681818171876702
Loading...

Malafaia trollando a Ana Paula Valadão no Twitter


Pois é, Malafaia, como sempre, sendo Mala!


Passou a tarde disparando tweets para os papas da gospelândia sobre a questão do STF, PL 122 e outras preocupações homoafetivas de crente.

Pois toda vez que um megastar de Gizuz se recusava a retweetar suas mensagens de mobilização, o Mala caia de pau na em mensagens hostis, publicas e privadas.

Sobrou para os Valadões. Ana Paula mandou dizer que estava viajando e o Mala trollou geral!

Tadinha da bichinha,caiu nas graças do Silão! Vocês já sentiram que os anjos massagistas vão ter de fazer hora extra! Haja stress.

E por falar em bullying virtual, quem está levando um HOMÉRICO é o próprio Silas e por conta dele, os crentes - nós!

Os grupos de defesa dos direitos dos gays criaram as sequintes hashtags que entraram no trending topics mundial:



#UNIAOhomoafetiva 

#todoscrentechora

#chupamalafaia

#chupabolsonaro

#chupacrente


Obviamente, pelo volume de twittadas, não foram os gays os responsáveis únicos pela avalanche no twitter. Parcela grande da sociedade parece ter aderido a causa.

O STF, provavelmente, foi influenciado por pesquisas de opinião sobre o tema, não divulgadas ao público em geral. Esta turma não dá ponto sem nó.

Certamente, ficamos todos tristes, não apenas pela certeza de estarmos indo contra a vontade expressa de Deus, mas por ver uma sociedade que se divide. As manifestações sobre estes e outros assuntos tem gerado francas demostrações de hostilidade aos evangélicos.

Culpa de quem?

De todos.

Da nossa parte, a principal, pois somos discípulos de Cristo e devíamos saber mais e fazer melhor, escolhendo lideranças capazes de conduzir estas questões da forma que Cristo conduziria.

Eu acho uma lástima que venhamos a permitir que pessoas como o Malafaia ganhem espaço por conta deste tema. Fico arrepiado, sendo crente, em ser associado a esta figura, colado a este esteriótipo. Me parece óbvio que ele não tem nem preparo e nem credibilidade nesta condução. Acima de tudo, Malafaia não segue a estratégia de Deus, como veremos a seguir. Sem isto, não há possibilidade de vitória em Cristo, sem trocadilho.


É claro que ação dos cristãos em defesa dos valores bíblicos não pode se dar seguindo a mesma cartilha de ação de qualquer mobilização ou lobby político.

O Evangelho nos aponta a direção do Amor.


Se partimos para o confronto agressivo, perdemos ao começar. Nosso Pai não nos deu este exemplo, porquanto não há de nos dar vitória desta forma. Nunca deu. Cruzadas são natimortas.

Estamos na falta de líderes evangélicos de moral ilibada capazes de nos representar a este nível.

Oremos ao Senhor por Sua misericórdia e para que se levantem outras lideranças nacionais que não nos envergonhem tanto.

Ver uma sociedade dividida é triste.  Somos separados, mas a nossa separação é apenas espiritual. Temos obrigações misionárias e a responsabilidade de ser a diferença neste mundo.

Ver o Evangelho achincalhado é muito pior e mais doloroso do que uma causa perdida.

As causas passam, o Amor transforma. Ele nos transformou!

Não foram as leis e convenções que nos fizeram santos. Foi o Amor de Deus que nos atingiu por meio do Evangelho do Reino que a nós foi pregado.

O Espírito de Deus nos levou ao arrependimento. Não foi o Congresso Nacional que nos redimiu por meio de uma lei e nem o presidente nos salvou por decreto.

Jesus é o único que decreta em nossa vida!

Os cristãos viveram durante o primeiro século em uma das mais opressoras sociedades, onde ser cristão dava cana, dava morte. A pornografia grassava nos muros das cidades, os bacanais eram feitos com as portas abertas às vistas de crianças. O homossexualismo era mais aceitável do que o cristianismo e, veja a grandeza da operação do Espírito de Deus na Igreja.

Contemplem os homens daquela geração.

Os cristãos daquele tempo mudaram o mundo e não foi porque se isolaram ou atacaram o meio de vida de outros.

Guardaram a Palavra, sim. Arrependeram-se dos seus pecados, sim.

Mas sairam do saleiro, pregaram o Amor e mudaram o mundo.

Olhemos a nossa geração. A cada dia mais isolada do mundo. A cada dia, menos diferença faz. Suas grandes preocupações atuais são buscar isolamento, proteger seu mundinho e atacar à faca os que são diferentes.

A poucos é dada a ideia de levar a Palavra e o Amor.

Pois foi assim que foi feita a mudança desde o princípio.

O resto é consequência da ação do Espírito de Deus.

Seguindo esta receita, não há como errar. É promessa de Deus.




Graça e paz,

Danilo Fernandes



Silas Malafaia 9099743579227434715

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail