era desviado ou mal gasto, o deputado federal da Igreja Renascer em Cristo Marcelo Aguiar (PSD/SP) apresentou ao Congresso, no último dia 23, um projeto de lei, de nº 2766/2011, que institui a Semana Evangélica em todo o território nacional, com os seguintes teor e justificativa: 


O Congresso Nacional decreta:

Art. 1º Esta Lei Institui a Semana Evangélica em todo o território nacional.


Art. 2º A Semana Evangélica será comemorada, anualmente, de 26 de outubro a 1º de novembro.


Art. 3º A Semana Evangélica destina-se ao congraçamento das Igrejas Evangélicas, independente da denominação.


Art. 4º Durante a Semana Evangélica serão promovidos eventos pela comunidade evangélica, tais como peças teatrais, exposições, simpósios, palestras, seminários, cruzadas evangelísticas e outros acontecimentos semelhantes com o aproveitamento e a utilização dos logradouros públicos cedidos para tal finalidade, quando solicitados.


Art. 5º As Igrejas Evangélicas por intermédio de seus pastores e dirigentes, em conjunto criarão e executarão todos os eventos da semana evangélica a que se refere esta lei.


Art 6º As despesas com a organização da Semana Evangélica, correrá a cargo das igrejas, suplementadas se necessário.


Art. 7º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.


JUSTIFICAÇÃO


O trabalho que as igrejas fazem é fundamental, não só no caráter religioso, mas engloba uma série de outros benefícios sociais e culturais. Temas importantes como a prevenção de uso de drogas, doenças sexualmente transmissível, contra a Pedofilia e muitas atividades de evangelização, através de peças teatrais, shows, feiras evangélicas apresentação de coral e músicos, gincanas desportivas e intelectuais, feira de livros evangélicos entre outros serão trabalhados na Semana Evangélica.


Dessa forma, solicito o apoio dos meus pares nesta Casa Legislativa no sentido do acolhimento do presente Projeto de Lei.
Perceba o amado irmão e a amada irmã que o art. 4º do projeto de lei prevê a utilização de "logradouros públicos" para o congraçamento do povo gospel da cidade, mediante requisição, como se não custasse nada ocupar os espaços e equipamentos públicos de um município por uma semana ou para certas cruzadas evangelísticas que custam milhões de reais. Além disso, o art. 6º prevê que "as despesas com a organização da Semana Evangélica, correrá [sic] a cargo das igrejas, suplementadas se necessário". Suplementadas por quem, cara-pálida? Claro que é pela viúva, ou - no popular - pelos cofres públicos, não é mesmo?

Aí a gente se pergunta: por que é que se elegem deputados "evangélicos"? Para conseguir uma boquinha nas tetas do governo? Pra conseguir algum poder de barganha (de voto) caso o líder da denominação precise de uns benefícios ou que alguma autoridade feche os olhos e tampe o nariz diante de um malfeito? Que povo "cristão" é esse que precisa de favores governamentais pra se "confraternizar"? Acho que nunca ouviram falar em "amor" e "serviço". Também não leem a Bíblia mesmo, né! Por que pregam "prosperidade", então? Prosperidade com o dinheiro dos outros é moleza, né não?...

Tem gente se "desconvertendo" de vergonha... Sério!



política 7037371209753466705

Postar um comentário

Início item
Instagram


Siga por e-mail