681818171876702
Loading...

21/05/2011 - Game is Over


Bruno Boghossian / RIO - O Estado de S.Paulo

Um novo alerta apocalíptico chegou ao País com um aviso: o fim pode estar mais próximo do que se imagina. Um grupo cristão dos Estados Unidos, com representantes em Belo Horizonte, está rodando o Brasil para divulgar a tese de que o juízo final está marcado para 21 de maio - e não para 2012, segundo a popular profecia feita pelos maias.

Com propagandas até nas traseiras de ônibus, evangélicos da Family Radio fazem malabarismo com números e datas da Bíblia para garantir que há provas de que o mundo vai acabar nos próximos meses. No Rio, um grupo vestido de branco circulou pelas ruas do centro com placas que alertavam para o fim do mundo. Há semanas, ônibus regulares circulam com os enigmáticos dizeres "21/05/2011: Deus vai trazer o dia do julgamento".

A previsão bíblica foi interpretada pelo americano Harold Camping, responsável pela Family Radio, que tenta emplacar um apocalipse pela segunda vez em sua carreira de profeta. Nos anos 1990, ele publicou um livro em que dizia haver "alta probabilidade" de Cristo voltar à Terra em 6 de setembro de 1994 para julgar os homens. Um grupo se reuniu em uma cidade da Califórnia para esperar o evento.

A sede brasileira da Family Radio fica no bairro de Nova Gameleira, em Belo Horizonte, tendo como atividade principal a divulgação da tese do fim do mundo. Um site em português explica passo a passo a matemática feita por Camping: o juízo final começaria 7 mil anos depois do grande dilúvio, que teria acontecido em 4990 a.C.
Criticado por cristãos americanos, o grupo já foi chamado de seita e Camping acusado de ser "falso profeta". A sede brasileira da Family Radio não respondeu aos e-mails enviados pelo Estado na manhã de ontem.


Dia 21 é vencimento dos meus cartões... O que eu faço?

(a) Não pago. Deixo pro Hermes pagar, já que ele não acredita em arrebatamento.


(b) Vou na Valnice Milhomens que é especialista no assunto, já previu 4 fins do mundo e dois vencedores do Big Brother. Se a coisa parecer séria, pago com cheque sem-fundos e, se não rolar a parada celestial, dai eu troco.


(c) Atraso. Se for arrebatado, beleza. Se for o fim e eu  for "deixado prá trás" uso a grana para comprar a série de filmes, para descobrir como me safo dos tsunami,  he he he.

(d) Fico na minha. Quando for 16:00, entro no banco com a maior fila possível. Fico lá evangelizando uns perdidos e vejo o que rola. Afinal, o fim do mundo deve ser de dia e se tiver arrebatamento mesmo, vai ser antes. Tudo indica que antes de morrer na grana, serei arrebatado da fila!


(e) Eu devia ter vergonha de ficar brincado com um assunto sério feito arrebatamento... Afinal, tá na Bíblia. Tá escondidinho, torcidinho, mas tá. Tanto que só acharam tem uns 70 anos... E esquece Mateus 24 que hoje é diferente, o négocio tá competitivo e ministério que não prevê fim do mundo está por fora!



religião 4011547646962196998

Postar um comentário

Página inicial item

Siga por e-mail