681818171876702
Loading...

Passando por aquele inferno... Depressão

Digão

 
Chico Buarque, no auge da ditadura militar no Brasil, escreveu uma linda música: O que será, falando sobre a paranóia daqueles tempos bicudos. Lá no final da letra, Chico escreve com maestria: E mesmo padre eterno / Que nunca foi lá / Olhando aquele inferno / Vai abençoar! / O que não tem governo / Nem nunca terá! / O que não tem vergonha / Nem nunca terá! / O que não tem juízo...

Apesar de estar falando sobre um momento específico na história do Brasil, a letra de Chico me salta aos olhos por outro problema. Neste trecho, parece desnudar um problema que muita gente no mundo, inclusive eu, enfrentamos: o problema da depressão.

Infelizmente não se achou uma cura efetiva para este mal. Aliás, nem sei como andam as pesquisas a respeito. Sei que no meio secular esta questão está sendo tratada com muito mais atenção e carinho que no meio cristão.
Para quem nunca teve esta experiência, descrevê-la se torna um pouco inglório. Para ilustrar, a depressão é como um bicho que vai roendo o corpo por dentro, a partir das entranhas e da mente. Com sua saliva ácida, vai corroendo a mente e o corpo da pessoa, até que não reste muita coisa daquilo que Deus originalmente projetou. 




Ou seja, aos poucos, a pessoa vai se zumbificando. A vida se torna um fardo. O fato de saber que vai levantar no outro dia torna o sono algo ruim. 

Para piorar, somos mestres em jogar mais carga nos ombros de quem sofre de depressão. Damos sempre aquelas desculpas esfarrapadas para disfarçar nossa indiferença e individualismo com um manto de falsa santidade. Aconselha-se ler mais a Bíblia, orar mais, jejuar mais, até dizimar mais! Isso quando não se parte para a possessão demoníaca pura e simples!

Mas o que muita gente não sabe é que a própria igreja evangélica é fator gerador de muitos casos de depressão. O contraste entre aquilo que a Bíblia ensina e a prática eclesiástica é abissal. Pesquisas indicam que 47,5% dos pastores, padres e ministros sofrem de alguma doença psicológica, incluindo a depressão. Isso quando não se parte logo para o suicídio, gerado pela iniqüidade institucionalizada da igreja evangélica.

Enquanto produzia este texto, fui acometido de uma forte crise depressiva. Nesta crise, a fé se esfarelou, a visão de futuro sumiu, a esperança deixou de existir. Não fosse a pronta atuação de minha esposa, eu teria me matado. Ainda estou lidando com os cacos, mas a nuvem negra sobre minha cabeça já começou a dissipar, e consigo ver já alguma coisa à frente. A fé ainda está bem machucada, mas espero que venha a se recuperar plenamente.

Aquele inferno do Chico Buarque era, certamente, as entranhas do governo militar dos anos 70. Mas aquele inferno de muita gente, em vez disso, é sua permanente angústia e desassossego. É aquele inferno que carrego. Não tem demônios, mas tem a psique entortada; não há fogo e enxofre literal, mas uma perene tormenta interna.

Entretanto, quando me volto à Palavra, fico mais aliviado. Ali vejo gente boa que passou a mesma coisa que eu. Elias quis morrer (1 Rs 19.4). Jeremias se achou um lixo (não passo de uma criança, disse ele em resposta ao chamado de Deus – Jr 1.6). Jó amaldiçoou a notícia de seu nascimento (Jó 3.3). Timóteo, jovem pastor da igreja de Éfeso, ficou paralisado com a depressão (2 Tm 1.4-7). Jesus chegou a afirmar que estava triste como a morte (Mt 26.37, 38).

Portanto, meu sentimento de inadequação para a vida e para o ministério foi partilhado por bastante gente antes de mim, e agora mesmo continua partilhado por outro punhado de gente. Mas sempre procuro me lembrar que aquele inferno recebeu a visita do padre eterno, ao contrário da música do Chico. E Ele nos lembra que está conosco, até mesmo nas profundezas mais extremas da alma (Sl 139.8). Enfim, quando passo por aquele inferno, procuro me lembrar que Jesus é não chamado de Emanuel (Mt 1.23) à toa. Ele é Deus comigo.

Digão expõe sua alma aqui no Genizah.
Vida prática 6132106087854079863

Postar um comentário

  1. Rev. Digão, já passei (ou ainda passo?) por crises terríveis de depressão. Tentei escrever em meu blog (http://gospelhomeblog.blogspot.com/2010/04/dor.html) um pouco da experiência. Não tinha vontade de acordar, de trabalhar, de ir a igreja, de viver, de comer, de postar no blog... Recebi pouco apoio, mas graças a Deus estou bem melhor do que antes. Esse é o mal do século...

    ResponderExcluir
  2. Li a alguns anos atrás um artigo na Christianity Today entitulado "Atacado por um monstro/ Atacked by a Monster". Foi escrito por um pastor que de uma hora para a outra se achou em depressão.
    Um conselho importante desse pastor é que ele deveria ter procurado ajuda especializada de imediato com psicólogos ou médicos. (Nos EUA isto custa muito caro e no Brasil não é diferente).
    A igreja pode ajudar mas não deve tentar fazer o papel de especialistas médicos ou polícia ou advogados, isso é charlatanismo e curandeirismo.
    Infelizmente a medicina também não avança muito nesta área e os medicamentos mais modernos estão induzindo os doentes ao suicídio em alguns casos.
    O crente (pastores inclusive) deve procurar ajuda médica. É bom ter alguém formado cuidando da gente de vez em quando.
    É só pedir ao Senhor que coloque um Lucas no seu caminho.

    Segue mais um comentário pertinente...

    ResponderExcluir
  3. Outra questão que tenho sempre tenho visto aqui no blog citações de que a igreja vem causando loucura nas pessoas.
    Isso não bate com algumas pesquisas recentes conforme os artigos sobre o assunto publicados na Revista de Psiquiatria da USP.
    Parece que a Ciência está começando a deixar de lado o preconceito com a religião e algumas pesquisas com grupos de controle estão sendo conduzidas.
    Nessas pesquisas, foi constatado que participar de um grupo religioso é bastante benéfico para pessoas com problemas mentais.
    O grupo religioso faz mais bem do que mal á saúde mental dessas pessoas.
    Também existe aquele paradoxo que faz com que nos melhores hospitais a taxa de mortalidade seja maior por causa casos graves lá atendidos.

    A igreja atende basicamente pessoas com problemas portanto existem muitas pessoas problemáticas nas igrejas. Daí talvez alguns concluam apressadamente que as igrejas geram pessoas problemáticas.
    Curiosamente a Ciência com suas pesquisas céticas e bem documentadas está provando que a religião é um santo remédio (rsss).

    ResponderExcluir
  4. Digão, não pude deixar de ficar sensibilizado com sua declaração. Sou advogado e pastor de jovens da minha igreja, tenho um família linda no entanto a depressão bate às vezes em minha porta. O que me alivia nesses momentos é saber que nosso Salvador sofreu todas as coisas, inclusive depressão, e sei que ele é maior que todas as coisas, e nós, conjuntamente com ele, podemos vencer todas as coisas. Abração meu irmão, que Deus possa te iluminar nesse momento tão sombrio

    ResponderExcluir
  5. Sem dúvida, no meio secular a depressão é tratada com mais atenção que no meio cristão. Nesse último, aliás, pessoas que sofrem de depressão mormente são vistas com certo preconceito, com pensamentos do tipo "esse aí precisa se render a Jesus".

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Sou médico psiquiatra e pela graça de Deus cristão batista. Realmente temos muitos casos de depressão entre pessoas cristãs. E, infelizmente, essas pessoas recebem as repostas prontas de sempre: "falta de fé", "está em pecado", "tem falta de comunhão com Deus", "é o diabo e feitiçaria","coisas de gente fraca", "doença de rico"...O deprimido dá uma aula sobre o que tem que fazer para ficar bom, mas, não tem energia para nada...

    Em primeiro lugar vejo que o cristão de hoje esquece que é gente. Há uma idéia de super crente disseminada que parece que o cristão está imune a todos os problemas do mundo. Está imune as pressões na família, ao estresse do trabalho, as demandas dos filhos, a poluição ambiental etc...mas, Jesus não nos tirou deste mundo. Se não tivermos momentos de refrigério emocional é impossível não adoecer.
    Em segundo lugar esquecemos na igreja que temos alma (no sentido de psych, 1Tess. 5.23). Como não ver Elias após um grande avivamente em 1 Reis 19 pensando em suicídio durante uma depressão? Como não ver Davi dizendo que sua alma estava abatida até a morte? E Jó, quantas vezes pediu a Deus para levá-lo? (aliás, crente pede a Deus para levar e ímpio pensa em suicídio, mas é a mesma coisa...)
    Infelizmente a teologia da prosperidade/confissão positiva anula a alma ao dizer que devemos sempre nos sentir felizes, estáveis, animados e qualquer estado destes não é humano. Exclui a possibilidade da dor, do sofrimento, da perda, do fracasso, desumaniza-nos e com isso adoecemos...
    Além do que, o novo nascimento é espiritual, quem dera nos fosse feito um format C:, um Ctrl /alt/del , uma apagão divino dos traumas do passado...infelizmente esses traumas/abusos/negligencias/excessos nos acompanham como gatilhos para depressão e outros processos emocionais.Além disso, não existe vacina cristã para trumas/perdas do presente e futuro...
    No mais, não podemos esquecer que um corpo novo somente nos será dado na glória. Nosso rim, nosso fígado, nosso coração adoece. Porque não nosso cérebro? Como ignorar a genética ou a predisposição intrinseca a depressão (e isso não tem nada a ver com maldição hereditária..rs..).
    Enfim, sem entrar na questão da dicotomia/tricotomia somos didaticamente corpo alma e espírito. E as três coisas podem sofrer descompensações ...inclusive no crente.
    Mas, glória a Deus. Há o Espírito Santo e a palavra de Deus para o espírito, há o aconselhamento e apoio de amigos para a alma (junto com uma boa comida , um bom vinho....) e os medicamentos para o corpo.
    Alguém disse que os antidepressivos pouco resolvem...RESOLVEM muito!!
    Se falta serotonina /dopamina (os combustíveis do cérebro) fica difícil lutar contra os sintomas...o deprimido sabe tudo o que tem que fazer mas não tem energia para nada...
    Se você tiver hipertensão não adianta pensar positivamente que não controla a pressão...se estiver deprimido não irá conseguir lutar sozinho...
    Os medicamentos mais modernos hoje resolvem 80% dos casos em 8 semanas de tratamento, mas, devemos vencer nossos preconceitos..
    No mais, é verdade: os estudos tem mostrado que a fé/espiritualidade sadia fazem com que a depressão se recupere até 4 vezes mais rápido em pacientes com uma fé equilibrada. Fé equilibrada inclui acreditar em todos os recursos de Deus nesta terra.
    Deus te abençoe na sua recuperação...
    Ismael
    www.psiquiatriaespiritualidade.com.br

