681818171876702
Loading...

Rotary e Maçonaria: existe alguma relação?






Johnny T. Bernardo




Entre a metade do século XIX e os primeiros anos do século XX vários grupos de ajuda humanitária surgiram em todo o mundo. Em torno deles, a polêmica: seriam clubes de serviço ou sociedade secretas? São muitas as opiniões a esse respeito. Elks (1868), Rotary (1905), Kiwanis (1915) e Lions (1917) entraram em evidência. Foram os precursores de uma nova modalidade de clube, onde ao invés de lazer prega-se a "ajuda humanitária". Os membros se reúnem semanalmente com o objetivo de unir esforços e recursos financeiros a fim de financiar projetos de ajuda a pessoas carentes e comunidades necessitadas. No entanto, para alguns pesquisadores a "ajuda humanitária" seria apenas uma fachada para esconder sua verdadeira identidade.

Entre os clubes de serviço, o Rotary é o que mais se destacou e em cuja organização estão a maioria dos maçons de nosso país. Apesar de negar qualquer relação com a maçonaria, existem evidências que comprovam seu envolvimento. Na verdade, o Rotary é apenas mais um dos muitos braços da Maçonaria.

O que é o Rotary?

Segundo nos informa o site oficial da organização, o Rotary é uma rede mundial de voluntários dedicados à prestação de serviço social. Fundado em 13/2/1905, em Chicago, EUA, a instituição tem como lema "dar tudo de si sem pensar em si". Suas metas são "melhorar a qualidade de vida da humanidade reduzindo disparidades mundiais em áreas como saúde, educação, agricultura, saneamento, recursos hídricos e pequenos negócios", assim como promover a paz e a harmonia entre os homens. Não sectários e apolíticos, os Rotary Clubs são abertas a todas as raças, culturas e credos, e estão espalhados por diversas partes do Brasil e do mundo. Homens, mulheres, jovens e adolescentes integram os diversos programas da ong. Para os jovens de 14 a 18 anos, o INTERACT. Para os universitários formadas entre 18 e 30 anos, o ROTORACT. Após os 30 anos, o cidadão pode ser membro efetivo do Rotary.

Como tudo começou

Nascido em Racine, Wisconsen (EUA), no dia 19/5/1868, Paul Percy Herris foi o segundo dos seis filhos de Gerg N. Herris e Cornélia Bryan Herris. Aos três anos de idade foi morar em Wallingford, Vermont, com seus avós paternos, que o criaram. Casou-se com Jean Thompson (1881-1963), mas não tiveram filhos. Formou-se em Direito pela universidade de Iowa e obteve o título honorário da universidade de Vermont.

Paul Herris trabalhou como repórter de um jornal, foi professor de economia, ator e caubói. Em 1896 decidiu advogar em Chicago. Certa noite, durante uma caminhada após jantar na casa de outro advogado, Paul Herris, depois de ser apresentado a alguns amigos do seu colega que eram proprietários de casas comerciais naquele bairro residencial de Chicago se lembrou da vida na cidade de New England onde cresceu. Esse episódio inspirou Harris a organizar um clube, sem "restrições políticas ou religiosas", para que executivos e profissionais liberais tivessem a oportunidade de desfrutar de companheirismo e estabelecer novas amizades.

Juntamente com Silvester Shile, comerciante de carvão, Gustavus Loehn, engenheiro de minas e Hiram Shorey, alfaiate, Harris formou o primeiro clube. O clube recebeu o nome de "Rotary" devido ao fato de que seus membros se reuniam em rodízio nos respectivos locais de trabalho. No terceiro ano do clube, Harris assumiu a presidência e decidiu que a idéia do Rotary deveria ser expandida para outras cidades e países. Em 1912, após a formação de clubs no Canadá e Inglaterra, a organização passou a se chamar "Associação Internacional dos Rotary Clubs". Com o passar do tempo, abriram-se filiais na Europa, América do Sul, África e Ásia. Em 27 de janeiro de 1947, por ocasião da morte o Presidente Emérito do Rotary Internacional, Paul Herris, havia cerca de 6000 rotary clubs pelo mundo todo.

Uma entidade filantrópica?

Usando a mesma estratégia da Maçonaria e de outras sociedades secretas, o Rotary Club afirma ser apenas uma "entidade filantrópica", não sectária e apolítica. Entretanto, sabemos que isso não é verdade. Além de algumas semelhanças com a Maçonaria, os rotarianos estão profundamente envolvidos com a política. Em algumas cidades do Brasil, como em Cotia e Ribeirão Pires (SP), ao lado do logotipo da cidade pode ser ver o símbolo do Rotary Club. A maioria dos rotarianos são políticos e muitos deles estão envolvidos na administração de várias cidades e estados do Brasil.

Provas documentais

A relação entre o Rotary Club e a Maçonaria é algo incontestável. Prova disso é que lojas maçônicas amplamente divulgas na Internet destacam ambos os fundados do Rotary e Lions, Paul Herris e Melvin Jones, como maçons. É o que encontramos no site brasilmaçon.com.br.

"Maçons famosos fundaram entidades que prestam serviços a humanidade, como Os Escoteiros, por Robert Power; o Rotary, por Paul Herris; o Lions, por Melvin Jones; o grupo de jovens de Demolay, por Frank Sherman Lan."

É praticamente impossível desassociar a imagem do Rotary da Maçonaria, até porque existem muitas evidências entre uma e outra sociedade. As características comuns a essas organizações como a composição, exclusivamente masculina, do seu quadro de membros efetivos e o método de ingresso dos novos sócios, isto é, previamente selecionados por uma comissão eletiva, são evidências que demonstram a ligação entre as sociedades.

Recentemente, objetos confirmando as suspeitas de que algumas lojas maçônicas eram compostas, exclusivamente, por rotarianos, vieram à tona. Um dos casos é da loja Rotaria número 4195 de Londres, cujas correspondências destacavam carimbos da ong e os típicos compassos com a letra "G" em evidência, símbolo internacional do Rito Escocês.

Entre os anos de 1928 e 29 houve uma campanha internacional contra o Rotary liderado pelo jornal La Civilla, de Roma, que destacava que o"código de ética do Rotary apregoava princípios semelhantes ao da Maçonaria, e que os ensinamentos filosóficos e morais tinham cunho religioso". Distribuído em vários países, o jornal defendia a ideia que o clube era "demasiadamente amigo dos maçons" e "perigosamente inclinado ao erro de tratar todas as religiões de igual valor".

A loja maçonica Paul Herris

Em São Paulo funciona desde 1981 a "Loja Maçônica Paul Herris", em uma referência ao fundador do Rotary. Organizada por Maurice Alfred Sommer, a sociedade se diz ser herdeira dos ensinos de Paul Herris. Vejamos o que diz um dos panfletos da organização.

"A história da loja maçônica Paul Herris começa com o Rotary, já que Paul Herris, seu fundador, era maçon, conforme consta nos arquivos, e por isso existem muitos pontos em comum entre o Rotary e a Maçonia, como o combate ao egoísmo, o respeito a igualdade absoluta de direitos e a todas as crenças religiosas e que cada um seja feliz com sua crença.

No ano de 1981, o irmão Maurice Alfrede Sommer, na época membro do Rotary de Sumaré (SP), sabedor que o fundador do Rotary fora maçon, convocou alguns rotarianos para prestarem uma homenagem póstuma a Paul Herris, outorgando-lhe o patronato da loja que pretendia fundar. Em uma reunião realizada no restaurante Don Ciccilo, na Água Branca, com a presença de cinco rotarianos (Maurice Sommer, João Forte, Gilberto Leite, Justino de Matos, Victor Kothe) e mais dois iniciados (Romão Gomes e José Gouveia), expôs suas ideias.

Aos 29 de junho de 1981 após um trabalho incansável do irmão Maurice, reunindo quinze irmãos, consegui instalar a loja, que é subordinada ao Grande Oriente de São Paulo e federada ao Grande Oriente do Brasil, sendo o venerável da fundação o irmão José Caparroz Sallas. A primeira reunião foi realziada no templo da Unificação, sito na Av. Fagundes Filho, 671, Oriente de São Paulo, sob a presidência do venerável Sallas. O estandarte da loja é descrito obedecendo os seguintes princípios.


a) em veículo azul claro;
b) no centro a engrenagem do Rotary em suas cores originais, substituindo-se os raios pelo esquadro e o compasso na cor dourada contendo no centro a letra "G" em vermelho;
c) abaixo da engrenagem colocar-se-á o nome Paul Herris e abaixo do nome a data de fundação.

Dos 15 irmãos que fundaram a Loja Maçônica Paul Herris, sete eram rotarianos e outros três foram admitidos no Rotary Club de Sumaré.

A Maçonaria caminha com o Rotary, em busca de FRATERNIDADE, RESPEITO E TOLERÂNCIA. A liberdade de ação e a igualdade de direitos, não poderiam, por isto, deixar de orientar a conduta de seus membros na luta por ideais elevados.

Traçando este paralelo, a Ordem Maçônica palude a existência do Rotary, que chegamos a apelidar de ‘Maçonaria Branca', já que acreditamos que Paul Herris tenha se baseado na Maçonaria para elaborar o manual de procedimentos rotários, e isto facilmente poderá ser comparador por qualquer rotariano observando uma sessão branca maçônica" (Nossa História).


Johnny T. Bernardo é apologista e colabora com o Genizah






Postar um comentário

  1. Pessoal, meu tio é tesoureiro de uma "igreja" da dita "Assembleia de deu$", um dia ele fez de tudo para discordar de mim sobre isto, e não aceitava e nem acreditava que o Rotary tinha ligação com a Maçonaria, mas outra feita outro tio meu disse que este meu tio (o tesoureiro) era Maçonico, se for verdade isto, fica claro que eles (os Maçons) fazem de tudo para desassociar a ligação entre estas duas instituições para manter o povo cego e alienado quanto a estas coisas.

    Outro fato, aqui em minha cidade o dito "pastor" principal da Assembleia de deu$, deu mais de 100 mil reais para a campanha do posteriormente eleito prefeito, eles se reuniram em segredo e o "pastor" deu o apoio financeiro, posteriormente eles se homenageiam nas reuniões do Rotary, com medalhas, condecorações e demais outros tipos de BOIOLISMOS, vejam que a Policia e o Sistema Juridico é controlado por eles, e serve a eles e para defender o tal sistema em que eles vivem e não ao povo, por isto eles não são presos, e mais, as "igrejas" evangelicas tambem estão no meio, POIS SÃO CAIXA 2 DA MAÇONARIA E DE PARTIDOS POLITICOS, o dinheiro entra e sai de varias maneiras, e faz muitas voltas nelas, para ser dificil rastrea-lo, usem suas memorias e coloquem os neuronios para funcionar e voces entenderão o motivo da pauleira do SIFRAS MALAFAIA E O PEDIR MACEDO NESTAS ELEIÇÕES, cada um queria desviar dinheiro de um candidato por isto a briga, o Pedir chegou a fundar partido proprio o PRB para se defender da Globo e lavar dinheiro mais facilmente, e o falecido Jose de Alencar era maçom e fazia parte do Rotary Club desde os anos 50.

    Recomendo que procurem no YOUTUBE o video do ex-maçom Stefani Saad, ele fala sobre quem dos "lideres espirituais" esta na Maçonaria.

    Minha INTERNET esta com problema e esta lenta, mas quando for restaurada eu vou disponibilizar o video completo para download em meu BLOG.

    ResponderExcluir
  2. Filipe da Silva Rodrigues16 de maio de 2011 01:53

    Interessante.

    PS.: não estou sendo sarcástico, é interessante mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Temos também no Google: BLOG DO DR JOSE RENATO PEDROZA (quando abrir a página clicar em Manifesto Em Defesa do Evangelho). Dr Pedroza é médico e missionário batista e fala muito a respeito da maçonaria, pois Deus o tem levantado para ajudar os pastores que querem sair da maçonaria. No youtube: MAÇONARIA NAS IGREJAS (28 vídeos) - DR PEDROZA E O CHIP (entrevista).

    ResponderExcluir
  4. Procurem no GOOGLE por: ARTIGOS DA THE CUTTING EDGE (já vem traduzido para o português). Cliquem em Maçonaria. Este site fala tudo sobre NWO - nova ordem mundial, Nova Era, ocultismos, enfim tudo o que está acontecendo nos bastidores da política, educação, arte, entretenimentos, e principalmente sobre o que está acontecendo nas igrejas. O lixo que o Brasil está importando dos EUA. Se possível tornem assinantes, vale a pena. Aproveitem o quanto antes para ler, porque já está nas agendas deles controlarem a internet.

    ResponderExcluir
  5. A maçonaria é uma organização dentro de outra organização(a externa - a visível, e a interna - a invisível). Segundo o próprio A. Pike, em seu livro "Moral e Dogmas", ele diz que: maçom deve enganar maçom. Os clubes citados acima servem como capinha.

    ResponderExcluir
  6. Belo post, sem fazer picuinha, sem alienação, só mostrando aquilo que está na nossa cara, mas ninguém vê, tem aqueles blogs que chegam a ser cômicos, relacionando música e afins, não acho que devemos nos apavorar ou ficar abitolados, mas que tem MERDA, MERDA da grande, tem. O que faz um Pastor na maçonaria? Adorando Gadu? O que faz um Pastor no Rotary? Não é na Igreja, com seus irmãos em cristo que ele deve, socializar? Ou é mais lucrátivo, ter irmãos na Maçonaria? São mais coisas, que gritam é a hora e que Igreja, não salva ninguém, é o Cristo que nos salva. Quando eu oro pedindo forças ao Senhor para voltar a congregar um dia, depois de tantas feridas e ilusões, me deparo em poder estar ouvindo as palavras de Deus, da boca de quem, faz ritos de passagem e sei-lá se for verdade a lenda, toma sangue de bode, rs. Senhor que não nos escandalizemos!

    ResponderExcluir
  7. "Com fé inabalável em Nosso Senhor Jesus Cristo, em quem ‘pelo seu sangue, temos a Redenção, a remissão dos pecados, segundo as riquezas de sua graça que derramou profusamente sobre nós, em torrentes de sabedoria e prudência’ (Efésios 1:7-8), e de posse da verdade por Ele revelada e pregada pelos Apóstolos não “na eloqüência persuasiva da sabedoria” (I Coríntios 2:4), mas ao partilharmos dos Divinos Sacramentos, através dos quais somos santificados e salvos pela vida eterna, não devemos rejeitar a graça de Cristo ao partilhar de outros mistérios. Não é lícito pertencer a Cristo e ao mesmo tempo buscar a redenção e a perfeição moral fora Dele. Por esses motivos, o verdadeiro cristianismo é incompatível com a Maçonaria."

    Texto completo: http://www.ecclesia.com.br/biblioteca/fe_crista_ortodoxa/sobre_a_maconaria.html

    ResponderExcluir
  8. Quando eu era adolescente fazia parte do interact club que é o rotary para adolescentes.
    99% dos rotarianos sao maçons mas nao é falado abertamente, só fui saber da ligação depois de alguns anos pq os meninos do interact começaram a falar da Ordem de Molay e de como eram privilegiados de fazer parte da tal ordem. Depois disso que comecei a me ligar e saí do interact.

    ResponderExcluir
  9. Quem quiser saber sobre maconaria e outras traquinagens satanicas, visite o site www.simceros.org siMceros com m mesmo. tem muita coisa bem elaborada lá. abracos

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde

    Sou autor do referido artigo e gostaria de agradecer a todos os que postaram comentários aqui. Quanto ao nosso amigo que postou o oitavo comentário - que durante a adolescência participou do Interact - gostaria de saber um pouco mais sobre a sua participação e outras informações que julgue importante compartilhar com nós.

    Caso possa falar conosco, envie um e-mail para: pesquisasreligiosas@gmail.com.

    Garantimos que sua identidade será preservada. Sua contribuição será de fundamental importância para o esclarecimento do assunto.

    Aguardamos vossa resposta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, descordo de muitos tópicos que você colocou no seu artigo, se quiser conversar comigo sobre Rotary, estou à disposição. Faço parte da família rotária, sendo que sou rotaractiano, faço parte do RoTAract, porém não RoTOract, desde já agradeço.
      Meu e-mail é joederreis@gmail.com

      Excluir
  11. Falou...falou...falou e nada foi dito de corrupção contra a maçonaria, ao mesmo tempo em que, inúmeras denúncias, são da igreja supostamente de cristo...se Jesus viesse hj iria ver na maçonaria mais amor do que nos evangélicos...

    ResponderExcluir
  12. De forma alguma o Rotary tem ligação com a Maçonaria. Pode sim ter Maçom que também seja Rotariano e vice versa, porém dai dizer que o Rotary e a Maçonaria é a mesma coisa é inadimissivel. Tudo que qualquer pessoa quizer saber sobre sobre Rotary esta aberto na internet alem se suas reuniões serem abertas ao publico e tambem tem varias mulheres como rotarianas.... pelo amor de Deus não diga tal bobabem.

    ResponderExcluir
  13. Caros amigos,

    Nem Maçonaria e nem Rotary são religiões... e a quem importaria se existisse relação entre os dois... ambos lutam pelo bem, mesmo que você, preconceituoso, não tenha percebido.

    ResponderExcluir
  14. Amigos, não fiquem sego com o fanatismo, nem Rotary e nem Maçonaria nem seus grupos pró juventude são Religiões, são sim Grupos de homens e mulheres que praticam o bem na comunidade, o que mais me assusta é uma pessoa falar que o Interact um grupo de Jovens de 13 a 18 anos que é uma reunião administrativa é um culto, isso é difamação, conseguente um pecado pela religião que vocês praticam!

    ResponderExcluir
  15. Gostaria que me explicassem o que é verdadeiramente interact, pois sou Católica Apostolica Romana, minha filha foi convidada a participar dessa ong, e fui a pesquisa e estou muito assustada

    ResponderExcluir
  16. No São João de 2011, eu fui para o interior da Bahia, passar o feriado com meu pai. E lá, meu pai me chamou pra acompanha-lo em uma festa, na qual ele se tornaria membro de um grupo, cujo este, meu falecido avô também foi membro. Não fazia ideia do que se tratava, mas fui assim mesmo. Ao chegar lá achei tudo muito estranho e sem explicação, ele estava se tornando membro do Rotary, e na mesa onde estávamos, ouvi um homem falar: Todos aqui são Maçom (Ele disse TODOS!) se são todos, imagino que meu pai também seja. Eu não sabia disso, achei tudo muito estranho, então resolvi perguntar ao meu pai, qual era o objetivo desse grupo Rotary, então ele explicou tudo aquilo que encontramos na internet, que é um grupo humanitário, que ajuda os menos favorecidos e blá blá blá... Mas mesmo assim, continuei achando estranho. A festa era normal, comida, bebidas, pessoas conversando. Não tinha nada de cabeça de bode, sangue de galinha, nem nada do tipo rs.. Mas sim, achei estranho, por isso, sempre que posso pesquiso sobre este grupo Rotary.
    Se tem haver com a maçonaria eu não sei, mas ouvi o homem ao meu lado falar claramente que todos alí são Maçom, e seria muita coincidência todos serem maçom, e não ter nenhuma ligação.
    Eu concordo com um comentário que vi neste site, que diz que existem grupos dentro do grupo. Acho que seria muito estranho e chamaria mais atenção ainda, se os grupos fossem totalmente privados, acredito que algumas pessoas têm acesso, apenas para servir de laranja, essas pessoas não iriam ver nada de anormal, acreditariam que o verdadeiro objetivo destes grupos é realmente esse, de ajudar as pessoas. E assim, eles teria pessoas para defende-los, e fazer com que continuassem suas "atividades secretas" sem serem descobertos.
    Posso ter falado alguma besteira, tudo que falei foi baseado no que, para mim, parece ser a verdade.
    Abraços e cuidado.

    "Buscai a verdade e a verdade vos libertará"

    ResponderExcluir
  17. Eu fiquei preocupado, pois o fanatismo religioso, é muito perigoso.

    ResponderExcluir
  18. Boa Noite

    Estou novamente aqui para deixar uma mensagem, e espero pelo menos que, tenha um retratação, um pedido de desculpas, por parte do autor do referido artigo. Mas se não tiver, não tem problema, o que importa mesmo, são fatos, e registros, pois sem documentos, tudo não passa de meras especulações(...).

    Dos fatos:

    1- Paul Harris nunca foi maçom: Registre-se que inexiste vinculação de qualquer ordem ou natureza entre o Rotary e a Maçonaria. Tanto é que em carta datada de 19 de setembro de l937, escrita a mão e endereçada ao Governador de um Distrito Rotário, Sr. Agripa Popsen,Paul Harris, fundador do Rotary, informou que nunca fora maçom.

    Fonte: http://www.rotaryfirst100.org/global/countries/romania/1937PHLetMasonic.gif

    2. No Brasil, os membros da Loja Maçônica Paul Harris, com sede em São Paulo, federada ao Grande Oriente do Brasil, acreditam que o patrono da Loja foi maçom.

    Fonte: http://www.formadoresdeopiniao.com.br/index.php?view=article&catid=66:maconaria-&id=116:-propostas-para-a-redencao-da-fraternidade-maconica-i&format=pdf

    OBS: O segundo link é um artigo do Maçom Helio Leite. Também confirma que não há registros que Paul Harris era Maçom.

    Quero deixar mais link onde encontramos algumas informações importantes

    http://www.rotaryfirst100.org/history/history/otherorganizations/freemasonry/

    Entre os cristãos "protestantes" existe muita falta de informação e um certo catolicismo apologético. Eu não tenho nada contra Maçonaria, embora que, querendo ou não, Eles deram uma grande ajuda, em um tempo que, o catolicismo reinava, soberano. (...) Se o moderador entender que estou exaltado os feitos da Maçonaria, perdoe-me, na realidade, estou apenas escrevendo fatos, com registros, como a fundação da Primeira Batista em Solo Brasileiro, em Santa Barbara D'Oeste, onde encontramos maçons entre os fundadores etc. Lembrei-me de Salomão Ginsburg, Mestre Maçom, Lembrado entre os batistas.

    Que Deus nos abençoe!

    ResponderExcluir
  19. Em 1938, Agripa Popescu do Clube de Bucareste, tornou-se o primeiro romeno a servir como Diretor de RI. A carta dele para Paul Harris Harris perguntando se era um maçom recebeu esta resposta de Harris.
    --------

    "Thanking you for your kind letter. I will answer by irrevocably stating that I have never been a freemason nor have I ever either
    directly or indirectly had any dealings or relationships with them.

    I might go so far as to say that I don't even know anything about them other than what is common knowledge to you and to me and to all
    other outsiders.

    I can even say that I have never been solicited to join them except once when I was about twenty years of age and I did not give the
    matter any particular thought even then.
    In addition to all this, I can say that Rotary has never been in any manner associated with masonry and I have never heard of Masons
    having influence or attempted to influence Rotary.

    With kind regards
    Sincerely

    Paul P Harris
    .........
    Fonte: http://www.rotaryfirst100.org/global/countries/romania/index.htm

    O próprio Paul Harris, afirmou que, NUNCA FOI MAÇOM.

    O link da carta, novamente:
    http://www.rotaryfirst100.org/global/countries/romania/1937PHLetMasonic.gif

    ResponderExcluir
  20. Gostaria de deixar uma pergunta no ar. Qual o interesse em denegrir o nome do Rotary.Antes de falar das coisas procurem estudar e entender. Preconceito é muito ruin. Como disse nosso mestre Jesus: " Nem todo aquele que diz: Senhor, Senhor entrará no reino dos Céus, mas aqueles que fizerem a vontade do pai". Tenho certeza que os pastores ao tentar salvar suas ovelhas deveriam dar mais atenção a coisas mais concretas do que ficar espalhando desinformação na Internet. Como Rotariano e conhecendo bem o Interact e Rotaract posso desmentir algumas coisas que acredito foram incluidas no texto por falta de informação:
    - Todos os Rotarianos são maçons - eu sou Rotariano e serei presidente do clube que atuo em breve e não sou maçon.
    - Assim como na Maçonaria, não se aceitam mulheres no Rotary. Mentira. Mulheres são aceitas sim. Alguns clubes mais antigos não aceitam as mulheres mas hoje existem muitos clubes Mistos e alguns inclusive somente de mulheres.
    - Uma verdade que foi considerada como coisa negativa - aceitamos todas as religiões. E qual o problema disso? Nosso objetivo é ajudar a todos independente de religião. Se colocarmos problemas religiosos não tem clube que resista. Imagina, temos clube em quase todos países e de diversas religiões.

    Acredito que antes de ter preconceito devem procurar informações mais confiáveis e avaliar quais os resultados que foram obtidos pelo Rotary, Interact e Rotaract. Um grande exemplo, quem tem visto por aí alguém em cadeira de rodas por causa da poliomelite? Veja em http://www.rotary.org/pt/ServiceAndFellowship/Polio/Pages/ridefault.aspx

    Fico especialmente triste por aquela mãe cuja filha foi convidada para participar do Interact. Uma excelente organização que só faria ela crescer como pessoa e ajudar ao próximo. E, por causa de informações falsas da internet, esta com medo. Podes ir com a sua filha a reunião, é aberta aos pais, e veja do que se trata lá.

    Um abraço,


    Lauro de Souza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lauro,
      Perfeito!
      Melhor para quem tem duvidas participar das reuniões semanais, que sao abertas ao publico. Feliz do adolescente que pode ter como exemplo o belíssimo trabalho que o Rotary Clube faz.

      Excluir
  21. A Maçonaria faz um trabalho espiritual (invoca o espírito do Grande Arquiteto do Universo). O Rotary é um clube apolítico e não religioso. Se tem clube com mais ou menos maçons, isto são coisas da vida.A Maçonaria está relacionada com os Illuminati, com a Nova Ordem Mundial, os Bildbergers etc.

    ResponderExcluir
  22. eu sei,aqui em itapevi onde moro tambem tem um rotary

    ResponderExcluir
  23. Os argumentos apresentados nesse artigo são absolutamente pueris e não se sustentam: são puro sofismas. Antes de publicar um texto, Genizah deveria passar o mesmo sob o crivo da veracidade: há provas do que se está afirmando? O argumento prova o que diz provar? É realmente fato o que está sendo dito? Quanto aos comentários, em sua maioria, são de uma parvoíce total.

    Sandro

    ResponderExcluir
  24. Queridos irmãos em Cristo.
    Alguns de nós, a revelia do espírito cristão, torna-se religioso demais e assim, torna-se incomunicável com a sociedade onde vive. Não foi assim que fez Jesus.

    Esta tendência a nos tornarmos fariseus demais (fariseu = separado), como base de uma aparente santidade, nos leva a uma errônea posição de julgar tudo e todos e aos poucos, ao invés de nos entranhamos na sociedades de publicanos e pecadores, como fez Jesus, pegamos nossas bíblias, vamos para os cultos, e qualquer outra organização que não seja a nossa é coisa do mal.

    Obviamente para tudo há limites, de fato, por isso precisamos examinar todas as coisas, Por exemplo, avaliando a maçonaria, entendo que há incompatibilidades de credo religioso entre a Maçonaria e o Cristianismo (O Rev.Augustus Nicodemus faz uma boa análise disso, veja http://www.youtube.com/watch?v=imXtBikZLTc).

    Também é fato que o Rotary Club possui muitos maçons, bem como possui muitos Cristãos, Ateus, Ateisdas, Deistas, Budistas e pessoas que não tem qualquer linha teologica ou religiosa.

    Mas daí afirmar que o Rotary é um braço da Maçonaria, há um erro imenso.

    Conheço bem o Rotary, aqui na minha cidade, são pessoas que se reunem frequentemente, praticam a amizade entre si e são abertos para as discussões mais amplas. Os objetivos são basicamente 2 (dois): Primeiro, desenvolver amizade entre os membros; Segundo, realizar projetos em prol da sociedade onde estão.
    Procuram respeitar as leis dos países onde atuam e produzir o bem geral, na verdade, o Rotary é uma ONG (a única inclusive a ter acento na ONU), dada sua forte responsabilidade adminstrativa e sua capacidade de navegar entre os mais variados grupos sócio, político, religiosos.

    Nas reuniões do Rotary, não há uma conotação religiosa, eu inclusive vejo, como um local onde um Cristão de verdade, pode fazer amigos e apresentar a Cristo com mais profundidade.

    Como fazia Jesus ? Basicamente :Ele frequentava todos os lugares onde haviam pessoas as conduzia para Deus !

    Como fazemos nós ? Basicamente: Vamos às igrejas o tempo todo, e não interagimos com ninguém.

    Lendo o Evagenlho de Lucas no Capítulo 14 você vê Jesus indo a Casa de Um Fariseu, leia veja como foi. (http://www.bibliaon.com/lucas_14/)

    No capítulo seguinte, Lucas 15, Jesus está com publicanos, Leia veja como foi (http://www.bibliaon.com/lucas_15/)

    Tire suas próprias conclusões.

    Minha Conclusão é que Cristianismo de verdade precisa ser sábio, e andar como Jesus andou, em contato com Deus e pela sociedade, levando as boas novas de que há esperança.

    O problema é que nossas raízes no conhecimento e experiências pessoais com Deus são muito razas, a maioria de nós, busca as igrejas para encontrar ali auto-ajuda, para sermos "vitoriosos' etc e na verdade, estas coisas estão longe demais do que Jesus pregou (leia Mateus 5, 6 e 7).

    Veja também :http://santosreinaldo.blogspot.com.br/2012/10/uma-breve-reflexao-sobre-religiao.html

    Abcs.

    ResponderExcluir
  25. O Rotary é uma grande besteira... Fui Rotariano e o pessoal só se reune para jantar, falar de futebol e outras besteira, a maior parte dos rotarianos são pessoas com bom poder aquisitivo, que não conseguiu ir para a Maçonaria, no meu caso, hainda não havia tentado e fui direto para o Rotary...sai 2 anos depois e posso falar são apenas jantarianos...

    ResponderExcluir
  26. Não tem ligação NENHUMA o Rotary e a Maçonaria. Alienados são estes que tiram conclusões sem conhecer. Rotary é apartidário e sem religião, é um clube de serviços comunitários e companheirismo. TODAS as reuniões comumente são abertas, e estes clubes com políticos é uma excessão. De todos o rotarianos que conheço, pouquíssimos são políticos.

    O fundador é Paul Harris, não Herris, e o programa para os universitários formadas entre 18 e 30 anos é Rotaract e não ROTORACT.

    Larga de preconceito, de denegrir a imagem da organização. Todas as reuniões do Rotary acontecem semanalmente e são abertas. Em alguns marcos rotários, nas entradas das cidades, há informações sobre quando ocorrem as reuniões. Vá conhecer e reescreva este artigo, pois degrine nossa imagem, quem não ler os comentários não verá os contra-argumentos.

    ResponderExcluir
  27. Eu sou rotariana, fui rotaractiana (grupo de jovens do Rotary, voltado para 18 a 30 anos), sou mulher ( oque significa que é mentira que é um clube só de homens) , posso afirmar que Rotary não é um grupo religioso, nem passa perto, lá dentro tem sim pessoas ligadas a maçonaria, tem tb católicos, como é meu caso, e evangélicos, e mulçumanos e judeus, e budistas ! ! ! ! AS pessoas podem ter religião, não é proibido ter religião para participar do Rotary, é o Rotary que não é partidário de nenhuma religião. E quanto a politica, o rotariano, de mesmo modo, pode ser politico, inclusive é incentivado a participar de forma cidadã da vida politica, o Rotary é que não é partidário, nem segue um ideologia politica partidária. Vejam, o ato de fazer um projeto social já é por si um ato politico, uma vez que o termo politica designa Poli (cidade/sociedade) Tica (cuidar, olhar, participar) ou seja, cuidar da cidade, da sociedade em que vive. O Rotary não é apolítico, nada pode ser apolítico, ele é apartidário ! ! ! !

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: Comente usando a sua conta Google ou use a outra aba e comente com o perfil do Facebook

emo-but-icon

Início item
Instagram


Siga por e-mail