    ResponderExcluir
  7. Sofro de depressão bipolar diagnosticada como tal há 7 anos, mas sou convertida a Jesus Cristo a 10. Imaginem meu conflito quando o médico psiquiátra me diagnosticou e me colocou em tratamento medicamentoso, dieta, recomendações e restrições e ao mesmo tempo irmãos da minha igreja e de outras me torturavam com frases do tipo: "VOCÊ NÃO É DOENTE!!!", "Cuidado que isso não é doença de crente não!" ou "Nós, salvos em Jesus Cristo, não temos isso de depressão", "Isso é coisa que tu coloca na tua cabeça" e várias outras atrocidades repetidas amiúde. Quantas vezes eu lembro que larguei o tratamento por causa dessas pessoas com sua dose semanal de ânimo equivocado, conselhos molestos. Muitos irmãos me falavam essas coisas mas nenhum deles estava lá pra levar comida pra mim e colocar na minha boca quando eu não queria nem conseguia me alimentar, mas graças a Deus eu tinha e tenho uma mãe maravilhosa que fez e faz isso sempre que preciso. Nenhum desses irmãos me puxava da cama e me dava banho quando nem isso eu conseguia devido à prostração, mas Deus me preparou uma irmã mais nova que é benção na minha vida pra fazer isso comigo. Uma família descrente mais compreensiva do que os irmãos em Cristo não é de admirar nesse mundo que está caindo de podre, com crentes mais religiosos e preocupados com questõezinhas superficiais do que com o amor cristão. Crentes que muitas vezes se escondem atrás da ignorância de não saber como ajudar, do medo de como o irmão vai reagir à aproximação dos outros. Até peço oração pela conversão de minha família (pais, irmãos). Sei que a doença me dá trabalho e que eu dou trabalho à minha família, mas a mensagem de salvação em Jesus é o melhor que eu posso oferecer independente de ter transtorno mental.

    ResponderExcluir
  8. Sou pastora e trabalho com aconselhamento pastoral a pessoas em crise depressiva a mais de 14 anos. Trabalhei com psiquiatras e já fiz terapia também. Nunca tive preconceito em relação a depressão como escutamos no meio evangélico "é demonio","não é coisa de crente", etc. Há uns 5 meses atrás comecei a perceber em mim todos os sintomas da depressão. Começou minha luta para aceitar que eu que ajudava outras pessoas,pastora, estivesse deprimida.
    Senti vergonha, culpa, tudo ao mesmo tempo, foi terrível!Os sentimentos de morte me assolando, estava vivendo o que o salmista do salmo 116 afirma: terrores do inferno se apoderaram de mim... Mas minha postura imediata foi procura um psiquiatra, junto com um psinalista, que não deu certo, mas não desisti e Deus respondeu minhas orações, estou hoje uma psiquiatra competente, fazendo terapia com uma psicologa maravilhoso, medicada, em licença médica. Mas cada dia sinto a melhora e sei que quando tudo isso passar poderei realmente ajudar as pessoas. Porque eu pensava que sabia o que era depressão.Na verdade não fazia idéia! Preciso mudar muitas coisas no meu estilo de vida, mas meu Deus está comigo!

    ResponderExcluir
  9. Há uns três meses atrás estive muitíssimo depressiva. Ora daqui, ora dali, e acabei voltando ao normal. A tal depressão é horrível. Nós vivemos num mundo muito conturbado. O cristão, apesar de ter o reino de Deus, ele ainda está neste mundo tenebroso, sujeito a muitas coisas. Mas Deus, vai nos ajudando a caminhar. Li sobre as vidas dos grandes missionários, eles também tiveram os seus momentos depressivos.Abs.

    ResponderExcluir
  10. É lamentável que algumas pessoas achem que as igrejas estão tornando as pessoas deprecivas e até com desejo de suicidar. Lembro de diversas passagens bíblicas em que Jesus encontrou com pessoas que estavam a beira da morte e sem estimulo nenhum para continuar a viver, pessoas sem esperança. No capitulo 11:28 "Jesus faz um importante convite: Vide a Mim todos o que estão cansados e oprimidos e Eu vos aliviarei". O problema é simples. Nos deixamos de olhar para Jesus como nos manda Heb. 12:02, e passamos olhar para os homens, estamos conseguindo ver e só falar dos defeitos de fulano, beltrano, ciclano e deixamos de falar de Jesus, deixamos de olhar para Jesus, se você olhar para mim, lhe garanto que você não vai chegar a lugar nenhum, se olhar para o maior ícone no meio evangélico, tenho certeza absoluta que você vai encontrar muitos defeitos e se decepcionar, mas, se olhar para Jesus o autor(onde se inicia a fé), e consumador(onde se consuma a nossa fé) da fé, tenho certeza que vamos permanecer firmes até o fim. Você sabe qual é o maior problema da depressão entre crentes em nossos dias? A falta de perdão...PERDOE e tenho certeza que você será curado da depressão. "Maranata"

    www.deondeeoteureino.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Sofro de depressão a 15 anos, e sou cristã, é um dilema confessar a angústia e a tristeza quando se deveria gritar aos quatro cantos as boas novas somente, já tomei vários antidepressivos, durmo a base de calmantes cada vez mais fortes, e já tentei até o suícidio em uma crise fortíssima quando meu ex marido me traiu com 03 irmãs e me abandonou indo morar com outra, detalhe ele era pastor, mesmo passando por isso nunca expus isso ( a depressão) para ninguém da igreja e tento fingir ao máximo que sou feliz, tipo para não dar mau testemunho, só meus médicos sabem... e Deus a quem eu recorro sempre. Se alguém pode me explicar o por que de eu viver assim, se é que posso chamar isso de vida ficarei grata, eternamente. Sou fiel a Cristo, mesmo passando o que passei, e quero ser livre desse mal, oro, busco, mas a cada dia me sinto pior. É como se minha estrutura estivesse se desfacelando.
    Me ajudem.
    guitajc@hotmail.com

    ResponderExcluir
  12. J. Edis, me perdoe, mas lamentável foi seu comentário. "Não olhar para os homens, olhar para Jesus" é a desculpa mais esfarrapada que vi para encobrir nossa mediocridade e nossa indiferença, além de nossa falta de amor e incredulidade. Me responda: como as pessoas verão Jesus se não for através das pessoas? Ou quando Paulo disse "sede meus imitadores como eu sou de Cristo" era apenas um exercício de retórica? Você não entende nada de depressão, pelo fato de você não entender nada de alma humana, apenas vem com chavão evangélico. Me poupe!

    ResponderExcluir
  13. J. Edis, o irmão deveria ler com mais carinho e atenção o livro de Jó e também os sites e publicações médicas sobre doença mental, psiquiatria etc. Talvez aí se convencesse de que, às vezes, pra um servo de Deus entender a vida dos outros é preciso sofrer suas dores. Às vezes precisamos sim beber das águas amargas de Mara antes de chegar às Fontes de Elim. E se nossas fontes de Elim forem na glória junto do Senhor, que seja! Se tivermos que beber do cálice da doença mental até deixarmos essa terra, que bebamos. Mas sempre com confiança em Deus que nos sustém. Se não fosse Deus na minha vida, talvez tivesse conseguido consumar o suicídio em uma das três vezes que tentei. Somos sujeitos às mesmas fraquezas dos ímpios não é mesmo? E Jesus em momento nenhum nos disse que o perdão é o jeito de se livrar das aflições que são até previstas na Bíblia para a vida dos justificados pela fé em Jesus. Vá ler a Bíblia e orar a Deus que te livre e proteja da doença mental e que sustente e dê força e consolo aos irmãos em Cristo que são acometidos por ela. Procure conhecer, se informar e acima de tudo viver o amor cristão antes de falar qualquer coisa do tipo "perdoe e ficará curado". O crente é gente e gente adoece. Nós, crentes com trantorno mental, ficaremos curados de acordo com a vontade do nosso Deus, não de acordo com a nossa. Quantos irmãos sofrem de diabétes, hipertensão, insuficiência renal e morrem orando e suplicando a Deus pela cura? Será que só eles podem gozar da compreensão dos irmãos, dos pastores? Enfim, a ignorância pode até ser uma bênção pra quem vive sozinho, mas pra quem é cristão e se propõe a ter comunhão com outros cristãos é bom se informar sobre as dores deles pra melhor ajudar a carregar e fazer valer seu amor cristão.

    ResponderExcluir
  14. Querido e amado Rev. Digão,

    Li o seu depoimento referente ao meu comentário sobre a depressão postado no blog do Genizah. Infeliz matéria, porque a bíblia sagrada nos mostra que todos nós, servos de Deus, estamos sujeitos a passar por tremendas e inesperadas dificuldades. Por sermos servos de Deus não nos isenta de passarmos por mais dificultados que os homens que não tem conhecimento de Deus. Se o Rev. Digão deixasse de olhar para o Chico Buarque e olhasse um pouquinho mais para Jesus, e procurasse ler a bíblia sagrada com um pouquinho mais de humildade, ele saberia que o aposto Paulo passou por dificuldade tamanha que chegou até a desesperar da própria vida, como vemos em ICO1:8, isto significa que ele perdeu as forças de lutar, achou que não tinha mais oportunidade de continuar vivendo, ou seja, esta situação vai me levar ao fim, pensou ele. MAS PRESTE ATENÇÃO “NÃO PENSOU EM SUICIDIO”. Ainda em Atos dos apóstolos, o mesmo Paulo chegou a estar completamente desanimado, MAS NÃO PENSOU EM SUÍCIDIO. Quando o mesmo apostolo Paulo manda sermos imitadores dele, não é no campo material e físico ou imitar as suas fraquezas, mas, sim a sua perseverança em permanecer olhando para Cristo, independente de suas incontáveis adversidades por que passava. Ele nos ensina que as adversidades não podem tirar o nosso foco de Cristo.

    No Livro de Jó citado pela querida irmã, em seu oportuno comentário, mostra que Jô depois de passar por dificuldades enormes e inesperadas, como a perda de todos os seus bens e de seus familiares, diante do revés (30:26) que passou, Jó renegou o dia do seu nascimento(c.3:4), depois de ter sido possivelmente acometido por Filariose Linfática, ou Elefantiase. No C.6 v.9-10, Jô deseja que Deus o mate, ele diz que se alegraria com a sua morte. Jó no C.21:4, se queixa e se impacienta com Deus e no c. 23:1:8 Jó acusa Deus de ser injusto. Mas, em momento algum, JÓ PENSA EM SUÍCIDIO.

    Queridos, os médicos, os psicólogos, os psiquiatras tem todo o meu apoio e a minha consideração. Aconselho a qualquer irmã ou irmão em Cristo que os procure sempre que necessitarem, pois foram posto por Deus para o nosso bem e são profissionais de primeira necessidade para a existência da humanidade. Mas pelo que vejo, o nosso querido e amado irmão Digão, tem pouco, ou quase nenhum conhecimento das doenças espirituais que estão afligindo tantos os servos de Deus, como as pessoas no mundo de um modo geral. Por causa do adultério, da calunia, da difamação, da falta de perdão as pessoas estão deixando a porta aberta para a entrada de espíritos malignos fazerem morada em suas vidas. E isto com certeza leva tanto a doenças do âmbito material como no campo espiritual (ICO 11:30 mostra que o pecado contumaz pode levar a morte fisíca). “É mas fácil eu revidar com agressividade, ou impor o meu direito a força, isto contra o meu irmão, do que fazer o que Jesus mandou: perdoar” (MT 6:14). Amado Rev. Digão, para que você saia definitivamente desta clausura em que você se encontra, faça o que nos recomenda a Bíblia em ICO 11:28, “Examine-se, pois, o homem a si mesmo”. Receba este conselho balizado na bíblia, antes de ir ao psicólogo, ou ao psiquiatra, faça um exame introspectivo, veja que tipo de ferida você tem aberta em sua alma, conte primeiro para Jesus, peça a Ele força para perdoar, faça isto repetidas vezes, mesmo que você ache que não esta adiantando de nada, mas peça, bata, procure, porque todo o que pede, recebe, todo o que bate, abri-se-lhe-a, e todo o que procura, achará. Depois que você achar o caminho do verdadeiro perdão, primeiro para com os outros, aí sim! Você e muitos outros terão achado o caminho para a cura da OPRESSÃO.

    J. Edis
    www.deondeeoteureino.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. meus queridos, sei como é duro o sentimento do deprimido e como é conviver com um. Meu marido teve transtorno depressivo de pânico, e coincidiu com o período da gestação de nossa segunda filha. era até engraçado chegar ao hospital de madrugada com ele parecendo que ia enfartar e ver o enfermeiro trazer a cadeira de rodas para mim, rsrsrs.
    Posso afirmar como o irmão psquiatra disse anteriormente que cuidados médicos e psicológicos, aliados à fé saudável dão resultados incríveis, mas cada paciente tem seu tempo de recuperação. No casdo do meu marido foram quase dois anos de medicamentos e terapia até a alta. Graças a Deus já são 06 anos sem recaídas, e isso é muito bom!
    Infelizmente alguns tem a mania, e isso pode ser um quadro de distúrbio psiquiátrico também :), de demonizar as alterações psicológicas e as enfermidades psiquiátricas como se nosso cérebro estivesse em disputa por uma legião. Ninguém aparece para repreender demônio do diabetes, ou da pedra nos rins, ou ainda da unha encravada e do bicho-de-pé! Todo mundo recomenda cuidados médicos para estes casos... mas sentimentos depressivo, não... decretam logo que é coisa do capeta. Faça-me o favor! O irmão acima que classifica como opressão e fruto de pecado oculto deveria ler o livro de Jó com mais atenção - os amigos dele foram pelo mesmo caminho e a resposta de Deus foi bem diferente.
    No mais, Reverendo Digão, meu chapa (se posso usar a expressão), Deus te fortaleça, conte comigo nas orações e ouça bastante Sinal de Alerta, que com certeza vai ser bom. Graça e Paz para você.

    ResponderExcluir
  16. O irmão J. Edis poderia ler a explicação do irmão e psiquiátra Ismael Sobrinho, lá em cima. Talvez entendesse que os sintomas emocionais nem sempre são indicativo de problemas emocionais ou espirituais. A depressão é doença física. Não se pode acusar um irmão de não perdoar quem quer que seja, ou de estar em pecado só porque ele está triste, chorando fácil, sem apetite, cansado o tempo todo, sem vontade de viver, prostrado numa cama, sem conseguir se levantar. Isso tudo pode querer dizer que essa pessoa está sofrendo de um desequilíbrio bioquímico no cérebro, uma falha na produção ou ação dos neurotransmissores. Isso é transtorno mental. O cérebro é um órgão e como tal também fica doente. A doença física pode sim causar sintomas emocionais a tal ponto de nos confundirmos sobre a causa de tudo o que sentimos. Eu mesma, pela graça de Deus, não tenho problemas com perdão, não tenho problemas com ninguém, nenhum problema de relacionamento ou coisas mal resolvidas, ou pessoas a quem eu ainda deva algum perdão por qualquer coisa que seja, ou mesmo não vivo em pecado (pela misericórdia de Deus), nem tenho um pé na igreja e um pé no mundo. Então como se explicaria o fato de que a serotonina, adrenalina, dopamina e outros hormônios no meu cérebro funcionam mal, com falhas que precisam ser corrigidas através de tratamento medicamentoso, dieta, rotina adequada, sono adequado? Será que eu estou mentindo? Será que meu corpo está me pregando uma peça? Será que não sou salva em Jesus Cristo? Será que Deus é que quer me ver sofrer? Respondam pra mim aqueles que se julgam dignos de apontar o dedo para os irmãos e dizer que não sabem perdoar e outras coisas mais absurdas. Pra quem não sabe, a idéia de morte do deprimido, do obssessivo compulsivo, do panicoso, do bipolar, do fóbico social etc é unicamente mais um sintoma da doença, não é falta de fé. Quando a crise passa, até quem já pensou em suicídio, fica achando essa idéia absurda. Quando se está em crise é como se a pessoa perdesse a noção da realidade, fica fora do ar, fica igual uma criança que precisa de monitoração e cuidado. E não é falta de leitura bíblica e oração não. Quantas vezes eu mesma, durante as crises, por dias e dias, não passei a noite em vigília, em oração de joelhos, lendo a Bíblia como se não houvesse amanhã, clamando a Deus em desespero, e o que ele me deu? Um sono profundo, um apetite renovado. Deus sabia do que eu precisava, Deus sabia que não me faltava comunhão com Ele, que não me faltava vontade de santificação, Deus sabia que o que eu estava precisando não era consolo ou correção para problemas espirituais, pois eles não existiam, Deus sabia que meu corpo precisava era de descanso mental de saúde. Da mesma forma como Deus fez com Elias quando este pediu a morte. Deus providenciou, através do anjo, o que era mais urgente naquele momento que era o suprimento físico (sono, comida e água). Só Deus sabe das nossas necessidades.
    Entendo que o fato de os servos de Deus na antiguidade não pensarem em suicídio se deva à deterioração da nosssa saúde a cada ano. Naquela época não existia diabetes, colesterol alto, hipertensão e um monte de outras doenças, logo, não acredito que existiam estados de depressão maior. A Bíblia diz que toda a criação geme com dores de parto e nós somos parte disso. Sofremos as consequências naturais da decadência do ser humano no espírito (que não é o nosso caso pois já somos resgatados por Cristo), na alma e no corpo.

    ResponderExcluir
  17. E eu só queria saber quem foi que inventou que espíritos malignos fazem morada na vida de alguém que já tem o Espírito Santo de Deus fazendo morada em sua vida. Onde tem isso escrito mesmo? Na Bíblia é que não é.

    ResponderExcluir
  18. Querida, irmã Fabiola, vejo que a irmça é muito sabia humanamente falando, mas, é claro que você não tem conhecimento bíblico, nenhum. Se você ler a bíblia com um pouquinho de humildade e com o desejo de submeter a palavra de Deus você vai crescer na graça e no conhecimento sobre coisas Divinas. Eu vou citar, porém, não vou te ensinar. Se você quiser aprender entre no meu Blog e leia as matérias ali postadas e tenho certeza que os seus olhos espirituais serão aberto. Lamento que muitas pessoas que se dizem crentes, consideram como "JARGÃO", quando é citado versículos da palavra de Deus. Existe com certeza muita diferença entre eu e a irmã, mas a principal diferença e que "eu me submeto a autoridade da palavra de Deus, e a irmã está acima da palavra de Deus", como disse Martinho Lutero. O versículo bíblico que prova, que o homem pode abrir a porta para os espíritos malignos entrarem, mesmo depois de ter sido limpa a sua casa espiritual, e ele não vigia e vai se distanciando do alvo proposto por Deus para as nossas vidas é o seguinte: "Quando o espírito imundo tem saído do homem, anda por lugares secos, buscando repouso; e, não o achando, diz: Tornarei para a minha casa de onde saí. E, chegando, acha-a varrida e adornada. Então ele vai e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele, e, entrando habitam ali; e o último estado deste homem é pior do que o primeiro" (LC 11:24-26). Talves dentro da sua hermenêutica, a casa seja uma casa terrena, ou, um apartamento. Quem sabe estes espíritos malignos sejam mera figura de linguagem, quem sabe a bíblia sagrada estava enganada a respeito deste assuntos!. A verdade do conhecimento sobre os seres humanos e as dificuldades psíquicas que os mesmos enfrentam, é a ciência, os psicólogos, os psiquiatras que sabem não é assim, irmã? Deus que criou todas as coisas, e fez o homem a sua imagem e semelhança esta desatualizado. Que Deus em Cristo tenha misericórdia.

    J. Edis

    ResponderExcluir
  19. Rev. Digão: parabéns pela coragem e dignidade cristã, não é fácil admitir que se tem tal enfermidade principalmente porque em nosso meio encontramos muitas pessoas com a "mente estreita" como o nosso irmão J. Edis (que Deus o esclareça). Eu sofro dessa doença há alguns anos, estou tentando me tratar e tomando remédios, só quem passa por isso sabe o quanto é difícil e sofrido, muitas vezes ficar prostrado em uma cama e sentir apenas vontade de morrer. Sabe, em nenhum momento, apesar de todas as dificuldades, eu me senti amaldiçoada ou abandonada por Deus, tenho certeza que isso NÃO É opressão, como o caro irmão disse acima, também não estou possessa ou coisa assim, pelo contrário, se não fosse o Espírito Santo, a ajuda de Deus na minha vida eu não sei o que seria de mim... Mas Deus tem me sustentado e sustentará a cada um que passar por essa provação, porque "maior é o que está conosco". Atitudes como a do Rev. Digão, de falar sobre o assunto, é importante para desmistificar e derrubar o preconceito em relação á essa doença no meio cristão.

    Quanto ao irmão J.Edis lhe dou um conselho: Busque a Deus de coração e pratique o mandamento que Jesus deixou: "Amarás o teu próximo como a ti mesmo", quando o irmão começar a fazer a isso passará a se colocar no lugar das outras pessoas e pensará muito antes de abrir a boca para falar certas palavras... Uma pessoa com depressão está doente e muito sensível, o irmão pode afastá-la da igreja com suas palavras e falta de entendimento. Não queira ser mais crente ou santo dos que os demais, o fato de não ter depressão não significa que é melhor servo do que nós, isso é motivo para agradecer a Deus e tentar ajudar seus irmãos na fé, com oração, amor e palavras encorajadoras, lembre-se desse versículo: 1-Colossenses 4:6 "A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um."

    Que Deus nos abençoe a todos.

    ResponderExcluir
  20. Acho que os irmãos (Fabiana, Jusceline e Digão) estão direcionando o comentario do irmão J. Edis para o lado errado. Ele está falando sobre suicídio, não sobre Depressão. Interpretação de texto é tudo, queridos irmãos. Prestem mais atenção ao lerem os comentários para não levarem a conversa para outro lado.

    Estou de pleno acordo com o que o nosso irmão J. Edis disse. Quem tem o Espírito Santo de Deus, nunca se suicidaria. Quem comete suicídio não vê mais esperanças, e acredita que ninguém poderá tirá-lo daquele situação. Nós não veremos Judas no céu. O verdadeiro crente mantém sua esperança e seus olhos em Deus e por mais que esteja difícil o caminho, e não vendo saídas no âmbito material (enfermindades, etc) e mesmo com uma terrível depressão, nunca pensará em suicídio porque ele sabe que o Espírito Santo o dá a certeza de que tudo se resolverá.

    ResponderExcluir
  21. Entendo que "depressivos cristãos" têm sensibilidade, amor, carências, dúvidas, muitas dúvidas. "Depressivos cristãos" não se conformam com este mundo, mas o que não conseguiram ainda é a transformação não a do entendimento, mas a das pessoas... "Depressivos cristãos" anseiam por Jesus tanto, tanto que pedem para ir morar logo com Ele, pois não aguentam tanta nojeira, falsidade, desordem e males que este mundo oferece, aliás, que os "super cristãos" oferecem: seus ensinos, seus olhares, suas soluções, suas verdades! "Super cristãos" não precisam do outro, não precisam sequer de Jesus! Sabem tudo, não têm dúvidas (às vezes falam que tem pra disfarçar a soberba...), não precisam passar por situação alguma para saber como é, pois sabem demais, fazem a leitura correta de tudo!
    Sabe, queridos, nossas igrejas estão doentes, por isso estamos também... vergonha, mentira, solidão e dor é o que temos sentido mesmo dentro de nossas igrejas... só a graça... por isso, é melhor ser um "cristão, depressivo publicano" do que um "Super cristão, saudável fariseu".
    Querido irmão Digão, não vou me cansar de orar por nós! Precisamos de líderes sensíveis, humanos mas também fortes e alegres pra dar continuidade aos feitos do nosso Jesus. Estamos no mesmo barco e Cristo está nele, certamente, o temporal vai passar!
    Abraço apertado!

    ResponderExcluir
  22. J. Edis afirma isso porque ele nunca teve um parente: esposa, filhos, irmão etc... passando por esse sofrimento. Ja fui como você, outrora achava-me super homem, que as misérias e catastrofes só aconteciam com os que não tinham conhecimento de Cristo, mas quando fui acometido por esse terrível mal (depressão) percebi o quanto estava equivocado. O irmão precisa olhar todo o contexto bíblico. Deixe de ser insensível e procure olhar as pessoas com o olhar de Cristo. O irmão usou sim um JARGÃO, afinal vc excluiu todo o contexto bíblico em relação ao ser humano em detrimento de um versículo.E você ainda afirmou que a irmã prioriza conhecimento humano em detrimento da Palavra. Eu duvido meu irmão, que na hora que você sente alguma alteração na normalidade organica não procura um médico, não faz exames etc e tal.
    Você já fez um levantamento para saber quantos crentes fieis morrem de neoplasias, acidente vascular cerebral dentre outras patologias? Cuidado para não se escandalizar quando constatar as evidencias.
    Em relação a IGREJA de Cristo, ela é pura, o evangelho liberta, não causa alienação nas pessoas, porém, é fato que as igrejas neopetencostais e ministros que colocam na cabeça das pessoas que elas são super homens, contribuem para que as mesmas entrem em depressão, por causa de uma alienação de mundo produzida nessas pessoas. Vai dizer para os pais do Lucas Terra (assassinado por pastores da universal)que essas igrejas fazem bem?
    Outra coisa, é fato que a Palavra é irrefutável, mas para mostrar que o versículo citado pelo irmão não exclue sofrimentos e doenças nessa terra, quero lembrar algo:a bíblia diz que seremos guardados, e que o Senhor concede livramentos, porém o que dizer do caso da menina Márcia Constantino, uma linda garotinha de 10 anos, pertencente à Igreja Assembléia de Deus de Maringá, que foi morta e estuprada por um individuo da mesma igreja? A mãe da menina estava com mágoa no coração e precisava perdoar? Responde, Sr. J. Edis... A criança estava cortando o cabelo e portanto estava em pecado? Vamos parar de achar que toda sorte de catástrofes acontece com o descrente e que somos super homens com toda fisiologia perfeita. A bíblia diz em eclesiastes que dificuldades acontecem com impios e com justos.

    Sola Scriptura

    ResponderExcluir
  23. É difícil pra quem não tem a maldita doença (e eu a tenho!) entender o que acontece com a gente.
    Meu marido que o diga... ele tenta de todas as formas me ajudar, orar comigo e por mim, ele chora comigo e as vezes eu tenho muito medo que um dia ele se canse e vá embora... ele diz que nunca vai acontecer e eu peço ao Senhor que nunca mesmo!
    E por deixar as pessoas ao meu redor triste com a minha tristeza tudo se agrava, formando o tal círculo (ciclo?) vicioso.
    Estou procurando ajuda médica, mas não tenho o dinheiro e o tratamento é caro. Entrei na INTERMINÁVEL fila pública.

    Também me consolo lendo as passagens falando da tristeza de Jeremias, Elias, Jó, Jesus... lágrimas de sangue para mim conotam uma tristeza MUITO profunda, quase indizível (teólogos me perdoem se eu estiver falando bobagem).

    Algumas pessoas não entendem mas têm compaixão... outras escrevem besteiras em blogs.

    ResponderExcluir
  24. Não existe serotonina nem dopamina para os crentes? Uau, não sabia que o sistema nervoso dos crentes eram diferentes não...heheheheheh.

    ResponderExcluir
  25. Realmente interpretação de texto é tudo mesmo, e em sua segunda postagem o irmão J.Edis fala sim do suicídio, ainda sem conhecimento de causa, na verdade comete suicídio quem desiste de viver, eu particularmente não teria coragem de tirar minha vida mas quantas vezes, em crises depressivas,eu desejei ardentemente a morte? (Resultado esse da própria doença). Quem se suicida não herdará o Reino dos Céus, é fato, está na Palavra mas aí é que está a diferença entre quem tem o Espírito Santo e quem não tem, porque quem não serve a Deus realmente acaba dando um fim na vida tamanho é o desespero e a angústia causados por essa enfermidade... Quando alguém está em uma crise depressiva e fica prostrado sobre uma cama, sem forças para nada, muitas vezes, por ignorância, é taxado de preguiçoso, é essa mesma ignorância que faz com que alguém ache que uma pessoa está em pecado apenas pelo fato de desejar a morte. Olhe que Jó era um homem justo, temente a Deus e que desviava-se do mal e ainda assim desejou morrer devido ao seu estado depressivo.

    Realmente perdoar não é algo fácil mas se a causa, e a cura, da depressão nos cristãos fosse apenas essa, estariamos todos muito próximos da cura... E lembremos daquele cego de nascença sobre o qual os discípulos perguntaram a Jesus: "Quem pecou: Ele ou seus pais?" e Jesus respondeu: "Nem ele pecou e nem seus pais pecaram", ou seja, nem todas as enfermidades são frutos de pecado. Nosso irmão J. Edis diz o seguinte: "Por causa do adultério, da calunia, da difamação, da falta de perdão as pessoas estão deixando a porta aberta para a entrada de espíritos malignos fazerem morada em suas vidas." Puxa vida, que igrejas são essas, onde é pregada a Palavra que liberta e seus membros estão tão cheios de vis pecados? Meu Deus!!! Se assim o fosse teria algo de muito errado com essas igrejas... Ele ainda citou o exemplo da pessoa que "volta atrás e deixa a "casa" limpa para o retorno do demônio e de mais sete com ele..." o que será que ele está querendo dizer com isso? Que esses cristãos acometidos pela depressão estão todos endemoniados? Se assim o fosse que igrejas são essas onde as pessoas vão e continuam possessas? Aliás, depois de lá estarem dão lugar para a volta de mais 8 demônios? Eu sei que isso acontece, é bíblico, mas espera aí, não é o caso de cristãos que sofrem de depressão, pelo menos não de todos.

    Que Deus nos esclareça e abençoe a todos.

    ResponderExcluir
  26. Queridos irmãos e amigos,
    Se os senhores soubessem a essência de Mateus 11:28, que diz: "Vinde a mim, todos vós que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei", ou talvez até saibam o que significa essa chamada soberana de Jesus aos senhores que estão casados, oprimidos, sobrecarregados, males estes causados pela ansiedade, que os senhores vivem diante da incompetência humana de atingir os objetivos que, muita das vezes, nós determinamos para a nossa vida, provenientes da inveja, cobiça, desejo de vingança e da preciptação. Se metade dos crentes colocassem em prática, entregando seus fardos para Jesus, tenho certeza absoluta de que metade dos psicólogos do Brasil teriam que mudar de profissão, porque vocês pensam que entendem de alma, mas eu não sei e não conheço mesmo a depressão, porque desde que aceiTei à Jesus o meu fardo foi entregue à Ele, como por exemplo, a depressão. Diante do desejo que vocês manifestam de querer ajudar os deprimidos, consigo identificar em vocês os 'Elifaz, Bildades e Zofar', amigos de Jó.

    ResponderExcluir
  27. Meus irmãos eu acho que está acontecendo um grande equívoco da parte de todos vocês. Se isso aqui fosse uma prova de interpretação de texto, do ENEM, por exemplo, todos vocês estariam REPROVADOS, porque o irmão (sim, nós temos que chamá-lo de irmão, porque em momento nenhum ele deixou de classificá-los dessa forma, e se vocês acham que estão capazes de classificar quem é ou não 'irmão em Cristo', vocês deveriam estar no céu já, porque a santidade aí tá transbordando né?) J. Edis não está defendendo O SUICÍDIO!!!!!! Em momento algum ele disse que não existe depressão! Mas como vocês acham que um cristão, que confia inteiramente em Jesus Cristo, e que deixa sua vida nas mãos DELE, pode querer se matar? Se ELE controla sua vida, então você tá dizendo que Ele tá controlando e te guiando pro lugar errado, já que você tá na condição que você acha que está. Vocês passaram uma borracha no versículo que diz, que "Deus NÃO DÁ FARDO MAIOR DO QUE POSSAMOS SUPORTAR?" Acha então, que Deus está errado em te dar essas tribulações, porque você não aguenta? Irmãos... acho que precisamos mesmo aprender a interpretar textos, depois ler a Bíblia, e aceitar opiniões contrárias às nossas. Vocês estão parecendo piolhos (risos), vão indo pela cabeça dos outros.

    Leiam de novo os comentários do nosso irmão J. Edis. Mas leiam sem ódio e com um pouquinho de atenção.

    "Salve nossas vidas, oh Digão!" Opa, brincadeirinha.. porque eu vejo que vocês o estão defendo mais à do que Jesus.

    A Paz!

    ResponderExcluir
  28. A PAS DE DEUS!!!LI TODOS OS DEPOIMENTOS E O QUE EU TENHO QUE DIZER QUE TB TIVE DEPRESSÃO DESDE 1997 E A MINHA ULTIMA CRISE FOI EM 2007, QDO ESTIVE DE FERIAS NO BRASIL.E O QUE EU TENHO A DIZER É; QUE...MATEUS 7-V 1-2 NÃO JULGUEIS, PARA QUE NÃO SEJAIS JULGADOS,PORQUE COM O JUIZO COM QUE JULGARES SEREIS JULGADOS, E COM A MEDIDA COM QUE TIVERDES MEDIDO VOS HÃO DE MEDIR A VÓS.FELIPENSES 6, V-11-12"REVISTIMOS DE TÔDA A ARMADURA DE DEUS.PARA QUE POSSAMOS, ESTAR-MOS FIRMES, CONTRA AS ASTUTAS, E CILADA DO DIABO.PORQUE NÂO TEMOS QUE LUTAR CONTRA A CARNE E O SANGUE.MAS SIM CONTRA AS HÓSTEIS, ESPERITUAIS DA MALDADE E NOS LUGARES CELESTIAIS.EU NUNCA SENTI VONTADE DE ME SUICIDAR, SOU TB EVANGELICA A 9 ANOS.AQUI NA SUIçA O DIAGNOSTICO MEDICO É QUE EU TENHA ESXQUIZOFRONIA, E QUANDO ESTIVE NO BRASIL O DIAGNOSTICO QUE O MEDICO DEU FOI, DESTURBIO SENTIMENTAL BIPOLAR.BEM GENTE LENDO E RELENDO OS DEPOIMENTO EU VI QUE EU NÃO SOFRI MUITO COM A MINHA DEPRESSÃO E AGRADEçO A DEUS PELA MINHA VIDA E POR TUDO QUE EU TENHO.NA MINHA PRIMEIRA CRISE MEUS FILHOS SOFRERAM MUITO COMIGO.TIVE QUATRO CRISES, MAS SENTIA TUDO ESPERITUAL, UMA LUTA CONTRA O BEM E O MAL.E NAS CRISES EU ME APEGAVA MUITO COM DEUS, ORAVA MUITO, BEBIA MUITA AGUA E SENTIA NO CORAçÃO DE PERDOAR, E TAMBEM DE ORAR PELAS PESSOAS QUE ESTAVA SOFRENDO E Ñ TINHA FORçA COMO EU PARA ORAR.QUANDO EU FICAVA MUITO MAL AQUI NA CLINICA DE REPOUSO, AI ELES ME DAVAM REMEDIOS.E TUDO QUE EU POSSO DIZER, QUE O QUE EU VIA E SENTIA..ERA TUDO ESPERITUAL, UMA LUTA CONTRA O MAL E O BEM, MAS SEMPRE EU VENCIA COM JESUS.TODAS AS 4 CRISES QUE EU TIVE, FIQUEI ENTERNADA SOMENTE 1 MES E MEIO, NUNCA FIQUEI MAS TEMPO.DEPOIS QUE EU COMECEI A TRABALHAR COMIGO MESMO, A PERDOAR, SENTI QUE O (PERDÃO) É MUITO EMPORTANTE, A GENTE SABER PERDOAR.COM TODOS OS DEPOIMENTOS QUE EU LI, TIVE A CORAGEM DE ESCREVER SOBRE MIM.EU SINTO QUE TUDO DE BOM E DE RUIM QUE NOS ACONTECE É UM APRENDIZADO, UM CRESCIMENTO ESPERITUAL.NAS MINHAS CRISES VI COISAS, VI TRANSFORMçÕES...É UM MISTERIO E SÓ DEUS SABE OS PORQUES. PERDEMOS O CONTROLE, SAIMOS DA REALIDADE, VEMOS COISAS, SENTIMOS COISAS.NOS NÃO SABEMOS NADA, MAS DEUS SABE.ANTES EU SOFRIA MUITO, VINHA MUITAS DUVIDAS COMO;...ESTOU LOCA,PORQUE VEJOS ESTA COISAS?QUANDO ABANDONEI O PESAMENTO (DE LOUCA) E COMECEI A PENSAR, QUE MAS TARDE EU IRIA SABER..E QUE EU NÃO ESTAVA LOUCA APENAS NÃO ERA O TEMPO DE EU ENTENDER, O QUE SE PASAVA COMIGO.EU MELHOREI MUITO.TEMOS QUE PERDOAR, TEMOS QUE ORAR-MOS MUITO, VIGIAR-MOS.QUE O SENHOR TENHA MIZERICORDIA DO SEU POVO, QUE O SENHOR NOS DÊ MUITA FORçA, PARA QUE POSAMOS FALAR COISAS SOMENTE QUE ENDEFICA E NÃO QUE DESTRUA.DESCULPE OS MEUS ERROS DE PORTUGUÊS.FICAM COM DEUS.

    ResponderExcluir
  29. Jesus teve cacife e bala na agulha pra ter depressao, pois ele esta indo pra Cruz...qual é a cruz que temos que ir pra que a depressão nos atinja será mesmo que nao iremos suportar??? E o resplado bíblico????
    Elias matou profetas a bala da agulha dele ja tinha saído e dizimado muitos, foi jurado de morte pela mulher do rei...Pode????? Esse tmbém tinha cacife pra ter depressão e jeremias então coitado....tinha que exortar quase sempre o povo e sem sucesso de que O Senhor estaria intervindo pelo povo, o profeta vivia se lamentando....Hoje em dia vejo muitos depressivos sim por inumeras consequências e acredito na depressão como um fator do organismo...consequência do pecado, como uso de drogas...traiçoes... falta de perdão...doenças as quais sao tratadas com medicamentos que possuem substâncias as quais mechem com o organismo levando pessoas assim a depressão...Doenças 'incuráveis'aos olhos da medicina...No mais creio que é balela e falta de esperança e falta de fé pois temos a graça para viver daquele que em tudo foi tentado, TUDO, e o final é vitória...

    ResponderExcluir
  30. Já tive isso... é muito ruim mesmo. Estava um pouco afastado do Evangelho. Minha cura aconteceu assim: Minha irmã, que frequenta a Igreja Deus é Amor, teve um sonho no qual uma irmã em Cristo lhe falava dizendo: "Aquele teu irmão sofre muito! Convida-o para vir à Igreja". Ela então perguntou: "Qual?" (pois éramos oito irmãos). A resposta foi: "O mais velho". Ela me contou do sonho. E me aconselhou: visite a Igreja Deus é Amor. Vá às segundas-feiras, que é culto das senhoras e é bem mais calmo (menos gente). Então fui. Lá chegando, fui revelado pelo Espírito Santo (o Senhor Jesus fala para quem está dirigindo o culto, igual está na Bíblia, quando falava aos profetas. Mas é claro que Ele não fala para qualquer um. Precisa estar consagrado). A dirigente me chamou e, entao, a partir deste dia, bye bye tristeza. Com a continuação das visitas àquela abençoada Igreja, o Senhor Jesus foi me revelando, pelo Espírito Santo, muitas outras coisas. Ora problemas de saúde, me curava. Ora problemas emocionais, curava-me também. Problemas os mais diversos, na presença dEle, se desfaziam. Interessante que até meus pensamentos eram revelados. Certa vez, antes de sair de casa para a Igreja, fui tomar um comprimido para alergia. Enquanto engolia o comprimido com água, disse em pensamento: "até quando, Senhor, vou precisar tomar esses comprimidos?". Ao chegar na Igreja, no momento das revelações do Espírito Santo, o dirigente disse: "O Senhor Jesus está me dizendo que tem uma pessoa aqui, a qual, antes de sair de casa, fez uma pergunta ao Senhor. Ele está dizendo que vc ainda vai agradecer a bênção aqui na frente". Levantei a mão! Falava comigo! Também me afligiam males os quais a Medicina não conseguia resolver. O Senhor resolveu. Hoje, sou outra pessoa. Alegre e feliz na presença do Senhor. Por isso, aconselho a quem sofre de depressão e outros problemas gravíssimos a visitar a Igreja Deus é Amor. Lá o Senhor Jesus fala com vc, não subjetivamente, mas claramente, como falava aos profetas no passado. Jesus Cristo é o mesmo: ontem, hoje e eternamente! E vc será curado! Mas dê glória a Deus, ok? Pois é necessário que Ele cresça e nós desapareçamos, isto é, necessário nos esvaziarmos do nosso velho eu, do velho homem, da velha mulher e deixar o Pai, o Filho e o Espírito Santo habitarem em nós. Então, adeus tristeza! Muitas vezes a depressão vem por causa de demônios que vivem oprimindo os seres humanos. Esse mal acomete não só as pessoas de fora mas, e principalmente, os "espíritas". Isso porque aqueles espíritos aos quais servem, apesar de se apresentarem com nomes de expoentes humanos já falecidos, são demônios. Podem fazer alguns benefícios com o intuito de enganar sua platéia. Chegam até a "curar" alguns males que eles mesmos colocam. E oprimem. Oprimem muito a pessoa que não está debaixo do sangue de Cristo! Em geral, quando chegam na Igreja, os espíritos que a incorporam se perturbam. O que antes era dr. Fritz, agora diz seu verdadeiro nome, que é demônio e está ali pra enganar. E por aí vai! Visitem a referida Igreja (sem querer desfazer das demais). E acharão descanso para as vossas almas, pois ali está realmente o Senhor Jesus. Abraços a todos, fiquem na Paz que excede a todo entendimento, a Paz do Senhor!

    ResponderExcluir
  31. Difícil dizer a respeito quando não passamos pela experiência. Garanto que a maioria aqui tinha a mesma opinião até serem acometidos pelo mal. Fui assim e além dessa eu tinha opinião formada sobre diversos assuntos "à luz" da bíblia, na verdade, "à luz" do que parecia ser mais conveniente e massageava meu orgulho.
    Sou testemunha de que aos que apresentam esse perfil o Senhor, como Pai que é, abre espaço para que certos males os atinjam com a intenção de que alcancem a estatura de varão perfeito. Meu desejo era que tais males não tivessem me atingido, J. Elis, nem à você, mas Deus consegue transformar maldições em bênçãos e assim, eu e você teremos a base que precisamos para tratar da igreja do Senhor, tão ferida e cheia de enfermidades.
    Se este mal não tivesse atingido à Jó e os demais antes de nós, quantas vidas teriam que pagar o preço? Isso aconteceu para que muitos aprendessem com a experiência de outros, e assim não passarem pelo mesmo mal, afinal, Deus conhecia o coração de Jó e sabia até onde ele suportaria. Aos que não suportam, Deus simplesmente os poupam, pois não cede um fardo maior que suas forças. Nós, cristão depressivos, mas escolhidos e chamados pelo Senhor, estamos sendo moldados para sermos os profetas desta geração, os que por conhecerem o coração dos oprimidos farão a obra do Senhor com misericórdia e a verdadeira humildade, a humildade de quem sente empatia, como Jesus o fez em seu ministério na Terra.
    Pena que aprendemos tão pouco com Ele. Seus gestos falavam muito, mas nossa limitação tenta interpretá-la com religiosidade e a indiferença.

    ResponderExcluir
  32. ...ops!Ao que está de pé fique atento para que não caia. Por que tanta crítica? Ajudar é melhor.
    Não sou médica mas depressão é uma doença sim. Alteração química no cérebro. Resultado talvez do tipo de personalidade. Conhecem o livro TEMPERAMENTO CONTROLADO PELO ESPÍRITO DE Tim Lahaye? Acho bom lê-lo.Tenho certeza que muitos deprimidos vão se beneficiar. A gente aprende a se conhecer melhor, e lidar com as dificuldades.
    Guita, vc pediu ajuda, leia esse livro, tirei muito proveito numa fase difícil de minha vida.

    ResponderExcluir
  33. Palmas para J. Edis, pois ele já recebeu um corpo glorificado, é impossível ele adoecer, ter alguma alteração no sistema nervoso, ele está livre de morrer doenças. Sr. J. Edis, por acaso o senhor poderia nos ensinar a sermos perfeitos dessa forma e nos livrarmos da depre? Afinal tentamos, tentamos, clamamos, choramos e não nos sentimos livre dessa mal. Ensina para nós aí, porque estamos ansiosos em descobrir.

    ResponderExcluir
  34. Sou médica, cristã evangélica há muitos anos (perdi as contas...) já vi de (quase) tudo... Há uns 3 anos fui procurada por um jovem casal evangélico onde a esposa estava com depressão e síndrome de pânico, eles foram orientados pelo seu próprio pastor a me procurar, visto q a irmã não conseguia + sequer sair de casa e na igreja "rolava" oração e campanha entre os irmãos pela libertação da mesma q deveria estar "possessa"!!! Resumo: menos de 2 meses de tratamento clínico medicamentoso e os "demônios" q a possuiam se foram!!! Descobri então o poder de ansiolíticos e antidepressivos de boa qualidade para expulsar espíritos malígnos! Me perdoem a ironia, mas é por causa da falta de conhecimento e fanatismo de alguns irmãos q se generaliza as informações sobre os "crentes" como pessoas ignorantes. Toda sabedoria e conhecimento vem de Deus e Ele capacitou o homem no desenvolver da ciência para q a usemos em nosso favor! Não sou psiquiatra mas tenho pastores e esposas de pastor como pacientes de depressão ou dças semelhantes e estes confiam em mim pelo simples fato de saberem q os entendo sem jamais julgá-os. Sempre oriento meus pacientes cristãos que orem e consagrem a Deus o medicamento q tomam para q os remédios surtam o real efeito pra que foram projetados... e tem funcionado! Busquemos incessantemente a Deus e levemos a Ele as causas impossíveis e no que for possível, façamos a nossa parte! Márcia. email: drmarcia@gmail.com

    ResponderExcluir
  35. Não preciso de blogs pra abrir meus olhos espirituais pois tenho a santa, augusta e perfeita Palavra do MEU DEUS TODO PODEROSO pra fazer isso. Tenho muita pena de crentes que se acham perfeitos, quando a própria palavra de Deus nos diz que somos pó. Prefiro ter a humildade de reconhecer que sou humana, pequena e que dependo de Deus. E só uma palavrinha de amor pro irmão J. Edis, não me julgue dizendo que não tenho nenhum conhecimento bíblico, pois o senhor não é juiz constituído sobre minha vida espiritual. Se o senhor estuda a Bíblia só da maneira que o senhor acha que tem que ser, continue. A Bíblia tem uma interpretação e inúmeras aplicações. Mas vou orar pela sua vida espiritual pois acho que não fazem isso com amor de verdade pelo senhor a um bom tempo. Deus o abençoe ricamente e o faça crescer em graça, entendimento, misericórdia, amor e sabedoria diante de Deus e dos homens, pois é isso que busco a cada dia há mais de uma década e é isso que quero a todos os irmãos em Cristo.

    ResponderExcluir
  36. E só uma sujestão, acho muito bom que todos parem um pouco para orarmos uns pelos outros, especialmente pela nossa irmã Guita, que comentou lá em cima, e que assim como eu, não precisa que lhe joguem pedras de julgamento, mas precisa muito que lhe dispensem orações.

    ResponderExcluir
  37. Olha, sou crente ha 12 anos, amo ao Senhor - sei que eu sou nascida de novo - mas durante toda a minha vida eu sofri de depressao! E o pior eh que na igreja que eu estou atualmente, a depressao eh considerada pocessao demoniaca ou fruto de alguma "brecha" que abrimos para o diabo agir nas nossas vidas e isso torna bem mais dificil de procurar ajuda dentro da propria igreja! Acredito que devemos procurar profissionais pra isso!

    ResponderExcluir
  38. Dr. Ismael Sobrinho - muito sabias as suas palavras! Eh exatamente isso!

    ResponderExcluir
  39. Irmã Fabiola, se preocupa não. O Senhor J. Edis que já tem um corpo glorificado vai nos ensinar a sermos livres de depre, afinal ele é perfeito e ele é o único aqui que entende, interpreta a bíblia com clareza, todos nós não passamos de meros pecadores fracos sujeitos as fragilidades desse corpo fraco. hehehe! Fico pensando o que esses crentes fazem quando estão doentes? Que não haja ninguem na familia dele com essa doença, porque a pessoa ficará mais atordoada porque J. Edis logo dirá que ela não está confiando na Palavra porque está cheio de ódio, rancor e raiz de amargura.

    ResponderExcluir
  40. Hahaha, não sei quem é o Anônimo, mas eu ri irmão (ou irmã). Obrigada por me fazer rir!

    P.S.: Cometi uma gafe no meu último comentário trocando g por j na palavra "sugestão".

    ResponderExcluir
  41. J. edis, me desculpe, querido, mas ´vá estudar e aprender que depressão é uma DOENÇA!!

    ResponderExcluir
  42. Olá meus irmãos,
    Fico muito triste em ler comentários criticando uns aos outros quando a nossa função é ajudar aquele que sofre,nesse caso dessa doença.Já tive depressão e só se cura com medicamentos, pois as doenças físicas existem e devem ser tratadads com médicos e remédios porém orações não podem faltar.
    Deus permite que adoeçamos para que se cumpram seus propósitos e nos cura quando Ele quer que sejamos curados,tudo para Sua honra e glória.
    Devería-mos obedecer a palavra de Deus e tentarmos de uma maneira ou de outra,com experiencia ou simples oração, independente da nossa denominação ou teologia, ajudar aos que hoje estão doentes.Somos todos irmãos em Cristo,portanto amar ao próximo como a si mesmo não é um conselho e sim um mandamento.
    Reverendo,vou orar por vc e por todos que passam por essa enfermidade e tenha a certeza que na hora certa Deus irá agir e vcs poderão ser curados ou aprenderão como lidar com essa doença assim como eu ,vivo muito bem com a Graça de Deus e não tenho do quer reclamar, mesmo tendo depressão.Certamente conseguimos controlar os sintomas depois de um tempo.
    Se assim Deus quer,assim será.Não cai um só fio de cabelo de nossa cabeça sem que Deus saiba não é?
    Então entrega a Ele suas petições e aflições e peça que seja feita conforme SUA vontade, que é boa perfeita e agradável(vontade de Deus).
    A todos os irmãos mais uma vez peço, que oremos pelos que sofrem e deixem de competição, quem sabe mais é Deus.Nós ainda temos muito que aprender ,não fosse assim estaría-mos aqui?
    Arrogancia e prepotência não são características de um servo de Deus.Sejamos mais humildes, agradaría-mos muito mais ao nosso Senhor.

    ResponderExcluir
  43. Oremos uns pelos outros.
    Essa é nossa função.

    ResponderExcluir
  44. Já vi crente com fé não tomar remédio acreditando na cura de cancer e no fim morrer da doença! Quem errou? A bíblia ou o irmão que morreu? Resposta: Nenhum dos dois! Se olharmos Paulo aconselhando a Timóteo: "Não tome só água, mas um pouco de vinho por causa das tuas constantes enfermidades...". Logo virá a pergunta: Por que Paulo que mediante a fé curou tantas pessoas não orou por Timóteo para o mesmo ficasse curado? A bíblia diz que se o nosso homem exterior se desgasta, o interior se renova todos os dias... Amigo J. Edis, formado e psicologia e psiquiatria devia nos explicar melhor isso. Afinal ele afirma que depressão é tão somente resultado de falta de perdão. Alguém por favor explica pra ele que alterações endocrinas podem levar um indivíduo a depressao e outros problemas tais como TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo), TDAH (Transtorno de Deficit de Atenção com Hiperatividade). A depressão do Reverendo Digão é por citar Chico Buarque?

    Ass: O "amargurado" que não "perdoa", Anonimo.

    ResponderExcluir
  45. Gostaria de agradecer aos vários irmãos que responderam o meu apelo, uns estão oferecendo ajuda e apoio em oração como s querida Fabíola, outros tem deixado recados maravilhosos e abençoados no meu e-mail, vcs não imaginam o quanto isso é bom, é um bálsamo que sinto sendo drramado em meu coração ferido e angustiado, agradeço a Deus pelos irmãos que criaram esse site, eles são instrumento de Deus na terra para trazer luz em meio a tanta treva, e por ceder esse espaço ao meu pedido de socorro.
    Quando postei aqui, não esperava tanto amor... e o que mais importa senão o amor?
    E para aqueles que se julgam dono da razão,ser deprimido é ruim, é triste, é no mínimo conflitante para quem é cristão, e não tente vir com suas respostinhas prontas onde querem jogar toda a culpa em nós, ou colocar a culpa em Deus porque é tudo balela, só entende ou melhor sofre quem passa por ela, eu quero supera-la, quero cantar o hino da vitória, faço tudo pra que isso aconteça, mas há casos e casos e se vc não é um psicólogo, psquiatra, ou alguém formado para tratar essa doença (pasmem é uma doença e não possessão), não meta o bedelho onde não é chamado, nós depressivos já temos nossos dilemas que são pesados demais para ficarmos sendo dissecados assim por pessoas sem amor, sem compaixão... Agradeço a Deus pela vida de cada um que me ofereceu seu "ombro ou seu joelho" de alguma forma, e continuo contando com vcs, parte do mesmo corpo que eu faço parte. Deus os abençoe.

    ResponderExcluir
  46. Realmente ter passado por uma experiência como esta acrescenta muito à nossa vida... Como?
    Bom, primeiro, minha esposa passou por essa doença neste ano. A Crise começou em meados de março e se estendeu até outubro, aproximadamente. Foi um processo doloroso para ambos e para nossas filhas. Mas a cura está chegando! A medicação sendo reduzida gradualmente. O importante, no caso específico de minha esposa, foi o tratamento integral. Nunca podemos esquecer que o ser humano deve ser visto integralmente, como Jesus nos enxerga. Não podemos simplesmente, de uma maneira maniqueísta e cartesiana, separar o espirito do corpo e da alma. Qualquer forma de interpretação que leva à essa fragmentação é distorcida em relaçao à verdade bíblica. E esse olhar é importante nos tratamentos profundos, como a depressão p ex. Assim, entregar o fardo para Jesus pode ser mais fácil para uns, mas para outros não. Muitas vezes desconhecem o fardo a ser entregue! De verdade, nem todos são iguais... Muitos precisam recorrer a um psicologo para conhecerem e examinarem-se a si mesmo... E qual o problema de se pedir ajuda? Nenhum! A comunidade está para isso... os discípulos estavam com Jesus... Com todas as imperfeições, os discipulos auxiliavam a Jesus, e depois entre eles mesmos...

    Mas a esperança deve permanecer, sempre...

    Minha esposa começou o tratamento com nossa pastora. No início, nem pastoralmente queria ser tratada, pois é dificil aceitar que se esta doente, principalmente sendo cristã e ativa como ela. Com o tratamento espiritual, ela convenceu-se a passar cm uma psicologa, que depois de algumas sessoes, resolveu passar tb com uma psiquiatra e aceitou o tratamento medicamentoso. O tratamento esta sendo integral, corpo, alma e espírito, e o Espírito Santo de Deus, usando seus filhinhos (pastora, psicologa, psquiatra), está cuidando de minha amada esposa.

    Sempre há esperança... Aceitar a doença e aceitar o tratamento, isso é basilar. Isso é reconhecimento de nossa limitação humana, reconhecimento de nossa condição de pecador.

    E, eu e minha esposa, podemos dizer um ao outro que, sim, há cura para este mal. Não uma cura somente em nossa alma, psicologica, nem somente em nosso corpo e hormonios, biológica, nem somente espiritual... Somente integral...
    Assim como todas as curas que Jesus realizou...

    Por isso, sempre há esperança...

    Ah, não consegui comentar logado! meu nome é Yuri, sou metodista graças ao bom Deus!!
    meu blog: yuristeinhoff.blogspot.com

    Parabéns pelo post, Digão, e a todos os irmãos e irmãs que postaram no intuito de confortar e espalhar o amor gracioso de Jesus...

    ResponderExcluir
  47. Queridos irmãos, achei vários materiais sobre a depressão no site abaixo, que Deus os abençoe na luta contra a depressão.
    Com amor em Jesus
    Diácono Paulo
    2014paulo@gmail.com
    Ver no item aconselhamentos.

    ABCB - Associação Brasileira de Conselheiros BíblicosSite da Associação Brasileira de Conselhos Bíblicos - um ministério que visa servir as Igrejas Brasileiras com o fim de ajudá-las a treinar e preparar os ...
    www.abcb.org.br/ - Em cache - Similares

    ResponderExcluir
  48. J. Edis nunca mais postou nada aqui, deve ter sido arrebatado como Enoque, afinal ele tá perfeito hehehe. Óh, e agora, quem poderá nos defender? J. Edis não nos ensinou a confiarmos de todo coração na Biblia, e nem nos disse dicas para não termos mais depressão. E agora? Os psicanalistas vão nos tornar crentes carnais que não confia na graça, pois eles nos madarão tomar medicamento... E agora, o que poderemos fazer?

    ResponderExcluir
  49. Venho neste momento falar não como psicóloga, psiquiatra ou profunda conhecedora de Cristo pois não sou vivo a vida cada dia como um novo aprendizado e como uma pessoa que serve a Cristo com toda imperfeição pois ninguém é perfeito buscando melhorar sempre e acho que o melhor caminho para isto é reconhecer que precisamos e onde precisamos do Senhor.
    Passei por uma terrível crise de depressão a exatamente 13 anos atrás perdi um filho com um ano e três meses e havia entregado minha vida para o Senhor Jesus um dia antes do falecimento dele o que conhecia de Cristo nada,conhecia apenas um Deus de ouvir falar.
    A tristeza e o desespero foi se acumulando dentro de mim de uma forma que chegou um momento que achei que iria minha cabeça explodir,mas nem isto acontecia porque naquele momento estava mesmo preferindo literalmente a morte cheguei no limite da dor do desespero e acho que até da loucura então disse para Deus:- Senhor sei que meu filho se foi e não volta mais e sei também que parte de mim se não eu inteira fui com ele me leva Deus me recolhe Senhor ou então me socorre não sei como mas sei que o Senhor sabe coloquei minha confiança inteiramente em Deus, com simplicidade, com desespero mas sobretudo com verdade.Simplismente adormeci um sono nunca antes experimentado pois não havia mais dor, nem tristeza, nem medo, nem quarto, nem tempo pois não sei se passou horas, minutos ou segundos na verdade não havia mais nem eu mesma não sentia mais nada, acordei ou despertei com uma calma,uma serenidade, uma força e uma certeza, que não conhecia mas estava comigo e permanece até hoje , tenho lutas, tenho tristezas pois estou no mundo mas tenho também a certeza de um Deus que me ouve, que está comigo e que me socorre, lembro do meu filho mas apenas com saudade, espero Digão ter te ajudado nem que seja um pouquinho com a minha historia e sobretudo saiba que Deus sabe que mesmo sendo servos somos humanos e estamos sujeitos a tudo sabendo sempre que Deus é amor e que ele nos socorre sim ele ouve um coração abatido porque sobretudo ele é amor e sempre que leio o Salmo 103 vejo a plenitude do amor do nosso Deus que ele esteja com você nos momentos de depressão e que sobretudo ele possa ti dar a resposta que você precisa para ser feliz...

    ResponderExcluir
  50. Só lembrando aos irmãos de que, materialmente falando, somos pó e ao pó voltaremos. Todavia, quanto ao espírito, somos matéria indestrutível e eterna. A diferença está na escolha que fazemos: rendição a Cristo ou ao Diabo. Uma vez reconhecendo Cristo como Senhor e Salvador de nossas vidas, então as coisas mudam, chegam os tempos de refrigério pela presença do Senhor. Tal condição é sublime e quem já experimentou sabe muito bem do que se trata. À medida que vamos crescendo na fé, atingindo a estatura do varão perfeito, o inimigo não pára de lutar, lançar setas e tudo o mais de seu maligno e mortífero arsenal. E, se abrirmos a guarda, podemos cair. Todos sabemos de uma das respostas de Pedro, o qual "condoía-se" com o que estava pra acontecer com Jesus, quando falou que seria entregue aos "filhos dos homens" e crucificado, mas que ressuscitaria ao terceiro dia. Pelo que Jesus repreendeu "satanás". Isso nos diz que o inimigo pode usar, se abrirmos brecha. Então, uma vez rendidos ao Senhor Jesus, pode acontecer de não vigiarmos e abrirmos brecha para o inimigo. E as consequências são terríveis. Mas creio mesmo que tais situações é por culpa do nosso velho "eu". Se deixássemos o Senhor habitar plenamente em nós, se desaparecêssemos para que o Senhor cresça em nós, nenhum mal poderia nos atingir. Pois quem pode contra Deus? Sei que a depressão entrou em mim porque abri brechas... mas graças a Deus que o Senhor é fiel, santo e justo e que não me abandonou. Todavia, até para nos ajudar nesses casos difíceis, devemos abrir a porta para Ele. A humildade é um grande bem, mesmo porque não somos nada sem Jesus ("Pois sem mim nada podeis fazer").

    ResponderExcluir
  51. É mto fácil para as pessoas apontarem o dedo para quem tem depressão, dizerem q não teem fé, ou que são preguiçosas, mas só quem tem ou já teve crises depressivas(como eu) pode saber o que é isso. Palavras do tipo, vai faz uma força, pára de ser assim tão pessimista as vezes só ajuda a piorar. Depressão é uma doença sim, uma doença interna que antes fosse uma dor de cabeça ou no pé... Eu creio q meu Deus deu inteligencia para os homens para criarem os remédios para auxiliarem na cura de doenças, e que mto mais q remédios, o Senhor pode todas as coisas conforme o seu querer... Eu tenho q um esforço diário para não cair em outras crises, e quero a cada dia mais ficar aos pés do Meu Salvador, e aguardo ansiosamente a sua volta...
    Parabenizo o REv. Digão pela sua coragem de dizer q tem depressão, pois isso me ajudou, me fortaleceu ver q pessoas, crentes como eu tbm passam por problemas, q somos comuns...

    Maranata, ora vem Senhor Jesus!!!

    ResponderExcluir
  52. Digão,
    Bom saber que existe liderança cristã que entende que depressão não é demônio.

    ResponderExcluir
  53. Muito pertinente seu comentário. Somente quem experimentou ou experimenta (como eu), crises de depressão sabe como às vezes a vida se torna cinza, sem graça. As coisas perdem o valor.
    Minha esposa sofre comigo. Somente me apóia. Já conhece os momentos de deserto da seu marido.
    Infelizmente, boa parte da igreja evangélica não tem preparo para lidar ou aconselhar quem sofre com a depressão. É comum virmos uma avalanche de jargões previamente decorados.
    Mas, em Cristo Jesus, encontramos forças, refúgio, alento e alívio para prosseguir nossa caminhada.
    A Palavra nos garante a transitoriedade do presente momento de angústia (Rm 8.18), seguido pela bem-aventurança da vida eterna.
    Receba meu apoio. Este seu companheiro de jornada e de depressão. Deus abençoe.

    ResponderExcluir
  54. Rev. Digão,

    Parabéns pela coragem de expor o seu problema como uma forma de exclarecimento. Que o Senhor derrame abundante graça sobre a sua vida e o ajude a sair logo dessa.

    Quanto ao J. Edis, só tenho uma palavra: PATÉTICO!

    ResponderExcluir
  55. Muitas vezes o depressivo busca uma igreja evang.para se ajudar e agrava o quadro. Isso é ainda pior

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: Comente usando a sua conta Google ou use a outra aba e comente com o perfil do Facebook

emo-but-icon

Início item
Instagram


Siga por e-mail